25/02/2007

Diz que é uma espécie de...

Aí galera! Tudo dje bom? Tudo rolando e sambando nessa terra fria? Ou já guardaram as máscaras os apitos e os sorrisos, e voltaram a ser os mesmos cinzentões?
Ah gentje, djevias aprender mais com o Alberto João!


Sempre ouvi dizer que a vida são dois dias e o Carnaval são três, mas qual é o meu espanto quando depois de regressar de bom remanso nas terras quentes e sensuais do verdadeiro Carnaval, essas da Vera Cruz, me deparo que aqui nas onduladas planícies marginais do Nabão, inventaram um Carnaval que parece estar para durar.

Ora os mais distraídos diriam que estamos em plena pré-campanha, tal agitação anormal para uma época destas. Parece que o PS soube esperar pelo momento certo para pôr lenha nas locomotivas e isso incomoda porque desequilibra a habituada equação que determinava que o PS era parcela diminuta, pois era por sua vez o conjunto de três ou quatro parcelas sem denominador comum.

Em todo o caso, um dos assuntos mais burlescos dos últimos dias tem sido a discussão da paternidade. Parece que Fernando Oliveira ficou muito chateado por ser o PS afinal o pai da sua criança mesmo que a tendo registado primeiro, e até hoje nunca se vira tanta celeuma em torno da paternidade de um nado morto, quando afinal e segundo se entende, nem sequer estão a falar do mesmo assunto. Ó senhores, já há testes de ADN sabiam?
Eu bem dizia que “qualquer dia ainda alguém se lembra de exigir que seja o povo a decidir”, mas ninguém me liga! Será que também sou pai? Enfim, para ser honesto eu certamente não sou, a verdade é que cá ao condado já tinham chegado essas revolucionárias e perigosas ideias de referendos.

Outros episódios amalucados da novela partido/política em Tomar chegam-me pelos meus fiéis informantes, como a da piada de Relvas ao site da autarquia, ou a picardia entre Vítor Gil e Pedro Marques, ambos acontecidos na assembleia das causas perdidas, também conhecida como municipal e que, a serem como me computaram, se estranha terem sido omitidos dos jornais. Jornais que, apesar das tendências habituais, vão mostrando alguma dificuldade em apostar num cavalo, não fosse além do mais, a sua guerra a dois.

Para finalizar, fica um resumo do andamento da preparação da receita do cozinhado para 2009 que, os mais desatentos poderão achar que está longe, mas erram.
Este é ano de eleições internas nos dois partidos de poder e com potencial para em Tomar ganhar eleições.
No PS poderá ser ano estranho, sendo certo que há sempre alguém do contra, mas que argumentos poderá ter ou aceitação por parte ainda de que militantes lá do jardim das rosas? O PS está a habituar a coisas novas, reuniões públicas, alternância dos vereadores, mas o difícil está ainda por decidir. Vitorino, Cristóvão, Anabela, ou Fonseca. Não é difícil perceber, se as eleições fossem no mês que vem, um destes seria o candidato. Mas as eleições são um pouco mais à frente. Em todo o caso, talvez a principal dúvida seja se Alexandre e os irmãos Mendes por capacidade de chegar aos jornais, fazem barulho contra, apoiam, ou se não dizem nada.

No PSD pelo contrário, a coisa promete ser mais animada, ainda para mais porque em causa está a candidatura à Câmara. Conhecem-se os esforços do Barão das Freguesias em aparecer em todo o lado, e o ambiente entre os serviçais do Príncipe já terá sido bem melhor, e entre estes e Ele igualmente.
Ora, se o dito Barão conseguir voltar (ou continuar) a mandar (mais ou menos) no laranjal, a coisa talvez sorria para o seu lado, mas conseguirá ainda fazê-lo? Ou será que vai aparecer alguém mais novo? Alguém que lidere efectivamente? Alguém que possa entender, vá-se lá imaginar, abrir uma porta a Pedro Marques? Alguém deste, colega de profissão por exemplo. Os próximos tempos trarão novidades certamente.

Para os restantes as coisas também não andam mais seguras. Os silêncios públicos sobre o futuro por parte do antigo dono do Palácio Real, assim como algumas tentativas de aproximação ao PSD, não animam ou deixam muito seguros os seus entrincheirados, e as obstinadas intervenções de alguns desses no salvar do pouco que construíram não são bom sinal da concórdia ou paz interior. Sente-se também no Rosa que nunca quis os rosas, aquele que vale cruzes na urna, alguma desmotivação talvez percebendo mais do que diz, ou descobrindo algumas diferenças do que julgara inicialmente encontrar.

Depois, o CDS continua igual a si próprio, não existe. O Bloco apesar de algumas expectativas iniciais, deixou-se secar em torno do independente Trincão que, com muitas certezas, não estará com eles em 2009. E a CDU é Bruno Graça, pois da Serraventoso raro se sente o perfume, embora acredite que possa voltar a sentir-se mais em breve, mas tarde. E só aqui residem ainda algumas dúvidas, será que Bruno fica? Será ele o candidato? E sujeita-se?

Eu de apostas gosto mais de vestir o meu smoking e ir até ao Casino, não de Lisboa que esse é para miúdos mas do Estoril que tem mais glamour, e sentar-me em frente ao pano verde a beber o meu Bourbon Fizz. Mas se tivesse que apostar diria:
Carrão vai ganhar o PSD e com isso acabar por ser candidato, mesmo com a oposição de Relvas.
O PS vai com um tomarense, sobe a votação, mas continuará a repartir votos com Pedro Marques, este talvez com Trincão em segundo.
E assim, Carrão ganha o Palácio.
(Claro que, e com algumas probabilidades, tudo isto se altera se o Princípe não tendo nada mais interessante decidir ficar.)
Estarei enganado?

Jusqu’à la proche fois mes chers amis, vous passez bien.

Sua Magnânime Inteligência, Sua Reverendíssima Sabedoria,
O Conde do Flecheiro

127 comentários:

fernando oliveira disse...

Conde de Vinc...e do Flecheiro,

Tu conhesces-me,há longos anos,e sabes que eu sei,que tu sabes que eu sei que tu sabes.
Tu sabes que eu não sou de ficar chateado,mas sou de ficar indignado com a pulhice política e outras.
Tu sabes que não sou,nem nunca fui um carreirista.
Podia tê-lo sido no único partido onde militei.
Podia tê-lo sido no PS quando gente bem diferente da clique dirigente local,com responsabilidades nacionais,para isso me aliciou.
Podia ter sido cabeça de lista do PS à Câmara de Tomar quando, em 1998, dois dirigentes locais me dirigiram o convite.
Podia ter sido cabeça de lista do PS à Assembleia Municipal de Tomar,quando em 1994,no final do 1º mandato,Pedro Marques me convidou.
Mas nunca foram lugares,honrarias ou benesses que,na política,me seduziram.
O que me seduz e sempre me seduziu na actividade política foi servir e não servir-me.
Só participo e continuarei a paticipar,na base de programas,de projectos,de objectivos e de princípios de conduta de que nunca abdiquei.
Tu,Conde de Vinc...e do Flecheiro sabe-lo bem.
Sabes que eu não tenho,nem nunca tive quaisquer ambições carreiristas ou arrivistas de poder.
Por isso,e para terminar,peço-te que,se a tua consciência o ditar,não mistures o meu nome e a minha postura com gentalha carreirita,arrivista e sedenta de satisfazer vaidades e ambições pessoais.
Penso que,pelo que de mim conheces,me reconhecerás o direito de não me querer sentir conspurcado.

Meu caro Conde de Vinc...e do Flecheiro,

Continua,no teu estilo,a brincar com a vida política local de uma forma lúdica,bem humorada e divertida.
Mas,se puderes e qiseres,fá-lo distinguido o trigo do joio.
A bem de Tomar,de que sei gostares tanto como eu e muitos,muitos mais,de todos os quadrantes e desalinhados.

Um abraço do

Fernando Oliveira

Anónimo disse...

Oh FO vai mas é pagar as dividas da Tomarplac. Mandas bitaites, criticas os outros, mas se te olhasses ao espelho... antes de atirares pedras vê os teus telhados...

fernando oliveira disse...

Eu sei que incomodo a PARASITAGEM.
Aguentem-se com o meu DESPREZO TOTAL.
Refocilem-se.
Ou enfrentem-me,CARA A CARA,OLHOS NOS OLHOS.
E os trabalhadores da Tomarplac estão,apesar de tudo,dispostos a esclarecer qualquer pulha que insista na mentira e na calúnia,sabendo bem que eu já não estava na empresa,havia vários meses.
E,mesmo assim,dois dias depois do encerramento promovido pela outra sócia,eu estava lá,a dar a cara e a dizer a verdade do que estava por detrás do acontecido,na presença do director de "O Templário",que a tudo assistiu,livremente,e de que deu conta no jornal.
Portanto,para os rafeiros da estirpe parasita e desvergonhada,o meu completo DESPREZO e o meu espelho que certamente estilhaçará ao ver reflectida a imagem de chulecos que nunca trabalharam e que vivem à custa dos impostos que eu e a maioria sempre pagou.


Fernando Oliveira

Anónimo disse...

Sr. Oliveira não perca o seu latim com estes chulecos... mentirosos...e semi-analfabetos.
Porrada neles!
Dê-lhes nos artelhos!

Anónimo disse...

triste terra esta que vive do passado.

talvez o senhor oliveira até tenha sido convidado para alinhar pelo partido da rosa, talvez mesmo pelo PP de manuel monteiro ou pela sacanagem do marques da gasolina, mas tal interessa a quem?

o que é que isso interessa?

o conde propõe saber quem das bandas do laranjal se irá colocar na grelha de partida.

pois bem: o marques não é, embora quisesse porque o cassola não deixa, não lhe perdoando a vilantagem de 93 quando já tinha assinado a transferencia e depois se negou. o conas também não é embora o paulino assim quisesse, mas o sopinha de massa dos casais não deixa, nem o cassola, pois ele não é sócio do laranjal. o sopinha de massa também não é porque os putos lá laranjal, que até já são doutores com escritório, empresas e assim, não vão deixar e o cassola também não. o cassola não é porque o povo também não deixa, que isto de andar a mamar na teta da vaca em lisboa, não permite que a malta do PREC permita o esquema do brasil transferido pra tomar.

enfim, concluindo caro conde, só nos resta mesmo, para bem de tomar que o paulino continue com a cospe fininho, a ditar os desmandos dos parques de estacionamentos e fóruns e coisas assim, que a malta até gosta: assim somos diferentes e giros, sei lá.

quanto ao independente-falido empresario-comunao-utente do psicoHospital oiveira deixe-o lá, que é digno de dó.

Anónimo disse...

Assina Comissão de Contra-Informação e Propaganda Pimba do Partido Socialista de Tomar, especialista em provocação barata e cabeça oca.
Vão longe, vão.

Anónimo disse...

querias era saber por que equipa alinho. enganaste. só tenho uma: o união de tomar.

tudo o resto são balelas.

esganem-se uns aos outros que nós cá continuamos a facturar.

o resto é folclore.

Anónimo disse...

Sr. Oliveira não perca o seu latim com estes chulecos... mentirosos...e semi-analfabetos.
Porrada neles!
Dê-lhes nos artelhos!

Anónimo disse...

Esta de "sabes que eu sei que tu sabes que eu sei", faz-me lembrar uma anedota antiga.
Como, por certo, o Conde não identifica o sujeito, teremos de perguntar ao Pedro Matques quem é que ele convidou para Presidente da A. M., será que foi o Fernando Oliveira? Se foi está de parabéns e poder-se-à dizer que teve azar, pois como este não aceitou teve de levar o incompetente e "incansável trabalhador" José Mendes para sua e nossa desgraça.
Mas o Conde desta vez deu-se ao devaneio, pois não entendo como é possível conceber sequer que o Sr. Carrão possa vir a ser o próximo Presidente!
E como é possível que o PS não tenha melhor candidato que aqueles que apregoa!
Esperemos que a perspectiva mude, pois caso tal não aconteça então teremos de novo os Independentes com toda a legitimidade e a meu ver reforçada, para aparecerem e, sinceramente, com todas as hipóteses de ganharem, até porque são aqueles que mais e melhor oposição e de forma construtiva têm feito à actual maioria.
No entanto essa do Pedro Marques com o Trincão (mas a meu ver também com o Rosa Dias)é bem pensada, só não sei o que os próprios pensam, mas que teria muitas hipóteses de sairem vencedores e que dariam garantias de uma boa gestão, não tenho dúvidas.

Anónimo disse...

A propósito: o União de Tomar empatou com o U.Chamusca hoje, na última jornada da 1.ª fase e inicia com 19 pontos a fase de apuramento de campeão.
Domingo, vamos todos ao Estádio Municipal, apoiar a equipa no jogo com o Amiense. Vamos encher a bancada... he he he...
(também não vai ser dificil...)

Anónimo disse...

Então o Dr. António Lourenço dos Santos não entra neste grupo? E o Dr. Manuel Macedo?
E ainda pode haver mais surpresas.
Os do bloco central que não se ponham ao nível, nem andem leves que apanham cá um aperto que até vêm azedas!
Quem avisa ....

Anónimo disse...

Vamos encher a bancada.
Atão ó camarada a bancada veio abaixo com o camartelo do Paiva!
Vai agora acima? Ou contratou a varanda de uma suite do Hotel dos Templários.
Olhe nem é preciso pedir às pessoas que vão, porque com este campo aberto, mesmo aqueles que nem se lembram do jogo acabam por se lembrar.

Anónimo disse...

Bom dia a toda a blogosfera

Um especial cumprimento ao colega Deputado Municipal Fernando Oliveira, que ultimamente tem vindo à net com uma, pelo menos, discutível conversa anti-PS.

Compreende-se a sua preocupação.
Já o que não se compreende é a necessidade de vir insinuar que podia ter sido do PS, cabeça de lista à Assembleia Municipal, convidado pelo Sr.Dr.Pedro Marques (claro!) e terminar a sua militante costela anti-PS, dizendo que "quando gente bem diferente da clique dirigente local" seria outra conversa...

Se nos despreza tanto, porque tem a necessidade de vir dizer que, em tempos idos, até o quisemos cá. Tem pena de não ter vindo? Seria o seu sonho, ser dirigente do PS? Ou os amanhãs que cantam, cantam melhor em grupos "desorganizados" e onde as regras são as do chefe, "do controleiro" ou do desejo particular?

Sabe que no PS há regras, há ordem, há disciplina? Terá sido essa a sua dificuldade de "fazer o respectivo upgrade", como muitos ex-camaradas seus fizeram?

Deixe-me dizer-lhe, caro colega Deputado, que essa tal "clique dirigente local" está bem sim senhor e até se recomenda. Temos dado o nosso melhor para apresentar alternativas à gestão cada vez mais deficiente do PSD local. Fazêmo-lo na Assembleia como sabe, muitas vezes com o vosso apoio e na Câmara, onde é mais raro os seus Vereadores estarem de acordo com o nosso.

Percebe-se também. A "nata" dos Vereadores Independentes não se quer misturar com o "povo" do PS, seja ele o Sr.Carlos Silva, o Arq. Becerra Vitorino, a Dra.Anabela Freitas ou o Prof.Hugo Cristóvão.

Será por nenhum deles se mover pelas mesmas razões que o grupo a que o Sr. Deputado pertence?

Enfim. Entende-se também a dificuldade quando o PS tem procurado nas últimaas semanas sensibilizar, explicando, o que se vai passar com o Mercado Municipal, procurando que muitos cidadãos coloquem a sua sugestão na Polis Tomar.

Claramente, nesta como em outras matárias, até ficava bem que o Sr. Deputado e seus pares quisessem fazer parte da solução e não do problema, mas até percebemos o quão difícil tal pode ser.

A resolução do disparate do Centro Comercial na actual localização do Mercado, só será parado se muitos cidadãos apresentarem soluções nesse sentido. Nesse momento, não será o PS, o PSd ou qualquer outro Partido que ganhará a contenda, será Tomar e, em primeira abordagem foi para isso que o Sr. e eu fomos eleitos: para defender o interesse de Tomar.

Por isso uma ideia em jeito de conselho se me permite, baixar os decibeis dos escritos assinados e anónimos, ajudar os cidadãos a preencherem as diversas folhas de sugestões e entregá-las no POLIS.

Ao agir dessa forma, ignorando os ataques espúrios que os seus, meus e de todos antagonistas por aqui protagonizam, é o melhor que podemos fazer por Tomar e pela dignidade do órgão para o qual ambos fomos eleitos pelo povo.

Com a solidariedade de quem sabe o que é difícil lutar por convicções

Luis Ferreira
Coordenador do Grupo Socialista da Assembleia Municipal

P.S. - Quanto à especulação do Sr.Conde sobre quem poderá vir a ser o candidato do PS, apenas lhe digo que a seu tempo, com a sua estratégia, procurando interpretar o sentir do povo, o PS decidirá a sua equipa de candidatos e o seu Programa de actuação. Até lá qualquer especulação, qualquer cenário será apenas e só isso... Veremos!

Anónimo disse...

"e na Câmara, onde é mais raro os seus Vereadores estarem de acordo com o nosso.

Percebe-se também. A "nata" dos Vereadores Independentes não se quer misturar com o "povo" do PS, seja ele o Sr.Carlos Silva, o Arq. Becerra Vitorino, a Dra.Anabela Freitas ou o Prof.Hugo Cristóvão."

Chama-se a isto tapar o sol com a peneira.
Também o pretensiosismo contido em toda a "mensagem" é notório.
Com este aconselhamento vou ali e já venho!
Será que o Sr. Luis Ferreira ainda não se apercebeu do ridículo papel de "educador" ou de tutor que exibe.
Nem mesmo sendo um cidadão exemplar e um político com provas dadas poderia arrogar-se a tal papel.
Mas enfim há pessoas que se julgam "donas" do comportamento e da consciência de outras.
Que se há-de fazer....?

Anónimo disse...

Sr. Oliveira não perca o seu latim com estes chulecos... mentirosos...e semi-analfabetos.
Porrada neles!
Dê-lhes nos artelhos!

Anónimo disse...

Então mas é para não perder tempo com eles, ou para lhes dar porrada? Não se entende!

Anónimo disse...

É "porrada" sem palavreado!

Anónimo disse...

'Olhe que não !', diria o finado Cunhal, que mesmo comunista ainda tinha alguma postura, valha-lhe Deus, apesar de ateu...
Se agora os eleitos do povo são deste jaez, pobre povo! Pobre Tomar! POBRES DE NÓS!
Razão terão, porventura, todos aqueles que se afastam de tais 'iluminados'! Se bem que mui pouco 'alumiados' de massa cinzenta...
Vil tristeza degladiarem-se via 'blog'... Não tarda viram orientais deputados e 'andam à 'trolhada' ALGURES POR AÍ', num qualquer beco do centro histórico, tipo 'putos' birrentos de fralda ainda suja, ou de incontinência ou de precoce...
Já faltou menos...

É que se as peneiras fossem música estes ilustres 'deportados' duma inútil assembleia de vaidadezinhas, tinham mesmo era papel assegurado de 'primas donas', melhor de 'castrati' renascentistas em qualquer opereta de cordel!...
Já nem com paninhos quentes lá vamos!
O 'pântano' a que a terras tempárias regressaram através destes e doutros 'senhores', só merece repulsa e tristeza!

Sugestão 1: Porque não vão 'chatear' outros? É que já anda tudo farto da guerra IpT / PS e quem vai rindo é o Príncipe da Trofa(e o laranjal rejubila e mantem-se encantado com tal trupe...)
E do azedo de tais citrinos também anda tudo farto!
Ainda não repararam? Pudera! Engalfinhados como andam e com tanta ganância pelo 'tachito'...

Sugestão 2: E se fossem ao oftalmologista? Será que não se enchergam?
"Carago... São piores que o 'Bimbo da Costa' e a ex-alternadeira do dito...!", diria um amigo nortista!
Gaita!!!...CALEM-SE, QUE SÓ SE ENTERRAM AINDA MAIS!!!!
MAS TÊM TODO O DIREITO, DIVINO ATÉ, DE CONTINUAREM, COMO É ÓBVIO À'BORDOADA': A BEM DO HUMOR E DA BOA DISPOSIÇÃO QUE SEMPRE PROVOCAM OS NOVOS E VELHOS BOBOS DAS MUI VARIADAS, 'AVARIADAS' E ARRUINADAS 'CASAS REAIS' DESTE CONDADO VIRTUAL MAL-AMANHADO E, ÀS VEZES, (SÓ ÀS VEZES), MEIO DIVERTIDO E MUI ESTUPORADO...

UM MUI HUMILDE E IGNÓBIL SERVO DA GLEBA QUE POR ESTAS TERRAS DO DEMO E DA MOIRAMA VAI ANDANDO E VENDO...

fernando oliveira disse...

Sr.Luis Ferreira,

Dispense-me do seu partenalismo e do cinismo de quem faz o mal e a caramunha.
Tudo que disse sobre as abordagens que o PS me fez é rigorosamente verdade.
E,fui eu que não aceitei,explicando,em qualquer dos casos,os porquês.
E,já agora,nunca se esqueça do que me disse um dia,na Biblioteca,sobre as suas aptidões e talentos para a POLÍTICA SUJA.
E não esqueça também o que lhe respondi.
E,fique sabendo que,na minha vida só só fui ANTI-fascista,coisa de que nem todos se podem gabar.
Não é o seu caso,mas há muitos socialistas de Tomar que me conhecem bem.E não só.
Tenho muitos amigos em todos os quadrantes políticos que eu muito respeito e que me respeitam.

De resto,deixe-me em paz,e não espere da minha parte qualquer paternalismo ou hipocrisia em relação ao conceito que,você próprio,pelas suas palavras e actos,me fez formar a seu respeito e dos seus fiéis seguidores.

Sou secretário-geral de mim próprio,não devo obediência a nada que não seja à minha consciência e aos meus princípios de sempre.

Sou um cidadão livre que pensa pela sua propria cabeça,que actua individual ou colectivamente,sem alguma vez violentar a sua consciência.

E,finalmente,reafirmo-lhe categóricamente que nunca ninguém me viu ou verá a correr atrás de cargos por outras razões que não seja SERVIR,dentro das minhas possibilidades e capacidades.
Nunca corri,não corro,nem correrei atrás de interesses pessoais,de benesses e de carreirismos políticos ou outros.

E,se não enlouquecer,como espero,assim morrerei.

E só estarei na vida política até eu e os meus companheiros entendermos que posso dar algum contributo útil.
Sem quaisquer complexos e sem me demitir dos meus deveres cívicos.
Por mais mentiras e calúnias que contra mim possam lançar.

Como cidadão livre,só tenho de prestar contas à minha consciência e á justiça,se for caso disso.

Se lutei quando tinha a repressão e a PIDE à perna,e não tive medo,não é agora que o vou ter.

Com lealdade e frontalidade,sem hipocrisias ou cinismos.


Fernando Oliveira

Anónimo disse...

Xi patrão, tá tudo bêbado por aqui...
Aqui não me safo!
SAFA!
Bute lá! Pé na tábua!!!


Alberto João (o jardineiro africano-madeirense do conde)

Anónimo disse...

E você já assinou a sua sugestão para garantir que a Ponte do Flecheiro não é construida e o Mercado Municipal destruído?

É só até dia 7 de Março. Peça o impresso na Sede do polis em Tomar.

Ou então assine um dos muitos e diferentes impressos pré-preenchidos que andam por aí.

Anónimo disse...

NÃO SE ESQUEÇA DE DAR A SUA SUGESTÃO E ASSINAR.
ATÉ AO DIA 2 DE MARÇO (6ª FEIRA).

Anónimo disse...

vou ser breve e sintético.

1 - O trofense de Moçambique, vai concorrer de novo e ganhar, o que voces querem, sei eu!

2 - Não ha omoletes sem ovos, ou seja o forum vai ser feito com ponte e os dinheiros dai resultantes (muita negociata para os amigos e senhores dos aparelhos)vão servir para equilibrar as contas da Edilidade, para não acabar falida como as firmas de alguns bloguistas com rapinanços de computadores e afins, olhó u belo kunamiii!!!

3 - Venham Pedros, advogados novos, ex chefes de gabinete, Trincões, que está provado que os naturais da terra são tipo aqueles fidalgos arruinados apegados aos titulos, tomem, embrulhem vão buscar.

4 - O Mete dinhero na mão e na mangueira, o sopeiro do turismo, o carrito, o arquitonto vão continuar a viver a sua vidinha descansados, assim como um globista de Santarém, JENTLEMENS FOR THE JOBS NO NEEDED, siga, siga siga, vira à direita e siga siga sigaaaaa!!!!

O Alcaide Mor do Laranjal

GANDA_NOIA

Anónimo disse...

O GANDA_NOIA regressou acutilante, muito espirituoso, com alguma argúcia e mais moderno.
Seja bem vindo e fique por bem.

Anónimo disse...

Contribua com a sua sugestão para defender o Mercado.

Deve solicitar na Sede do Polis o seu impresso e aí colocar a sua sugestão. Ou então assinar um dos muitos que já têm sugestões pré-impressas e que por aí circulam.

A data limite, segundo informação prestada pela própria Plis, é dia 7 de Março.

Anónimo disse...

Caro Conde

Sei que anda deveras ocupado, na sua ânsia de internacionalizar a construção civil para Terras de Vera Cruz.

Só tal justificará as suas constantes ausências deste espaço, que criou para especialmente os da Rosa e dos outros que não contam, se entreterem a esgrimir argumentos fúteis e irrelevantes.

Mas diga-nos lá afinal quem é que o Sr. vai colocar como candidato do Laranjal, porque isso sim é que conta.

Vai deixar o Carrão continuar a fazer campanha no terreno para uma eleição que sabe que perderá? Vai fazer a vontade aos mais jovens lá do seu burgo e apostar numa renovação que lhe garanta, pelo menos, o benefício da dúvida? Vai seguir o pensamento do seu Presidente actual e apostar no Vice-Presidente, garantindo assim a necessária continuidade independente na gestão da Câmara? Ou em vez de tudo isto, rende-se à evidência e candidata-se o Sr. transformando finalmente a terra que abraçou nos seus tempos de Colégio, naquilo que gosta de chamar de Condado?

Por ordem de sua Alteza Real o Príncipe dos Santos Mártires

Anónimo disse...

"Tenho muitos amigos em todos os quadrantes políticos que eu muito respeito e que me respeitam." - PUDERA! SE ASSIM NÃO FOSSE?!
"Sou secretário-geral de mim próprio,não devo obediência a nada que não seja à minha consciência e aos meus princípios de sempre." - QUAIS PRINCIPIOS?!
"Sou um cidadão livre que pensa pela sua propria cabeça,que actua individual ou colectivamente,sem alguma vez violentar a sua consciência." - NINGUÉM DIRIA!
"E,se não enlouquecer,como espero,assim morrerei." - DUVIDO!
"Com lealdade e frontalidade,sem hipocrisias ou cinismos." - AH, AH, AH! DEIXEM-ME RIR PORQUE ESTA NEM DÁ PARA ACREDITAR!

Anónimo disse...

Por lapso, falta no post anterior a assinatura:
Gabinete de Contra-Informação, Provocação e Propaganda Desenfreada do PS/Tomar
O coordenador
Luis Ferreira deputado.

Anónimo disse...

"Tenho muitos amigos em todos os quadrantes políticos que eu muito respeito e que me respeitam." - PUDERA! SE ASSIM NÃO FOSSE?!
"Sou secretário-geral de mim próprio,não devo obediência a nada que não seja à minha consciência e aos meus princípios de sempre." - QUAIS PRINCIPIOS?!
"Sou um cidadão livre que pensa pela sua propria cabeça,que actua individual ou colectivamente,sem alguma vez violentar a sua consciência." - NINGUÉM DIRIA!
"E,se não enlouquecer,como espero,assim morrerei." - DUVIDO!
"Com lealdade e frontalidade,sem hipocrisias ou cinismos." - AH, AH, AH! DEIXEM-ME RIR PORQUE ESTA NEM DÁ PARA ACREDITAR!

Gabinete de Contra-Informação, Provocação e Propaganda Desenfreada do PS/Tomar
O coordenador
Luis Ferreira, deputado e adjunto.

Anónimo disse...

Meu caro amigo

Penso que está na altura de deixar de usar abusivamente o meu nome para os seus devaneios.

Que fique BEM CLARO que nada tenho a ver com os três post anteriores.

Se não tem nada de mais útil para fazer, olhe dedique-se ao desporto, à música, sei lá, por exemplo leia, que é bem capaz de lhe fazer melhor à saúde.

Luis Ferreira

Anónimo disse...

M. M. Música é negociata do L.F.

Anónimo disse...

L.F. maltês de bronze, dão-lhe dez e gasta onze.
São estes gajos pessoas de bem?

h.lobo disse...

Este blog está a ficar como a cidade, cada vez mais esvaziado, o "Conde do Flecheiro" mais não é que o "Conde Menstruação", só vez uma vez por mês , o Luis Ferreira (o da música do PS) é um jovem punheteiro, que não consegue gozar a cada post, o Hugo C é voyeur, vê com atenção mas não se mete, o Caiano faz de escriba egipcio, mas nem por desenhos exprime o que quer dizer, outros de alguma valia desapareceram junto com a bomba que rebentou com o anarca Pimenta, Fernando, não percas tempo por aqui pois não te merecem, para finalizar o Conde é o de Vincennes o Antonio Rebelo ou o gaioleiro que estudou no colégio, Decidam-se porra !!

Anónimo disse...

Sr. h.lobo o Conde é assim uma espécie de magazine, que vem aqui lança uma posta de pescada, põe todos ao barulho e desaparece por uns tempos.
Julgo que agora, como a Atalaia "fechou", o Conde vai para paragens mais prosaicas.
Um dia destes deixa de ser Conde do Flecheiro e passa a ser Conde de Bate e Foge.
E andam por aí uns arborígenes, disfarçados de Luis Ferreira, que mordem, provocam, insultam e depois fogem para espaços próprios, voltam a bolsar insultos e provocações, mas sem direito a resposta.
Tudo gente fina, gente séria, impoluta, o exemplo dos exemplos, que vêm uma ruga na cara do vizinho, mas não vêm uma grangrena na sua face.
São também os bate e foge, que nunca fizeram nada de útil para a sociedade (andaram sempre a mamar e continuam), mas julgam-se uns políticos competentes e de grande gabarito.
É só fruta do chão como dizia o falecido Isaias.

Anónimo disse...

Aos comentários de 28/02/2007 das 18:33 e 18:35 que de Anonymous não têm nada, já disse e volto a dizer: "vai mas é pagar as tuas dividas em vez de andares aqui a brincar os cowboys".

Anónimo disse...

A ti não te pago nada porque és tu que deves e ... muito.
Caloteiro sabes bem que és, mais os da tua laia, vê lá se os cowboys a quem deves te dão um tiro.
ou te botam o nome na praça pública.

Anónimo disse...

HOSPITAL DE TOMAR
URGÊNCIAS
Fica tudo como dantes (n
mas Quartel Genereal em Abrantes) informou hoje a Rádio Cidade Tomar às 19H00 - reunião do Gov. Civil à Comissão de Utentes do CHMT, que comunicou ao Presidente da Câmara.
Isto é mesmo uma espécie de magazine. Do pior.
Os Fedorento não conseguiriam melhor.

Anónimo disse...

HOSPITAL DE TOMAR
URGÊNCIAS
Fica tudo como dantes (mas Quartel Genereal em Abrantes) informou hoje a Rádio Cidade Tomar às 19H00 - reunião do Gov. Civil à Comissão de Utentes do CHMT, que comunicou ao Presidente da Câmara.
Isto é mesmo uma espécie de magazine.
Do pior.
Os Fedorento não conseguiriam melhor.

Anónimo disse...

Ei pessoal!
Viram por aí o Sr. Carlos Carrão vereador das finanças da Cãmara Municipal de Tomar?
A criatura não foi vista todo este dia nas Comemorações do Dia da Fundação e na inauguração (envergonhada) da Casa dos Cubos.
Por onde andará?!

Anónimo disse...

Más línguas. O sr. Carlos Carrão acompanhou a esposa durante o dia a uma consulta em Lisboa. A senhora foi operada a uma mão.
Os áutarcas também têm família, sabiam?

Anónimo disse...

Conde Menstruação tem muita piada. Bom espírito de humor.

Anónimo disse...

Sem querer ser aborrecido e, a propósito da questão divulgada hoje pela Rádio Cidade de Tomar, lembram-se quando eu escrevi: A verdade sobre o Centro Hospitalar?

Fui na altura quase "queimado vivo". E agora o que dizem?

Não é ser provocador, mas a verdade custa não é?

Luis Ferreira
(O próprio e sem precisar de pseudónimos)

P.S. - Aceitam-se opiniões, criticas e formas de melhorar a situação do Hospital de Tomar. Todos precisamos disso. Mas nos comentários seguintes façam um favor a vós próprios: metam a violinha no saco e concluam que por vezes convém ouvir até aqueles a quem náo damos muito crédito. Eu faço isso todos os dias e não me tenho dado tão mal quanto pensam. Como dizia o outro: é da vida! E quem anda à chuva molha-se, acrescento eu...

Anónimo disse...

"metam a violinha no saco"
para isso é preciso ter viola (e músico sabemos quem é) e ter saco (este é difcícil nos tempos que correm).
Sr. Luis Ferreira
ainda é muito cedo para "cantar vitória", não se precipite, tenha calma, a vida é bela e a excitação faz mal ao coração e pode levar ao Hospital (urgências) - olhe o que aconteceu ao GRANDE Manuel Bento,
note que os contornos da decisão são ainda um bocado nebulosos (Abrantes SMUC, Tomar e T.Novas SUB),
parece existir uma operação de cosmética para "manter as rugas com aparência de bela plástica".
O tempo se encarregará de lhe dar (ou não) razão.
A verdade é como o azeite.
Esperamos que seja verdade, mas ....

h.lobo disse...

Pois é
Definitivamente este blog fechou
há dois dias que ninguém diz nada,
será que ficaram deslumbrados com a "casa dos CUbos" ?
É que só pelo C* se faz merd*
e aquela é da pesada
H.Lobo

Anónimo disse...

Pois é.
O luis ferreira hibernou para o blogue privativo onde ataca os outros sem ser incomodado (não da´direito de resposta).
São assim os destemidos.
A Casa dos Cubos mantém a trça (cmo é obviamente obrigatório) e é arquitectura avant gard no interior.
Há lá soluções que nem o arquitecto projectista sabe explicar.
Aliás, este arquitecto pode ser uma "sumidade", mas ninguém conseguiu perceber o seu longo "discurso" na apresentação.
Talvez que um dia o Arq. Costa Rosa nos possa explicar a linguagem dialética do interior da Casa.
E que tal no grande espaço do r/c inter-escadaria fazer uma exposição da Festa dos Tabuleiros (com manequins, fotografias, filmes, roteiros, cartazes, etc).
Havia um autarca a insistir com os "responsáveis" por esta solução.
Outro autarca assinalava que as grandes portas de entrada deviam ser em madeira e a questionar os acabamentos da (belíssima) madeira pintada no interior.
Por último falta assinalar a falha de um corrimão exterior na plataforma sul e uma escadaria para facilutar o acesso do lado do rio.
Agora há que esperar que a Casa dos Cubos tenha uma aplicação condizente e uma movimentação consentânea com o gasto na recuperação.
Que seja um celeiro de cultura para e por Tomar.

Anónimo disse...

Olha agora o gajo do tomaronline controla e censura os coentários, ou então foi apertado.
Pois é o espaço de debate é agora censurado. Toma vai buscar.
Assim acabam-se as bocas e a calhandrice. Aquilo também só era calhandrice e da pior, de baixo nível....

Anónimo disse...

Então srs independentes não dizem nada...
Ena pá, isto vai bonito...
Agora ...cortaram-lhes o pio...
Isto de andar nos blogues a mandar bocas e a criticar sem dar a cara também tem das suas...
A não ser que voltem aqui a este blog.

Caiano Silvestre disse...

Porque é que quando um cidadão resolve "moderar" os comentários do seu blogue é logo acusado de censura? Que raio! Ele é responsável por aquilo que lá for escrito, comentários e tudo! e ainda tem que admitir que todo o cobarde, estúpido, ignorante, alarve, mal-formado, imbecil, ignorante e ordinário lhe suje a "casa" quando lhe apetecer.

Mas aquilo não era uma coisa sem interesse, reles, ordinária, de calhandrice e do mais baixo nível? Então? O homem quer elevar o nível.

Anónimo disse...

Demónios e pó...

Um anjo disse-me algures, uma vez, que mais valia dependurar ressentimentos e ‘pedras no sapato’ no esquecimento do que os/as deixar marcar as nossas frágeis e periclitantes existências humanas, tão diáfanas e comezinhas no tempo e no espaço como qualquer gota d’água ou brisa efémera…
Não sei já se seria anjo ou demónio, mas que era capaz de ter alguma razão era! …
Isto porque herdar ou continuar percursos, tentar fazer ou inverter os mesmos não é nada fácil…Não é mesmo! Acreditem! …
Mas o intróito é demasiado confuso para o comum dos leitores vislumbrar seja o que for…
Adiante…
Isto a propósito das últimas polémicas bandeiras que localmente se vão desfraldando perante os nossos olhos – desde o Hospital, que nunca foi (será que alguma vez o conseguirá ser? …), à revitalização do Centro Histórico ou ao Programa Polis, que continua a ‘marcar passo’ ou a pouco mais ser do que anúncio(s), ou ilusão mediática, difícil ou materialmente executável de forma aceitável, dadas as reais condições do concelho e do país (se vos aprouver, a versão ‘moderna’: as ‘fitas e fintas’ já habituais para entreter os mesmos habituais espectadores…) enquanto ‘a banda continua a passar’ por outros lados… Tardam sim projectos verdadeiramente participados, por isso estratégicos, ousados, inovadores (e daí polémicos), díspares, mas também por isso mesmo, construtivos de alternâncias, potenciadores de mudanças fulcrais e, acima de tudo, capazes de inverter estagnação, afunilamento e/ou ‘deficit’ democrático sobejamente patentes.
Isto porque localmente padecemos da mesma pecha que nos atormenta há já demasiado tempo a outros níveis – a capacidade de respeitar a diferença (ou a indiferença…), a interiorização e aplicação de autocrítica capaz de entender o que outros dizem como mais uma hipótese a considerar, mais uma abordagem ou ponto de vista a ter em conta…
Daí que, sem estes pressupostos adquiridos e postos no terreno, seja muito fácil a crítica cientifica e tecnicamente falha de fundamentação ou simples trabalho esforçado de pesquisa e análise essencial à tomada de decisão atempada, coordenada e, colectiva e individualmente, consensualizada, por isso aceite por confortante, respaldadora e democrática maioria, sempre tolerante, dialogante e receptível a opinião, talvez fracturante e minoritária, mas que, por demasia, com frequente pertinácia, enriquece e fomenta a(s) proposta(s) mais facilmente aceite(s).
Deveriam ser estes ou não os pilares estruturadores da nossa vida social, política, cultural, enfim, comunitária?
Deveria ou não ser esta a matriz de qualquer poder local, regional, nacional ou mesmo global?
Há mais de trinta anos (pelo menos…) que andamos a dizer que sim! Mas a(s) prática(s) têm sido outras – muito mais enraizadas em percurso histórico centralista, tendencialmente prepotente, senão mesmo muito mesquinhamente narciso, mesmo antidemocrático e perversamente egocêntrico.
Assim as assimetrias (e o desenvolvimento, que se deveria sustentar e não ser só sustentável - o Relatório Brundtland já tem 20 anos…), agudizam-se ou eternizam-se na simples expectativa de...
Assim os conceitos de ‘glocalidade’ e de emergência de novos modelos continuam a ser invariavelmente relegados para um secundaríssimo plano. Assim se dá azo a todo o tipo de excentricidades ou ‘deixar andar’ bloqueadores de soluções viáveis e consentâneas com perspectivas mais aproximadas a realidades difusas, em muito rápida transformação e difíceis, por consequência, de gerir parcimoniosamente e com horizontes um pouco mais latos do que os ‘ditados’ pela lógica eleitoral / partidária. Esta, embora democrática, sem dúvida, já é muito pouco capaz de responder, porque limitada a curtíssimos espaços de tempo e janelas de oportunidade, a desafios contundentes e sequiosos de renovação.
Daí a necessidade de novas formas de resposta institucional, pública ou privada, às necessidades e anseios cidadãos, que implicam novas posturas, onde as ideias-chave são abertura, consenso, participação, diversidade e adaptação à rápida transformação do real – uma abordagem que tenha como ‘pedras filosofais’ a aprendizagem, a aceitação e acomodação à novidade, sem perder o passado, a ‘cultura’, para poder viver o presente com mais serenidade e fulgor para enfrentar o devir.
Por isso consideremos toda a polémica natural, participemos onde e como pudermos na vida da comunidade, nos seus momentos difíceis e de profunda crise ou nos de rápida mudança e crescimento. Mas procurando ser e estar com e não contra, isto é, respeitando o que de mais sagrado deveríamos sempre ter em mente: caminhar sem ‘demónios’ ou ´pó’ que nos tolham a humanidade e o respeito fulcral por nós mesmos e pelo(s) outro(s). Só a dimensão ética e plural da vida da polis permite a sua natural evolução e desenvolvimento construtivo e constitutivo de futuro(s), por mais que isso possa custar à nossa pulsão (também naturalmente humana) egoísta e rapinadora…
Só assim seremos dignos dos que atrás tanto nos deixaram e que tanto tendemos a esquecer. Também só assim seremos dignos dos que nos continuarão, mesmo que os seus caminhos venham a ser totalmente diferentes dos que trilhamos…
Qualquer contributo deve começar por aqui!
PARA QUE VALHA A PENA!
Porque a alma nunca será pequena…
Com ou, preferivelmente sem, ‘demónios e pó’…

Tomar, 1 de Março de 2007

in: rimaserumos.blogspot.com

Anónimo disse...

Então srs independentes não dizem nada...
Ena pá, isto vai bonito...
Agora ...cortaram-lhes o pio...
Isto de andar nos blogues a mandar bocas e a criticar sem dar a cara também tem das suas...
A não ser que voltem aqui a este blog.

GABINETE/LUIS FERREIRA

Anónimo disse...

Eu vou explicar: os srs IPT's não dizem mais nada porque, se formos a ver bem, eles também dizem sempre o mesmo. Portanto há que dar descanso à malta porque senão a malta até enjoa! Obrigado a todos e o Senhor seja Louvado por, de vez em quando, lhes avariar o computador!!!

Anónimo disse...

Não sei se sabem mas os independentes já são independentes mesmo entre eles. No outro dia, em local público, o Pedro Marques defendia as posições do Paiva com todo o ardor, de tal maneira que se ouvia em toda a sala !!! Será que os outros independentes também apoiam o Paiva. Claro que não! até porque o Paiva não os pode comprar a todos... Pelo menos ao mesmo tempo....

Anónimo disse...

Os Independentes sempre foram independentes entre eles, porque são cidadãos que pensam pela sua própria cabeça e actuam por princípios.
Se um defende o Paiva tem esse direito, lá saberá porque o faz e fá-lo por sua conta e risco.
Que mal tem isso?
Os outros até podem concordar em parte ou nem sequer concordar e depois o assunto discute-se internamente.
A liberdade individual intrínseca nada tem a ver com o "carneirismo" acéfalo.
Felizmente que o "balneário" tem sido blindado, como acontee com as grandes equipas.
Uma coisa é certa - por Tomar estão todos de acordo, o que não sucede com outros em que a disciplina partidária pode implicar submissão.
Quem está sempre a "pegar" com os Independentes só pode ter uma grande inveja e uma grande dor de "corno".
E, claro, aproveita logo para imaginar aquilo que consigo certamente acontece - a compra e venda da consciência, do voto, da opinião.
Infelizmente há se venda por um prato de lentilhas e julgue que todos seguem essa cartilha.
Felizmente se enganam ao querer julgar os outros.
Que se saiba o Paiva não comprou nenhum dos Independentes e não o tentou também.
Ele que experimente que levará a resposta!!!!
E o resto são cantigas.

Anónimo disse...

Mais do mesmo...
Volta LF - tás perdoado!!!...
.:

Anónimo disse...

LF par lui même! ou
LF homónimo de LF

Anónimo disse...

É que devem ser cá uns princípios!

Anónimo disse...

Caros colegas bloguistas

Tenho estado um pouco afastado das leituras bloguistas, mas vejo que pouco mudou por aqui.

Continuam a querer arrolar-me no campo dos anónimos que atiram pedras e fogem como num comentário anterior, mas reflectam um pouco, não preciso de o fazer: já dou opiniões suficientemente polémicas e assinadas, para me dar a tal trabalho de anonimato.

Vejo que deve ter sido "arranjada" a net no rés-do-chão da antiga Biblioteca, pois os comentários ignóbeis voltaram, como se os "ditos Independentes" fossem o centro do mundo, safa!

Aguardo com serenidade que reconheçam que tinha razão a propósito do Hospital de Tomar, aquando do artigo "A verdade sobre o Centro hospitalar". Mas se não o quiserem fazer não faz mal, o que importa é que os cuidados de saúde, a nível de urgências hospitalares neste momento, fiquem a funcionar de forma melhor. Esse é de facto o grande ganho: CLARIFICAÇÃO e assumpção de responsabilidade por parte do Município.

Felizmente que neste último aspecto a maioria PSD e o seu Presidente aceitaram o repto dado quer por mim, quer pelo Presidente do meu Partido no célebre debate público, tão glosado por estas bandas. Nunca fica mal ao poder quando reconhece o erro e emenda a mão. Neste aspecto algo de novo se está a passar em Tomar. Estou convicto que tal acontecerá também com a localização do futuro Centro Comercial. Também aqui o Presidente e a maioria PSD na Câmara irão emendar o erro proposto: é que não podem continuar a querer ser autistas e impôr a destruição do Mercado Municipal contra a opinião de mais de um milhar de pessoas que se deram ao trabalho de o escrever e entregar no POLIS.

Posso até estar errado, mas continuo convicto que a melhor solução mesmo é continuar a pedagogia democrática e o apelo à cidadania.

Com tal atitude ganha Tomar e ganham os Tomarenses.

E já agora que o Centro Comercial vá para Marmelais, que fica lá muito bem!

Um bem haja a todos, do

Luis Ferreira (o verdadeiro)

Anónimo disse...

"Vejo que deve ter sido "arranjada" a net no rés-do-chão da antiga Biblioteca, pois os comentários ignóbeis voltaram, como se os "ditos Independentes" fossem o centro do mundo, safa!"

O Sr. Luis Ferreira vai ter de provar aquilo que falsamente escreveu.

Se aqui se não retratar das imputações falsas e injuriosas o seu comportamento será avaliado pelo Tribunal Judicial de Tomar

Anónimo disse...

rsrs

Já tremo de medo, estimado anónimo.

Vai ser através de uma "acção popular de anónimos"?

Ou então uma acção pública contra a liberdade de opinião assinada, a minha, interposta por opininantes não identificados?

Só conseguiu isso? Sobre o Hospital nem uma linhita ou sobre a defesa do Mercado, também nada?

Vá lá, agarre nessa violinha e carpe as suas máguas...

rsrs

Luis Ferreira

Anónimo disse...

(para o revisor oficial)

É obviamente "opinantes" e não "opininantes".

Um errito de dactilografia, vai-me perdoar, estou certo.

Luis Ferreira

Anónimo disse...

E já agora é "mágoas" e não "maguas". Irra que aquela do Tribunal pôs-me e tremer...

rsrs

Divirtam-se e sejam felizes

LF

Anónimo disse...

Brinca brinca que um destes dias vais chorar, grande pinante!

Anónimo disse...

Próxima notícia do 24 Horas:

"Autarca de Tomar ameaçado por uma larguíssimo grupo de anónimos bloguistas, refugia-se em casa apalaçada com inúmeras incrustações de marmore, pertença de ex-autarca da mesma edelidade"

"Suspeita-se que os anónimos aguardam há mais de três dias que os Bit's e os Bytes da respectiva casa dêem a localização do dito"

"Investigação apurada dos nossos jornalistas informam que tudo começou quando o dito autarca teve a coragem de começar a dizer a verdade - coisa rara e difícil na vida política...."


(E podíamos continuar a brincar. Sim, porque rir nunca fez mal a ninguém!)

Estimado anónimo mal disposto, reafirmo-lhe que faço política desde os 11 anos de idade e não sou conhecido por ter medo de confrontar a minha opinião com quem quer que seja. Aproveite este tempo bom para reflectir sobre se vale a pena continuar a debater-se comigo. Já muitos houve, no passado, que tentaram e acabaram sempre por desistir. Olhe faça o mesmo e assim ganha algum tempo para fazer algo de útil pelo nosso Concelho.

Cumprimentos do

Luis Ferreira

Anónimo disse...

Presunção e água benta ......
Gaba-te cesto....

h.lobo disse...

Uma anedota que circula na "net" e que se aplica fielmente á futura vila de Tomar

Um pescador de caranguejos nunca tapa o balde em que vai colocando os
caranguejos que apanha. Isto admira toda a gente à sua volta.

Alguém lhe pergunta um dia : "Porque não tapas o balde em que tens os
caranguejos ? Não tens medo que fujam?"

Ao que o pescador calmamente responde: "Não é preciso.. são caranguejos
portugueses: quando um tenta subir, os outros imediatamente o puxam para
baixo!" .........

Para reflectir...

H.Lobo

h.lobo disse...

Uma anedota que circula na "net" e que se aplica fielmente á futura vila de Tomar

Um pescador de caranguejos nunca tapa o balde em que vai colocando os
caranguejos que apanha. Isto admira toda a gente à sua volta.

Alguém lhe pergunta um dia : "Porque não tapas o balde em que tens os
caranguejos ? Não tens medo que fujam?"

Ao que o pescador calmamente responde: "Não é preciso.. são caranguejos
portugueses: quando um tenta subir, os outros imediatamente o puxam para
baixo!" .........

Para reflectir...

H.Lobo

Anónimo disse...

faço política desde os 11 anos de idade
Luis Ferreira

Um distinto político profissional que vive DA política, ou seja, à custa do orçamento.
Parabéns e continue por muitos anos.

Anónimo disse...

Digamos que,além do MAIS,e é muito,é um autêntico menino precoce,um talentoso prodígio dos excrementos da democracia.
A costela situacionista é hereditária,vem do PIDEIRO papá.
Está-lhe no código genético.
O rapaz não tem culpa de ter nascido com o mesmo defeito de fabrico.
É A VIDA,sois disant..............

Anónimo disse...

E já agora que o Centro Comercial vá para Marmelais, mais o grande Luis Ferreira (o verdadeiro), que ficam lá muito bem!

Um bem para todos.

Anónimo disse...

O luis ferreira regressou o blogue privativo onde ataca os outros sem ser incomodado (não dá direito de resposta).
São assim os precoces, destemidos e dedicados políticos cá do burgo.

santa Cita disse...

Merdosos, tristes e invejosos. Tomar no seu "melhor".

Anónimo disse...

Quando o Papa Paulo VI veio a Portugal viviamos em "ditadura", sendo 1º ministro Salazar.

O Papa perguntou-lhe qual o motivo de ter tantos ministros, obtendo a seguinte resposta:


- Santidade, Jesus tinha 12 apóstolos, eu tenho 12 ministros.


Em 2008, quando o Papa Bento XVI visitar Portugal e perguntar a José Sócrates para quê 34 ministros e secretários de estado, Socrates certamente, responderá:


- Bem, Santidade... Ali Babá tinha 40...

Anónimo disse...

Sobe o café, sobe a aguardente
Sobe o vinho que nos derruba
Sobe tudo e cá prá gente
Só baixa o que eu quero que suba...

Anónimo disse...

o silva, pato bravo bem sucedido, conduz e seu mercedes a caminho da missa de domingo, acompanhado pela esposa (como sói dizer-se) quando num semáforo, obrigado a parar, vê um descapotável conduzido por uma loura já quarentona encostar ao seu lado e saudá-lo com um amigável:
- olá ó silva. tás bom?...
o momento foi breve mas suficiente para desencadear um agressivo interrogatório centrado na pergunta, repetida até à exaustão:
- quem é a fulana?... diz-me, quem era aquela ordinária de merda?...
vencido pela persistência da cara metade, o silva acabou por confessar:
- ó mulher acalma-te. aquela era a puta... do sousa, o meu sócio.
minutos depois e uns quantos quarteirões à frente, nova paragem e mais um cabriolet, desta vez conduzido por uma vistosa morena, de onde voltou a saír cumprimento:
- então silva, estás bem?...
consequência: novo e ainda mais cerrado interrogatório:
- e esta?... quem é? diz-me se tens lata. também é amante do sousa???...
vencido pelo cansaço, o nosso 'herói' finalmente admitiu:
- porra mulher!...esta é a minha.
fecha a 'matraca' e põe-te mansa... um homem da minha posição não pode passar sem uma amante.
a senhora recostou-se melhor no assento, embatucou por uns largos minutos, mas acabou por dizer:
- ó silva?...vendo bem as coisas, a nossa puta é muito melhor.

Anónimo disse...

Pinto da Costa vai ser canonizado por ter feito dois milagres:

-primeiro conseguiu com que uma cabra escrevesse um livro...

-segundo conseguiu fazer com que seis milhões e UM camelos o lessem...

... disse...

Ó Conde do Flecheiro

Está talvez na altura de colocar, também aqui, alguma moderação nos comentários, não lhe parece?

Aí este blog até poderia passar a ser um espaço sério, onde se fizesse alguma reflexão sobre os problemas prementes de Tomar.

Ao anónimo de alguns dias atrás, deixe lá de ter "inveja" pelo facto de fazer política desde os 11 anos. Já agora limpe-se ao guardanapo de também ter sido eleito para a Comissão Nacional da JS aos 16 e de ter sido sempre eleito Delegado de Turma no Ciclo, no Liceu, na Escola Industrial e de no I.S.T ter sido eleito representante dos alunos nocturnos junto do Pedagógico.

Quanto a viver da política, quantas vezes tenho de dizer que tenho profissão e se amanhã se extinguir a Comissão de Serviço onde me encontro hoje, voltarei calmamente à minha actividade de administração de sistemas na Administração Pública Portuguesa.

Deixe lá aquilo que sou, ou que fiz e preocupe-se mais é com aquilo que pretendo fazer, ainda, por Tomar. Isso sim, pode ser deveras interessante, especialmente para si! (rsrs)

Com um abraço "político" e de cidadania a todos os bloguistas

Luis Ferreira

Anónimo disse...

Não é ser provocador?

Luis Ferreira

 disse...






Anónimo disse...

Mas já se comenta que o candidato é o Sr. Dr. Paulo Fonseca (Sim, Dr., pois ao que parece agora no Governo Civil São todos doutores), que só corre o risco de o não ser porque não aceita "levar" o Sr. Dr. Hugo Cristovão em segundo, como a estrutura local do PS, ou melhor o Sr. Dr. (piis, também é doutos)Luis Ferreira.
Isto vai por bom caminho. A ser assim ainda termina com uma geminação com Ourém, pois é de lá que seremos governados, apesar de o actual Governador Civil ter muitos negócios imobiliários em Tomar e esta poder ser mais uma razão para ele querer ser candidato em Tomar.
Salve-se quem puder. Haja Deus!!!!.

Anónimo disse...

Decisão livre, informada, ponderada e responsável

As soluções constantes da lei de despenalização do aborto são correctas e equilibradas.
Por um lado, ela executa o veredicto do referendo (respeito pela decisão livre da mulher), como não podia deixar de ser.
Por outro lado, estabelece mecanismos destinados a asseguarar uma decisão informada, ponderada e responsável, nomeadamente: (i) uma consulta médica prévia, proporcionando toda a informação relevante para uma decisão consciente; (ii) a disponibilização de aconselhamento social e psicológico para quem o desejar, de modo a atender a casos de insegurança ou angústia; (iii) um período de reflexão obrigatório de três dias, para impedir decisões precipitadas; (iv) e um aconselhamento obrigatório posterior de planeamento familiar, de modo a prevenir novas situações de gravidez indesejada.
Com esta lei, tem início uma nova era para a liberdade e dignidade das mulheres em Portugal. Que ela seja aprovada no dia 8 de Março só ajuda a sublinhar a sua importância simbólica.
[Publicado por vital moreira]

Anónimo disse...

Euromilhões
Privados abrem clínicas onde Governo fechou centros de saúde

Três grupos privados e a União das Misericórdias Portuguesas são as entidades privadas e da rede social que já puseram em marcha um ambicioso programa de abertura de unidades de saúde que pretendem ocupar o vazio deixado pelo Estado ao fechar urgências, centros de atendimento permanente e maternidades.

Mirandela, Espinho e Cerveira são as três localidades onde já está prevista a abertura de novas unidades de saúde, depois de o Ministério ter anunciado a intenção de desinvestir. Enquanto tal não se verifica, na Mealhada a Misericórdia local inaugurou recentemente o serviço de urgências, assim como em Vila do Conde - cujas urgências deverão encerrar, segundo o previsto pelo relatório técnico do Ministério da Saúde - também funciona há um mês o atendimento permanente na Misericórdia local (ver página ao lado).

(...)

Por falta de comparticipação estatal no custo das urgências, os cidadãos terão, provavelmente, de pagar mais. "Actualmente, a taxa moderadora é de 15 euros. Mas mesmo que, por exemplo, uma pessoa tenha de pagar 25 euros, compensa por ter o serviço ao pé da porta", explica Manuel Lemos. A oferta passa, adianta ainda, por "urgências básicas, para um primeiro conforto".

(fonte: DN).

Anónimo disse...

“Ordinariamente todos os ministros são inteligentes, escrevem bem, discursam com cortesia e pura dicção, vão a faustosas inaugurações e são excelentes convivas. Porém, são nulos a resolver crises. Não têm a austeridade, nem a concepção, nem o instinto político, nem a experiência que faz o estadista. É assim que há muito tempo em Portugal são regidos os destinos políticos. Política de acaso, política de compadrio, política de expediente. País governado ao acaso, governado por vaidades e por interesses, por especulação e corrupção, por privilégio e influência de camarilha, será possível conservar a sua independência?”
Eça de Queiroz, 1867

h.lobo disse...

Ao anônimo do post acima, agradeço o comentário, já me tinha esquecido das licões que o Dr.Humberto dava no CNA sobre Eça e a politica da sua época e a comparação com a actual.
Acho no entanto que o Cassola estava a dormir nas aulas ...
H.Lobo

Anónimo disse...

Agora há outros "políticos" emergentes a dormir na forma sobre estes temas & problemas.
Os resultados estão cada vez mais à vista.
E só não vê quem não quer!

Anónimo disse...

No "Cidade de Tomar" de 6ª feira dia 16 de Março:
a sugestiva entrevista (mais uma!) de Dr. Luis Maria da Graça, nitidamente candidato à substituição de António Paiva no PSD.
Curiosas as reticências de Luis Graça à governança actual e as posições afirmativas de António Paiva à mesma (sua) governança.
Isto está-se a compor as peças do puzzle vão-se encaixando.
Só uma dica: Luis Graça + Ivo Santos (o baronato + os jovens).
E não digo mais nada.
Pensem nisto.

Anónimo disse...

Mas,curiosamente,Luis Graça não diz que uma eventual candidatura será pelo PSD.
Ele fala num grupo de pessoas(???).
E,ao que se fala por aí,ele terá tido contactos com os IpT em 2005.
Aliás,como aconteceu com outras figuras do PSD e do PS.
Luis Graça + alguns "intocáveis" dos IpT,da CDU e BE,poderá ser uma alternativa credível,se fora do quadro partidário local.
E não digo mais nada.
Pensem nisso.

JAS_K disse...

Que Luís Graça deseja ser candidato está claro, aliás como quase todos os que aparecem no especial do CIdade de Tomar esta semana.
Que o Cidade de Tomar aposta em Luís Graça também é evidente, basta ver a diferença de tratamento, por exemplo na foto, quando nem se entende sequer a justificação para o entrevistar.
Repare-se ainda que não aparece ninguém verdadeiramente do PSD, sendo que este é representado por PAiva e... Luís Graça.
Ou seja, o PSD já tem candidato. Falta saber se tal foi decidido em reunião do partido ou da Opus.
Quanto aos IPT deixem-se de ilusões, eles são marca registada e propriedade de Pedro Marques, onde só ele aceita ser candidato, e que cujo fim será trazido pelo dono.
E pelo PS diz-se que querem Paulo FOnseca, mas não sei porquê não acredito. Acho mesmo que o candidato será também um dos dois que escreve no mesmo especial do CT. Falta saber se arquitecto se jovem professor.

Anónimo disse...

Sobre Luís Graça candidato - Luís Graça não fala do PSD e o PSD não fala em Luís Graça...Isto está a ficar bom!!!

alice abrunha disse...

Durmam durmam descansados
inocentes em vossos sonhos velados
Que noutras camas alguém vos prepara
o pequeno-almoço de rajada.

Anónimo disse...

poetisa alice abrunha em tom pungente
vem cantar a inocência dos pacóvios
vítimas de golpe de alcova indecente
na sujeição a todos os opróbios

fique em sossêgo vate preocupada
que os inocentes se irão acautelar
pois é gente ingénua sim, mas cuidada
que parece perder, mas está a ganhar

e não são os alcoviteiros encobertos
que conseguirão lograr os maus intentos
porque, com a mania de que são espertos,
se esquecem que os ingénuos estão atentos

e tu alice abrunha travestida de poeta
recorda sempre que os tais inocentes
bem sabendo da conversa da treta
nos conspiradores ferram os dentes

D.Pedro-conde de Barcelos disse...

Versos tão bem feitos
e com tanta perfeição
encobrem certos eleitos
a quem não podem dizer não

Se piores fossem as rimas
e os versos não batessem
não andavam por aqui certas primas
procurando quem as fodessem

Eu sou mal educado
mas não sou mentiroso
deixo aqui o meu recado
Paiva és horrososo

D.Pedro
Conde de Bercelos

Anónimo disse...

Ah
Fadista leon, poeta bocagiano (no "paleio", que não na rima), afinfa-lhe que o teu pai já lhe afinfava.
Anda Pacheco carrega-lhe nas tintas.

Anónimo disse...

Já no meu tempo era assim...

Havia os que "lá iam"
E os que contentes contavam a história...

Anónimo disse...

No que respeita a eleições, o espectro partidário diminuíu em 20%. De 5 (PS, PSD, BE, IpT, CDS) passou para 4 (o CDS já era! se é que alguma vez foi)

Anónimo disse...

Está enganado amigo.
Aumentou.
Porquê?
Porque agora há o CDS (do Ribeiro, Narana e Mª José) e há o PP (do paulo portas).
É o cahamado um em dois.
Está mais re-partido.

Anónimo disse...

"Anonimato não garante impunidade"
BLOGUES PORTUGUESES MAL-INTENCIONADOS SÃO POUCO FREQUENTES

O recurso ao anonimato mal-intencionado nos blogues portugueses tem sido pouco frequente e "não é garantia de impunidade. Quando há injúrias e difamação, há meios de chegar às pessoas," afirma Leonel Vicente.
O estudioso da blogosfera portuguesa, recordou que os dois casos mais polémicos de anonimato nestes espaços portugueses, terminaram com o "apagamento" de todos os posts pelos próprios autores - que nunca chegaram a ser conhecidos - depois de terem sido ameaçados de processos por difamação.
O autor de "Memória Virtual" e um dos oradosres de convidados do debate "Falar de blogues temáticos" que decorreu em Lisboa, referia-se aos autores anónimos dos blogues "Muito Mentirosos", que lançava insinuações sobre o processo Casa Pia em forma de perguntas numeradas e"Freedom to copy", que acusou Miguel Sousa Tavares de plágio no seu romance "Equador".
Leonel Vicente salientou que foram "casos extremos", mas reconheceu que a acusação de plágio gerou "uma situação bastante desagradável". Na sua opinião, contudo, por mais criticáveis que possam ser os blogues de autores anónimos, "é necessário separar duas vertentes: um "bloguer" não é um jornalista e não está sujeito a regras éticas e deontológicas". Para José Carlos Abrantes, organizador do debate, é "inevitável" o anonimato nos blogues, devendo a questão colocar-se apenas nos planos jurídico e da credibilidade.
(Fonte: O Primeiro de Janeiro)

Anónimo disse...

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO

O dono do talho ficou espantado com a entrada de um cão dentro da loja. Enxotou-o, mas o cão voltou logo de seguida ; tentou novamente espantá-lo,quando de repente reparou que o cão trazia um bilhete na boca.
Pegou o bilhete e leu :
-Pode mandar-me 12 salsichas e uma perna de carneiro, por favor ?
O cão trazia também dinheiro na boca, uma nota de 50 euros.
Ele pegou no dinheiro, pôs as salsichas e a perna de carneiro num saco ecolocou-o na boca do cão. Este começou a descer a rua, e quando chegou ao cruzamento depositou o saco no chão, pulou e carregou no botão para o sinal ficar verde.
O talhante ficou realmente impressionado. Como já estava na hora, decidiu fechar a loja e seguir o cão.
O animal atravessou a rua e caminhou até uma paragem de autocarro, sempre
com o talhante a segui-lo. Esperou pacientemente com o saco na boca que osinal fechasse e pudesse atravessar. Na paragem, o cão olhou para o painel dos horários e sentou-se no banco, esperando o autocarro.
Quando um autocarro chegou, o cão foi até à frente para conferir o número evoltou para o seu lugar. Chegou outro autocarro e ele tornou a olhar, viuque aquele era o número certo e entrou.
Boquiaberto, o talhante seguiu o cão. Mais adiante o cão levantou-se, ficou em pé nas duas patas traseiras e carregou no botão para mandar parar o autocarro, tudo isso com as compras ainda na boca.
O talhante e o cão foram caminhando pela rua quando o cão parou à porta de uma casa e pôs as compras no passeio ; depois virou-se um pouco, correu e atirou-se contra a porta. Tornou a fazer o mesmo mas ninguém respondeu.
Então contornou a casa, pulou um muro baixo, foi até à janela e começou a bater várias vezes com a cabeça no vidro.
Caminhou de volta para a porta e, de repente, um tipo enorme abriu a porta e começou a espancar o animal. O talhante correu até ao homem e impediu-o dizendo :
"Deus do céu homem, o que é que você está a fazer ? O seu cão é um génio !"
O homem respondeu :
"Um génio ??? Esta semana, já é a segunda vez que este cão estúpido se esquece da chave !"

P. ex. o cão é Professor e o dono a Ministra da Educação (ou o Walter Politécnico, ou o Jorge Pedreira, ou o Presidente do Conselho Executivo).
Em demucracia é assim.

Anónimo disse...

Mação desbasta zona que quer exemplo de boas práticas florestais


A Câmara Municipal de Mação assinalou esta quarta-feira o Dia da Árvore "ao contrário" do resto do país, não plantando mas desbastando árvores numa zona que quer como exemplo de boas práticas florestais.

José Saldanha Rocha, presidente da autarquia, disse à Agência Lusa que, obtido o acordo de cerca de 40 proprietários de meia centena de prédios rústicos, foi iniciada uma intervenção numa área de 45,76 hectares que visa ordenar a floresta dominada por pinheiros bravos e mato que cresceram "desordenadamente e em força" depois dos incêndios de 2003.

Exemplo da estrutura minifundiária e fragmentada da propriedade florestal no concelho (um município com 41.000 hectares divididos por 80.000 proprietários), a área que começou a ser intervencionada visa ser "um cartão de visita para o país".

Anónimo disse...

Ó Sr. Conde, explique lá à comunidade bloguista, que raio é que se passa lá pela Comissão da Saúde coordenada pelo PSD na Assembleia Municipal?

É que pelas notícias cá no burgo aquilo anda uma "baita" de uma confusão.

Que tudo fica como dantes já se sabia. Mas parece que só mesmo aquela Comissão é que ainda não sabe.

Não lhe parece?

Luis Ferreira

Anónimo disse...

Este gajo tem cá uma latosa.
É mesmo sui-generis.
Onde estava o bicho no dia da concentração??????????????????
É que a coordenadora da Comissão,Graça Costa,era,segundo consta a única eleita do PSD presente,juntamente com todos os outros,salvo os do PS que também primaram pela ausência.

Ó Conde,mande-o bugiar e lavar tachos.

Anónimo disse...

Sempre provocador gentleman este Sr. Luis Ferreira ("Burro").
E, claro, baita controleiro do trabalho e das reuniões das Comissões da Assembleia Municipal, zeloso vigilante da "legalidade socrática".
Faz inveja a uns rapazinhos do Sachetti e do Silva Pais, está-lhe no sangue.
Tem uma forma de fazer e de estar na política fabulosa.
Se fosse o Governador Civil de Tomar, esta terra passava rapidamente de 12ª a 1ª destacadíssima em todos os itens
Está de parabéns o PS por ter este mui distinto membro no seu seio.
É um regalo.
Deus na Sua sabedoria e magnanimidade o continue a iluminar nas suas sapientes intervenç~ões, Nossa Senhora de Fátima o proteja de todos os perigos e o Espírito Santo se lembre sempre dele.
Ad eternum.
Amén.

D.Pedro (C.Barcelos) disse...

andava o luis ferreira
com o trompete a passear
pensando na melhor maneira
de "o ganhar" sem trabalhar

viu que o Miguel
colega na profissao
esta cheio de papel
e ele sem um tostão

quis seguir o caminho
de na politica estar
esqueçeu-se o tolinho
de bom padrinho arranjar

agora anda ao ais
com os outros á perna
Luis ve lá se cais
e se acaba a baderna

D.Pedro
Conde de Barcelos

Anónimo disse...

Grande poeta é o povo.

Não é L.F.?!

Anónimo disse...

Da-se!

Grande poeta?!

"Esqueçeu-se" diz ele! Grande poeta! Olhem se soubesse Português!

Anónimo disse...

Isto, é um facto!, está uma grande merda!

rei lear disse...

Da-semente nasce o fruto!!!
Oh chefe
Atão não sabe que os nobres têm fraco conhecimento de Português.
Por causa disso é que, na Monarquia, todos os sargentos tinham de saber escrever, ler e contar para ajudarem os oficiais nobres a comandar.
Portanto, nobre, mas analfabeto.
E já agora a talhe de foice, lhe direi que o grande homem objecto do poema também dá umas boas calinadas no Português.
Logo é ele por ela.

Anónimo disse...

Há falhas no dossier de José Sócrates na Universidade Independente
O dossier relativo à licenciatura de José Sócrates na Universidade Independente tem várias falhas. Há alguns documentos por assinar, ou sem data, timbre ou carimbo, tal como há elementos contraditórios, nomeadamente os relativos às notas atribuídas a José Sócrates.

De acordo com os documentos a que o PÚBLICO teve acesso - 17 folhas fotocopiadas de "todo o dossier" de curso -, o primeiro-ministro terminou o bacharelato no Instituto Superior de Engenharia Civil de Coimbra em Julho de 1979, com média de 12 valores. Quinze anos mais tarde, quando já estava empenhado na campanha de António Guterres para primeiro-ministro e era deputado do PS, inscreveu-se no curso do ISEL (Instituto Superior de Engenharia de Lisboa) de Engenharia Civil, na modalidade de Transportes e Vias de Comunicação.

Uma das folhas do processo, de que foi dada cópia ao PÚBLICO e lida na presença do reitor da UnI, indica que José Sócrates fez dez cadeiras semestrais no ISEL, no ano lectivo de 1994/95. E deixou 12 por fazer, antes de entrar para a Independente. Aqui, Sócrates concluiu cinco disciplinas.

D.Pedro disse...

Colegas Bloguistas
Agradeço os comentários, troquei um "c" por um "ç", erro grosseiro, os elogios também são gratificantes, pelo menos tenho a certeza que leram o texto, comentaram-no, MAS NÃO O DESMENTIRAM, com dizem posso ser "burro", "ignorante", etc, mas não mentiroso.
ao dipor

D.Pedro
Conde de Barcelos
pronto para foxx-los

Anónimo disse...

Quando o Papa Paulo VI veio a Portugal viviamos em "ditadura", sendo Presidente do Conselho de Ministros António de Oliveira Salazar.

O Papa perguntou-lhe qual o motivo de ter tantos ministros, obtendo a seguinte resposta:


- Santidade, Jesus tinha 12 apóstolos, eu tenho 12 ministros.


Em 2008, quando o Papa Bento XVI visitar Portugal e perguntar ao Engº José Sócrates para quê 34 ministros e secretários de estado, o Engº Sócrates certamente, responderá:


- Bem, Santidade... Ali Babá tinha 40...!!!!

Anónimo disse...

Harlan Ullman

Perito militar americano

Especialista em Segurança e Política Externa, é autor, com James Wade, da doutrina "Choque e Pavor" que deu nome à operação dos EUA no Iraque

Conselheiro do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais

Quatro anos após a invasão, o Iraque vive uma guerra civil com várias fontes de violência, diz ao DN o perito americano em Segurança Harlan Ullman. De passagem por Lisboa, o autor da doutrina "Choque e Pavor", que deu nome à operação dos EUA no Iraque, garante que a Casa Branca não usou a sua estratégia, apenas "o slogan".
A sua doutrina "Choque e Pavor" deu o nome à operação dos EUA no Iraque, em 2003. Apesar disso, é um crítico feroz da forma como Washington actuou naquele país. Porquê?

A noção de choque e pavor não é a que foi usada no Iraque. Trata-se de controlar a vontade e percepção do adversário, levando-o a fazer o que queremos e deixar de fazer o que não queremos. Não se trata de combater o exército iraquiano ou outro. Mas o que vimos naquela guerra foi uma tentativa para derrotar os soldados iraquianos e chegar a Bagdad o mais rapidamente possível. As minhas críticas prendem-se com o facto de não termos compreendido a cultura e política iraquiana. Não estávamos preparados para o pós-guerra. O que se gerou foi o caos, violência e instabilidade. E vai ficar muito pior antes de melhorar.

A forma como a Administração aplicou a sua doutrina...

Não aplicou. O que fez foi usar um slogan. Quando vi o nome atribuído à operação dos EUA no Iraque fiquei abismado. O que é interessante é que o ex-secretário da Defesa Donald Rumsfeld pertencia ao grupo de trabalhos. Fiquei chocado por não ter aplicado a doutrina correcta.

Porque não o fez?

Na Casa Branca acreditavam que, chegados a Bagdad, a guerra terminava, os iraquianos assumiam o controlo e não era preciso preocuparem-se com o pós-guerra. Se olharmos para o plano do general Tommy Franks, prevê que 45 meses após a invasão, no Natal de 2006, os EUA só já tivesse 20 mil soldados no terreno.

Quando elaborou a doutrina, pensou nas vítimas que poderia causar?

O objectivo do "Choque e Pavor" era minimizar as baixas. Por isso, não posso responder à sua pergunta. Claro que há baixas, danos colaterais. Não é uma questão de doutrina, é a tragédia da guerra.

Como é que classifica a situação no Iraque neste momento?

Desesperada.

Falaria em guerra civil?

Há várias guerras civis. Entre xiitas, sunitas e curdos. Há quatro ou cinco fontes de violência: rebeldes, terroristas, Al-Qaeda, prisioneiros, iraquianos que recebem dinheiro para fazer explodir coisas. É uma situação muito complicada, tal como os mais recentes relatórios dos serviços secretos concluíram.

Qual é a solução?

Não há nenhuma.

Mas entre enviar mais tropas e retirar, qual é a melhor opção?

Não sei. Se retirarmos amanhã, a situação vai cair numa enorme instabilidade e violência. Esse seria provavelmente o pior cenário. Mas se ficarmos, também se pode agravar. A minha tendência é para ficar, mas o que se passa é uma catástrofe e não há solução. Apenas podemos conter a violência. E nem a Administração, nem o Congresso parecem ver isso. Os democratas criticam a Casa Branca, mas não têm uma alternativa.

Faz parte dos 65% de americanos que acham que os EUA não podem ganhar a guerra

Sim, e achei isso desde o primeiro dia. Não percebemos no que nos estávamos a meter. Como se define ganhar? Eu diria que é deixar um país estável com um governo democrático. Temos de esquecer a ideia de impor uma democracia.

Todos falam de um ataque ao Irão. É uma possibilidade?

Sim.

Os EUA têm meios para mais uma guerra?

Não se trata de mais uma guerra. Se houver um ataque, irá ocorrer no próximo ano contra as instalações nucleares iranianas. É claro que temos meios para o fazer. A probabilidade de o fazermos é baixa, mas não é nula. Bush não vai deixar essa responsabilidade para o sucessor.

Desta vez deviam aplicar a sua doutrina?

Não a deviam ter aplicado da primeira vez. Atacar o Irão pode ser tão mau ou pior do que atacar o Iraque. Trata-se de um país com mais de 70 milhões de habitantes e tem forma de retaliar.

Anónimo disse...

INDEPENDENTES por TOMAR

PEDIDO DE INFORMAÇÃO :


A população do Concelho tem constatado que, nestes últimos anos, Tomar tem vindo a perder serviços, que durante décadas deram emprego e valorizaram a imagem de Tomar no contexto regional e nacional.

Assim, entre outros foram-se perdendo o Quartel General, o Hospital Militar, o Tribunal Militar, a Messe de Oficiais, os Serviços Sociais do Exército, a Delegação do Instituto Nacional de Estatística, a Polícia Judiciária e o que se passou mais recentemente com a mudança da Direcção Regional do Ministério da Agricultura, a que se seguirá o desmembramento do Gabinete de Apoio Técnico (GAT), não esquecendo as tentativas de desvalorização do Hospital de Nossa Senhora da Graça também a favor de Abrantes, bem como de extensões do. Centro de Saúde.

Para além do referido, somos agora confrontados com a transferência para Ourém do Comando do Destacamento da G.N.R. em Tomar.

Dada que a situação descrita terá implicações nas condições da segurança dos cidadãos e da integridade dos seus bens, principalmente na parte rural do Município e não há conhecimento de alternativas a tal situação, os Vereadores Independentes por Tomar solicitam do Senhor Presidente da Câmara as seguintes informações:

1.- Foi previamente consultado ou informado sobre a saída do Comando da G.N.R. de Tomar e a sua transferência para Ourém?

2.- Tem conhecimento do novo dispositivo de segurança previsto para colmatar esta transferência do Comando da G.N.R.?

3.- Prevê tomar alguma posição sobre este assunto?

Em nossa opinião, caso esta situação tenha sido tomada, sem qualquer informação prévia da Câmara Municipal, deveremos de imediato tomar posições que defendam o interesse dos cidadãos do nosso Concelho perante o Governo?

Tomar, 27 de Março de 2007

OS VEREADORES INDEPENDENTES por TOMAR;

PEDRO ALEXANDRE RAMOS MARQUES

ANTÓNIO ROSA DIAS

h.lobo disse...

Caros Bloguistas
Com as perdas que têm sido contabilizadas ao nivel da cidade o melhor seria acabar (também) com a PSP e entregar o controle da mesma á unica força resistente e crescente da cidade, talvez uma troika Maurito, Roflin, Pascoal.
Para que é preciso forças policiais quand já temos um exercíto á porta, com armamento e qualidades demonstradas, se acrescentarmos as câmaras de tv do Paiva fica tudo em ordem....

A tempo
Qaundo passarem em frente á Antiga Pensão Nun´Alvares no cruzamento da ARAL olhem pra cima do edificio da pensão e vejam o globo com a camara que lá está, está outra na Rotunda no prédio do Zézinho Paneiro, onde estarão ligadas ? ...

H.Lobo

Anónimo disse...

É o moderno sistema de vídeo-vigilância CMT, como no chamado Estádio e parque aquático de estacionamento.
Para o Curvelo está muito bem, é preciso vigiar as "malfeitorias" da malandragem.
A Comissão de Protecção de Dados não faz, nem diz nada, caladinha como rato.
A devassa da vida dos cidadãos vai-se fazendo à conta da vigilância, que só vigia o que não deve nem é preciso.
É o País que temos!
INFELIZMENTE!!!!

Anónimo disse...

Então caro conde, para quando a montagem do sistema de videovigilancia no Flecheiro, para controlar o pó, os carros e as armas ?
Cada vez mais os honestos são incomodados e os malandros andam livres
Zé Belo

Anónimo disse...

Plano de Pormenor Mercado/Flecheiro - posição dos Independentes por Tomar

Dada a importância que o Plano de Pormenor do Flecheiro e Mercado representa para o nosso futuro, os Independentes por Tomar entendem oportuno dar a conhecer à opinião pública o seguinte:

No “Programa Eleitoral – Compromisso com os Eleitores” assumimos publicamente proceder ao “Estudo para a localização da nova ponte a sul, na zona do Padrão/S. Lourenço, mas em local a definir em pormenor, pois a posição defendida pelo actual executivo (Flecheiro), além de bloquear todo o centro da cidade com trânsito automóvel, destrói por completo a visão paisagística do vale do Nabão, um dos ex-libris do concelho;” (pág. 6). Defendemos ainda a “Melhoria e ampliação do Mercado Municipal, mantendo-o na sua função e traça tradicionais (Estamos frontalmente contra qualquer alteração do Mercado Municipal que desrespeite o uso e a traça tradicional existentes).” (pág. 10).
Em coerência com estes compromissos, quando, em 19 de Dezembro de 2006, o executivo apreciou, discutiu e (a maioria) aprovou o Plano de Pormenor do Flecheiro e Mercado os Vereadores Pedro Marques e Rosa Dias votaram contra com uma declaração de voto onde consignaram, além do mais,
"que as opções tomadas neste Plano de Pormenor contém alguns investimentos desadequados aos objectivos anteriormente definidos: 1.- a proposta Ponte Rodoviária do Flecheiro é contrária a um correcto ordenamento rodoviário citadino, uma vez que aumenta o tráfego de viaturas na zona escolar, afectando ainda a protecção devida à secular Igreja de Santa Maria dos Olivais, relevante património histórico e origina estrangulamentos viários em toda a zona; 2.- esta Ponte induz ainda a construção de uma via rodoviária que atravessa e interrompe a zona pedonal por excelência, prevista para a margem direita do Rio Nabão, da Ponte Nova até ao Padrão, constituindo uma barreira entre a “área de restauração e de animação nocturna (“docas”) e a zona de lazer integrando todo o Flecheiro; essa Ponte interfere ainda de forma muito negativa na visão paisagística do vale do Nabão; (…) 3.- na zona do Mercado é proposta uma intervenção radical destruindo-se o edifício do Mercado Municipal, para nesse espaço se construir o chamado Fórum, tendo como complemento adjacente a construção de um novo Mercado Municipal, mas é certo que tal opção não se fundamenta em quaisquer estudos de impacto, designadamente comercial, o que pode trazer no futuro problemas acrescidos a Tomar. Importa salientar que a opinião dos Serviços de Planeamento Físico da Câmara Municipal de Tomar é taxativa e reforça a nossa opinião, quando, na Informação Técnica nº 292/2005-DPF, de 27.05.2005, se refere que: “Entende não ser aconselhável para o futuro do centro da cidade a localização de um edifício de comércio/serviços na zona do actual Mercado Municipal, não só pelo impacto construtivo (nº de pisos/implantação), como pela relação comercial concorrencial com o Centro Histórico, ou seja, simultaneamente à melhoria geral do Núcleo Histórico e à tentativa de promover o comércio nesta zona, propõe-se um “centro comercial” relativamente à envolvente e à cidade. A tipologia de comércio caso o insucesso comercial se verifique, não permitirá com facilidade uma “reutilização”, sendo estes espaços geralmente pouco versáteis.” (sic). 4.- a proposta de inserção do novo açude entre a projectada Ponte do Flecheiro e a actual Ponte Pedonal, limita a amplitude do espelho de água resultante, pelo que tal açude deveria ser construído mais a jusante, junto à Ponte do Padrão (antiga Ponte das Ferrarias), a qual consta do Plano de Pormenor em apreciação e sempre por nós foi tida como prioritária. Com a construção dum açude no Padrão o espelho de água abrangeria uma vasta zona de lazer em toda a área situada entre a Ponte Nova e o Padrão, dotando assim todo o Flecheiro de melhores condições de relacionamento e de desfrute do seu Rio. A não adopção desta solução reduz substancialmente o significado da intervenção que se pretende levar a efeito no Rio Nabão e suas margens, principalmente na do Flecheiro. Assim, consideramos que um espelho de água como o que consta do Plano agora apresentado é manifestamente insuficiente em relação à intervenção de requalificação a levar a efeito no Flecheiro. O investimento previsto para essa requalificação seria melhor rentabilizado com a existência de um espelho de água mais substancial, o qual valorizaria sobremaneira a ligação da zona de lazer ao rio. Desta forma, os Vereadores Independentes por Tomar entendem que Câmara Municipal deverá diligenciar e instar perante o I.N.A.G. para se obter um parecer favorável à concretização do prolongamento do espelho de água até ao Padrão, como atrás referimos. EM CONCLUSÃO: Apesar deste Plano de Pormenor potenciar uma requalificação das zonas do Flecheiro, do Mercado e de Marmelais, permitindo ainda um ordenamento do território com uma melhor definição dos espaços a ocupar e introduzindo mecanismos de perequação que permitem uma igualdade na repartição dos direitos dos proprietários, o certo é que, a construção da Ponte do Flecheiro, a destruição do edifício do Mercado e a sua substituição por um empreendimento chamado Fórum, sem se conhecer o impacto que irá ter e (irá) causar no comércio tradicional local, são algumas das opções que consideramos desadequadas e inoportunas, como deixámos exposto, o que determina o nosso voto CONTRA.”

Aguardando a divulgação dos resultados dessa consulta, afirmamos:

-que é prioritária a construção da Ponte do Padrão/S. Lourenço;
-que a Ponte do Flecheiro não deve ser construída; -que esta Ponte não resolve os problemas viários que afectam a cidade;
-que é necessário revitalizar o Mercado Municipal e, em diálogo com os comerciantes aí estabelecidos, proceder à elaboração do “Programa Funcional do Mercado”, dinamizando-o e proporcionando àqueles que aí trabalham ou aí se abastecem outras e bem melhores condições de asseio, higiene, limpeza, funcionalidade, modernidade e competitividade com as grandes superfícies;
-que o comércio tradicional do Centro Histórico tem de ser devidamente apoiado, o que só se consegue com a dinamização da vida na urbe, atraindo pessoas;
-que é necessário proceder à elaboração de um estudo que avalie o impacto do “fórum” (Centro Comercial) na economia da cidade e do Concelho e em particular no comércio tradicional;
-que os problemas que afectam Tomar só se resolvem com decisões bem pensadas e estruturadas no diálogo profundo sério e sem demagogias com os cidadãos a fim de captar o verdadeiro sentir e a alma Tomarense.

Anónimo disse...

Caríssimos bloguistas

Pelos dois post anteriores ficamos todos a saber:

1º Que na ausência de um "local" de sua lavra, os IpT decidiram que o seu blog oficial é este;

2º Que havia uma Direcção Regional de Agricultura em Tomar;

3º Que têm havido uns "malandros" que têm tirado tudo de Tomar, desde o Quartel General do "tempo da outra senhora" até ao "destacamento da GNR" recentemente, decerto movidos por uma ampla e conspirativa obcessão de "prejudicar Tomar";

4º Consta mesmo, que tais conspiradores actuam "à solta" em Tomar desde o tempo dos "Vasconcelos" que são os traidores da Pátria ou quiçá uma horda de jacobinos, que numa conspiração "planetária", decidiram tomar Tomar tomando o tomável por aqui existente...

Lindo, lindo, lindo...

(Este argumento terá desenvolvimento num "Cinema" perto de si... claro que não é em Tomar, porque até isso esses "malandros" nos tiraram!)

rsrs

Bom fim de semana para todos

Luis Ferreira

(P.S. - E para os saudosistas dos tempos da cidade militar e policial do tempo da outra senhora, deixem-me que lhes diga que que desde o 25 de Abril já passaram 32 anos e o mundo e a afirmação das Cidades e dos Concelhos muito evoluiu. Um dos problemas de Tomar, é que passa a vida a olhar para trás. Por isso façam o favor de deixar de ser retrógrados e pensem mas é como é possivel tornar o Concelho um sítio "viável" e "saudável" para se viver. Com desenvolvimento econónimo e sustentável, digo eu que sou teimoso!)

Anónimo disse...

"pensem mas é como é possivel tornar o Concelho um sítio "viável" e "saudável" para se viver. Com desenvolvimento econónimo e sustentável, digo eu que sou teimoso!)"

Um tal L.F. (teimoso como um "Burro") deve deixar de vir aqui servir de ama-seca do Governo - Governo Civil e tudo o que "cheire" a PS e ainda não se deve aproveitar deste blog para vir aqui destilar toda a sua aversão, que provém da inveja e da dor de cotovelo, aos Independentes.
Se esse notável abandonar estes propósitos vai haver mais espaço para o Concelho se tornar um sítio viável e saudável para se viver.
Esta criatura, com o espírito censório marcante que o caracteriza, sempre a vigiar aquilo que fazem os outros (que elegeu como inimigos) torna o ar irrespirável e não permite desenvolvimento de um espaço verdejante e sadio.

Já agora " para os saudosistas dos tempos da cidade militar e policial do tempo da outra senhora", o L.F. vai dar uma ficha de inscrição no PS.
Esse L.F. conhece-os como ninguém (não é verdade!?) e venera-os.

Santa Cita disse...

Com tanta gente com tanto medo do Luis Ferreira só posso concluir que o homem é mesmo bom.

Virgilo disse...

ó santa cita,

Que ingrato..........
Só bom?????????????????????????
SOBERBO,GENIAL.........PREDESTINADO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Embora mais SUSTENTADO pelo OE....do que própriamente sustentável...............
Mas seja paciente que ele vai compensá-lo........
O tachito pode é ser de categoria discutível.....
Mas dê também uma palavrita ao fotogénico ugoC...........
E também não se esqueça de ir por uns comentário "puxa saco" no blog do rapaz......
Ele gosta....aprecia muito...e pedincha ao papá político...

Anónimo disse...

Sr. LUIS FERREIRA leia com atençao !!!!

rsrs rsrsr srsr srs rsrs rsrs rsrs

Quando o Papa Paulo VI veio a Portugal viviamos em "ditadura", sendo Presidente do Conselho de Ministros António de Oliveira Salazar.

O Papa perguntou-lhe qual o motivo de ter tantos ministros, obtendo a seguinte resposta:


- Santidade, Jesus tinha 12 apóstolos, eu tenho 12 ministros.


Em 2008, quando o Papa Bento XVI visitar Portugal e perguntar ao Engº José Sócrates para quê 34 ministros e secretários de estado, o Engº Sócrates certamente, responderá:


- Bem, Santidade... Ali Babá tinha 40...!!!!

Santa Cita disse...

Carissímo Virgilo

Mão me meça usando como bitola as suas qualidades. Não estou à espera nem de tacho, nem de tachinho, nem de tachão. O mesmo, pelos vistos, não pode dizer Vossa Excelência, na medida em que tenho como certo que é sua maior, senão única, motivação.

O vosso desporto favorito é deitar abaixo. Não se vos conhece uma merdita de uma ideia, o uso de um único neurónio. Servem-se apenas das ideias dos outros para o mais básico "bota-baixismo".

Naõ se esqueça de ir então agora não deixar lá um comentário "puxa-saco" mas de ir a correr lamber as botas dos seus chefitos da treta que devem achar graça monumental ao seu hilariante comentário.

Carla e serenamente, mas com todas as letras, vá à merda!

Anónimo disse...

"Carla e serenamente, mas com todas as letras, vá à merda!

Mandou a Carla àquela parte!?
Olhe que a rapariga não merecia.
E se ela vai mesmo e o leva consigo!?
Não o julgava tão possidónio Sr. Sta Cita, nem parece uma amora Silvestre!
Já agora deixe de usar o cravo vermelho no seu post.
Pode ele enojar-se!!!!

Anónimo disse...

Ou enjoar com o mau cheiro.
O 25 de Abril nao merece.

Virgilo disse...

ó santa cita,

Não percas a compostura...
Se,porventura,sabes o que isso é...
Sempre vivi e vivo do meu trabalho.
Nunca fui dado às loiças...
E não desesperes...
"Puxa-sacos" como tu é a fauna reinante...
E preocupa-te com o mau hálito que exalas...
É que a malta incomoda-se com bocas sépticas...
Mas não desistas...os situacionistas sempre arrecadam uns trocaditos...

Santa Cita disse...

Não perco mais tempo contigo. De gentalha rasca estou farto.

Anónimo disse...

Oh Santa Cita
Pareces o Santa Rita!
Melhor,
Pareces mesmo o Paulo Portas!

Anónimo disse...

Tá tudo dito! Políticos! Vão mas é trabalhar!

TRABALHAR !