22/07/2008

slow motion

Vêm os serviços administrativos do Condado do Flecheiro anunciar que este se acha confinado para balanço e reposição de stock, não olvidando as granjeadas férias dos serviçais. Contudo, pondera S. Ex.ª o Sr. Conde validar abrir para Liquidação Total do recheio.Espera-se reabrir com pujança no termo da quadra, a tempo da 2ª Gala dos Distintos Flecheirenses, abertas que estão já, as propostas para nomeados nas mais distintas áreas da política, da cultura, do desporto, e de toda a camelice e parvoeira em geral, praticada a grado e abnegação nas margens entrincheiradas do Nabão.

A quem, contudo, nestes meses quentes e aparvoados, procurar por vida no Condado, de antemão se adverte do subsequente:
Não andaremos nos frangos assados das festarolas com Dom Carrão Aspirante e Dom Becerra Já Candidato.
Não estaremos em Vilamoura com Dom Paiva O Perfeito e Dom Carlos Plebe Silva.
Não seremos agraciados no Brasil com Dom Relvas O Ubíquo.
Não esperaremos por decisão de Dom Corvêlo Falo Pouco.
Não residiremos fotografados para os jornais com Dom Ivo Massa Fina.
Não estaremos exilados na Nazaré com Luís Adjunto Ferreira.
Não ficaremos a desejar o que não volta com Dom Pedro O Independente.
Não tomaremos conta dos netos de Dom Dias Nunca Rosa.
Não estaremos acampados com Hugo Mancebo Cristóvão.
Não faremos cachopices para Carlos Amuado Trincão.
Não estaremos de guarda à Gualdim Pais com Bruno Foice Graça Martelo.

Estaremos, sim, por Augusta Ordem de S. Ex.ª O Conde do Flecheiro, ao sol com as carnes de molho e as garrafas no gelo. E assim se exige que se cumpra e faça cumprir.

484 comentários:

«O mais antigo   ‹Mais antiga   201 – 400 de 484   Mais recente›   Mais recente»
Anónimo disse...

RECEITA

OVOS ESTRELADOS COM SALSICHAS E BATATAS FRITAS

- descasce algumas batatas e corte-as aos palitos , rodelas ou cubos, conforme o seu gosto. Ponha a fritar em óleo muito quente.

- Parta alguns ovos directamente para uma frigideira com óleo já previamente aquecido. Estrele-os a gosto. Junte-lhes uma pitada de sal no final da fritura.

- Seque algumas salsichas com uma toalha de papel para lhe tirar a humidade superficial, e frite-as também em óleo. Vire de quando em quando para ficarem homogénas.

- Depois de fitas, as batatas devem ser salgadas moderadamente.

TUDO PRONTO. BOM APETITE!

Anónimo disse...

RECEITA

MORANGOS COM AÇÚCAR

Hipótese A)

-Dirija-se ao Modelo e compre uma embalagem de morangos.

-Volta para casa, retire os morangos da embalagem, tire-lhes a "picoleta" verde, parta-os em metades ou quartos.

- Com o polvilhador do açúcar adoce os morangos q.b.

- Espere 15 minutos.

PRONTO A COMER


Hipótese B)

- Dirija-se aos estúdios da TVI.

-Escolha uma das meninas da telenovela.

- Volte para casa, pegue no polvilhador do açúcar e adoce-a q.b.

- Não espere tempo nenhum.

PRONTA A COMER

Anónimo disse...

E se aparecer a ASAE não fiquem atrapalhados.
Falem~lhe do bolo-rei do Cavaco, do Sócrates a dizer porreiro pá!, do Jorge Coelho a dizer quem se mete com o PS leva! e do Mário Soares ó sô guarda desapareça, desapareça!
E não se esqueçam de enviar a ASAE para o Mercado Municipal onde o peixeiro/professor/melancia terá o gosto de ser o cicerone e lhes vomitará o seu vasta reperório a par de uns exercícios físicos.

Anónimo disse...

Ó Eduardo, o arranjo exterior da igreja de Santa Maria é muito posterior à dita, exceptuando a Torre Sineira, claro!!! Aqueles degraus, totalizando oito, foram postos muito depois por alguém que certamente valorizaria os aspectos que enunciaste na tua crónica no último Cidade de Tomar de Agosto/2008. Donde se poderá concluir que a análise catastrófica e fundamentalista que estás a fazer àcerca do seu possível desaparecimento é desajustada.
Por outro lado, sabendo-te já experiente nestas coisas do património, confesso-te que me sinto surpreendido pelo teu tom esbaforido. Então não devias já estar habituado à ideia de que um pouco por todo o lado neste país os que mais atentam contra o património são precisamente os autarcas, que, não usando a picareta propriamente dita, fazem da sua ignorância e arrogância o camartelo que tem liquidado a identidade das nossas aldeias, vilas e cidades, muitas delas com história velha de séculos?
Francamente Eduardo, há coisas que já não te deviam deixar boquiaberto!!!

P.S. - Concordo em absoluto com a tua análise relativa às obras neo-pimbas do Polis e não só, e tal como tu, que te conheço bem, também eu fico com a sensação de que, por muita acutilância que use, fico com a amarga sensação que não disse tudo o que me vai na alma...

Anónimo disse...

ó Eduardo (António) volta a candidatar-te a presidente da Câmara para repetires o brilhante resultado que tiveste e que a tua filha repetiu, embora (ligeiramente) melhor.

Anónimo disse...

Um estudo publicado no DN, divulga um levantamento realizado pelo IRAR (Instituto Regulador da Água e dos Resíduos) sobre os encargos anuais de uma família que, em termos médios, representa 2,8 pessoas por contador, em cada um dos 308 concelhos do País. Os dados do ano passado separam os custos com a água, saneamento básico e resíduos urbanos. Se somarmos a média aritmética dos três serviços, dá um encargo anual de 85,3 euros. A água é o único serviço que todos os municípios cobram.

Segundo o mapa divulgado (ver ao lado), Tomar encontra-se entre os concelhos mais caros do país, onde em média os municipes pagam mais de 250 euros por ano. No distrito de Santarém, segue-se o concelho de Abrantes com um custo médio anual entre 200 a 250 euros, em Torres Novas, Ferreira do Zêzere e Ourém os munícipes pagam em média entre 150 a 200 euros anuais, no concelho da Chamusca é onde se paga menos, com um custo anual médio inferior a 50 euros."

Temos de agradecer o Sr. Paiva o seu grande contributo para a colcação de Tomar no pelotão da frente do preço alto da água!
Ergamos o copo (de água) para o saudar!
Obrigadi, pá!

Anónimo disse...

TRIBUNAL JUDICIAL DE TOMAR
Processo nº 275/07.0TBTMR
3º Juízo
Acção de Processo Sumário
Autor: Srm - Comércio e Distribuição de Medicamentos, Tecnologias de Informação, Ldª
Réu: José António Ribeiro Mendes
Réu: Maria Margarida Falcão Bento Batista Ribeiro Mendes
Interveniente Acidental: Instituto Politécnico de Tomar
Julgamento ou Audiência final 15-10-2008
9:30

Anónimo disse...

A FAMÍLIA MENDES COMO TODOS SABEIS É DUMA ÉTICA REPUBLICANA. VAMOS A ESTÓRIAS:
- O PAI DO ZÉ MENDES QUANDO VENDIA PÃO FACTURAVA 100 PÃES E PUNHA NA CESTA 95. ESTÃO A VER A ÉTICA REPUBLICANA?
- O ZÉ MENDES GAMOU 5000 EUROS À CÂMARA ENQUANTO VEREADOR PORQUE O PAIVA QUIS, JÁ QUE MENDES SABE PODRES DO PAIVA. QUANTAS VEZES O VI A CONDUZIR BEM ACOMPANHADO O JIPE DOS BOMBEIROS? ESTÃO A VER A ÉTICA REPUBLICANA?
- O MENDES QUANDO FOI, EM JOVEM, PARA INGLATERRA FAZER O MESTRADO PAGO PELO IPT NÃO FEZ PUTO NO PRIMEIRO ANO E NO ANO SEGUINTE VEIO PEDIR DE NOVO AO PACHECO DE AMORIM APOIO FINANCEIRO NA ÍNTEGRA. O PAIVA QUE, LHE CHEIROU A ESTURRO E CONHECE O MENDES DE GINGEIRA, FOI DE AVIÃO A INGLATERRA E TROUXE AS PROVAS DE FACTO DE QUE MENDES NADA FEZ E GASTOU O DINHEIRO AO IPT. E ESSE PARASITA QUERIA IR OUTRA VEZ? ASSIM FOI-LHE CORTADA A OPORTUNIDADE DE INICIAR DE NOVO OS ESTUDOS PELO PAIVA. POR ISSO SE ODEIAM. ESTÃO A VER A ÉTICA REPUBLICANA?
- MENDES GRAXISTA COMO É: UMA VEZ COMPROU LIVROS NO ESTRANGEIRO E OFERECEU AO PACHECO DE AMORIM ARMADO EM GRAXISTA. SABEM O QUE FEZ A SEGUIR? APRESENTOU A FACTURA DOS LIVROS AO IPT. ENTÃO MAS SE OS GAJO OS OFERECEU ATÉ COM DEDICATÓRIA VEM AGORA PEDIR O REEMBOLSO AO CÂMBIO QUE MAIS O FAVORECIA! É PRECISO TER LATA. ESTÃO A VER A ÉTICA REPUBLICANA?
- QUEM É QUE INVENTOU AS MENTIRAS SOBRE O PEDRO MARQUES AO MINISTÉRIO PÚBLICO? OS INVEJOSOS DO MENDES E DO DUPLO QUEIXO. MENTIRAS DEITADAS PARA O LIXO POIS NÃO HAVIAM INDÍCIOS DE FAVORES FEITOS POR MARQUES A NINGUÉM COMO PROFERE O DESPACHO QUE TODOS CONHECEMOS. OS FINS JUSTIFICAM OS MEIOS. ESTÃO A VER A ÉTICA REPUBLICANA?
- PORQUE É QUE O POLITÉCNICO TEVE TANTO TEMPO SEM ESTATUTOS? PORQUE O MENDES FOI UM FRACO DEPUTADO (FOI MAIS QUE ISSO, UMA VERGONHA COMO POLÍTICO PARA TOMAR POIS NÃO TEM JEITO PARA EXERCER QUAISQUER FUNÇÕES A NÃO SER QUERER MANDAR E CONTROLAR. NUNCA AVANÇA COM NADA. É DEIXA ESTAR PARA VER COMO É QUE FICA) E UM DEPUTADO FRACO E NÃO DEIXOU QUE A CORJA DO PS QUE O ACOMPANHAVA NO PARLAMENTO E NO ELEFANTE BRANCO LIBERTASSE OS ESTATUTOS DA GAVETA DO MINISTÉRIO DA TUTELA. POR ISSO PACHECO DE AMORIM FOI A LISBOA, DESCOBRIU, E SANEOU MENDES DE VICE. ESTÃO A VER A ÉTICA REPUBLICANA?
- COMO É QUE UM TIPO QUE NUNCA DISSE QUE NÃO VOLTAVA À POLÍTICA ACTIVA, ATÉ PORQUE TEM CARTÃO E PODE VOLTAR A QUALQUER ALTURA À POLÍTICA, QUER SER HOMENAGIADO? QUE LATA DO QUEIXINHAS. COMPARAR-SE POR EXEMPLO COM O JERÓNIMO! ESTÃO A VER A ÉTICA REPUBLICANA?
- COMO É QUE UM TIPO QUE NÃO DEIXOU, UMA ALUNA (JÁ CONHECEM A FAMOSA ABORDAGEM DO MENDES A VÁRIAS SUBALTERNAS HÁ MUITO TEMPO), ACABAR O CURSO PORQUE QUERIA IR PARA A CAMA COM ELA? ESTÃO A VER A ÉTICA REPUBLICANA?
- COMO É QUE UM TIPO QUE É UMA AUTÊNTICA NULIDADE (NÃO DIZ COISA COM COISA E O QUE DIZ É OCO) VAI, DAQUI A POUCO TEMPO, PARA VICE-PRESIDENTE DO IPT COMER À MINHA CONTA E DOS OUTROS QUE TRABALHAM? ESTÃO A VER A ÉTICA REPUBLICANA?
-EU TENHO MAIS ESTÓRIAS DESTE REFERENCIAL DA ÉTICA RÉPUBLICANA QUE DEIXOU A SUA MARCA EM TOMAR. ESTE E DUPLO QUEIXO SÃO MUITO PARECIDOS SÓ QUE O MENDES TEM CARREIRA PROFISSIONAL E CV ATÉ MEDÍOCRE PARA A POSIÇÃO QUE TEM MAS DQ NEM LICENCIADO NEM CV PROFISSIONAL POIS VIVE DE FAVORES, INTERESSES, ESMOLAS. TÊM EM COMUM UMA COISA: FALTA-LHES... ATÉ MORREREM: CARÁCTER! ESTÃO A VER A ÉTICA REPUBLICANA?
- O CARNICEIRO DO ANTÓNIO MENDES QUANTAS VEZES TEVE A OPERAR COM UÍSQUE A MAIS? E SABEM QUE VÁRIAS VEZES IA PONDO GENTE A PATINAR POR NEGLIGÊNCIA MÉDICA. CONHEÇO GENTE QUE REZA PARA QUE NÃO OS ATENDAM POR ELE NO HOSPITAL. ERA DAOPCP/CDU AGORA É DO PS. QUE COERÊNCIA. SÓ NÃO MUDAM OS BURROS! ESTÃO A VER A ÉTICA REPUBLICANA?

É ESTA ÉTICA REPUBLICANA QUE TANTO APREGOAM O TÉCNICO-PROFISSSIONAL DO DUPLO QUEIXO E O MARICAS DO "MENINA"?

Anónimo disse...

EL BOTELLÓN

Quem por casualidade passar por perto das obras do Polis do Flecheiro e se dê ao trabalho de apreciar o trabalho já feito, achará muito esquisito aquele muro em socalco, parecido com uma bancada de estádio de futebol. Os prédios ali existentes vão ficar emparedados por uma muralha de betão com quase 3 metros de altura e 4 "bancadas" ali mesmo a pouco mais de 2 mts de distância. Já tinha ouvido dizer que aquela vai ser a zona dos bares cá do sítio. Por isso estranhei que alguns dos comerciantes da área tivessem dito em tom de satisfação que iam aumentar a sua capacidade de armazenamento, sobretudo de bebidas.
Percebo agora porquê! A necessidade aguça o engenho, e, prevenidos como sempre e antevendo o futuro, aqueles comerciantes viram naquele muro um excelente "estádio" para o famigerado "BOTELLÓN", oriundo mas banido em Espanha, mas que por cá vai ganhando adeptos e atraindo espanhóis que não podendo exercer a sua actividade nocturna favorita, procuram novos locais de permissão.
Poderá ser excelente para a revitalização económica de Tomar ver todo aquele muro pejado de pessoal a consumir desenfreadamente qualquer bebida alcoólica - não importa a qualidade ou o preço - desde que garante uma bebedeira monumental.
Assim, Tomar poderá contar com mais um festival anual, para além das pequenas manifestações de fim-de-semana, que ombreie com o Festival da Cerveja, o Congresso da Sopa, o do Feijão, o da Lampreia, etc, etc, etc.
Viva o BOTELLÓN nas margens do rio Nabão que ninguém vê mas que se julgar estar ali ao lado.
Agora só há que promover uma campanha publicitária eficiente, sobretudo em Espanha, capaz de suscitar o interesse de nuestros hermanos e os faça deslocarem-se até à linda cidade do Nabão (o rio que se julga ainda passar mesmo ali ao lado).
TOMAR CAPITAL DO BOTELLÓN.

Anónimo disse...

OLÁ CARLITOS (CARRÃO)

Espero que as recomendações que te dei àcerca da tua apresentação e comportamento à mesa, durante a festa do inauguramento da nova ponte Paulino-Polis, contribuam para que deixes boa impressão.
No entanto, acho que a minha missão não ficará completa se não te der algumas indicações relativamente às despedidas que irão acontecer no final do dia.
Por isso aqui vai!

Deves apresentar-te tão aprumado como no início. Isto é, não deves mostrar o aspecto típico do pessoal depois do repasto e com o cansaço a bater à porta: casaco aberto, botão do colarinho desabotoado e gravata aligeirada, e a camisa a deixar mostrar o princípio da fraldita. Isso far-te-ia parecer um daqueles bimbos de aldeia depois do inauguramento da fossa séptica. Procura manter o cabelo razoavelmente bem penteado e se a gordura da pele te atirar os óculos para a ponta do nariz, limpa disfarçadamente a pele e puxa os óculos para cima.
Na hora da despedida não sejas demasiado efusivo, isto é, nada de meneios de cabeça nem vénias estapafúrdias. Curva ligeiramente o tronco e faz a cabeça acompanhar esse movimento. Relativamente às senhoras amplia um tudo nada esse movimento, mas nada de exageros senão ainda pensam que queres beijar-lhes os grandes lábios. Também não mostres as emoções com grande exuberância. Não digas que foi o dia mais feliz da tua vida, que foi uma grande honra, isto e aquilo, nem que não cabes em ti de orgulho pela presença deste ou daquele. Isso far-te-ia parecer um bimbo a quem saiu a rifa do presunto na festa da aldeia. Lembra-te: moderação!!!
Age com naturalidade como se estes eventos, embora raros, não fossem uma novidade para ti. Melhor que ninguém, tu sabes que em política é fundamental parecer o que não se é!
Um abraço do teu

ANÓNIMO DE ESTIMAÇÃO

Anónimo disse...

ESCLARECIMENTO PÚBLICO

Venho pelo presente informar todos os presentes e ausentes que as recomendações que dei ao sr. Carlos Carrão, distinto político da nossa terra, aconteceram de moto próprio, não foram encomendadas por ninguém, e visaram apenas ajudá-lo a transmitir uma boa imagem.

Omiti propositadamente certos aspectos, sobretudo o da conversação a manter, porque me parece que o sr. Carrão não é possuidor dum leque de conhecimentos tal que lhe permita conversar em pé de igualdade com alguém, e muito menos fazer perdurar os diálogos no tempo, sob pena de os transformar em monólogos. Falar de quê? Discutir o quê? Os sofistas e os estóicos? Falar da arquitectura de Aalvar Alto ou Le Corbusier? Discutir a música de Alban Berg ou Henrik Górecki? A trilogia do bailado côr-de-rosa de Tschaikowsky e a ruptura face ao status quo da época? Falar de urbanismo e dinâmica das cidades? O mimetismo ou o poder do oculto?
Então, falar de quê? Futebol? Culinária? As incidências dos dois últimos espisódios da telenovela da moda?
Percebe-se que é uma missão que nem o Tom Cruise conseguiria levar a cabo, não é?...

Anónimo disse...

NO MEETING DE ATLETISMO realizado no penúltimo fim-de-semana na Suíça, a atleta portuguesa Naíde Gomes foi a vencedora do concurso do salto em comprimento.
Razões para a vitória? A atleta bebeu da poção mágica...sob a forma de um cheque no valor de 8.000 euros!

Anónimo disse...

Coitadinho do Carrão.
Os Independentes bem disparam para vários lados mas ainda não será desta que conseguirão chegar à meta.

Anónimo disse...

EM BREVE, MAIS DETALHES SOBRE A VISITA DE CAVALIA A PORTUGAL.



POR FAVOR, ENVIE-NOS UM E-MAIL COM O SEU CONTACTO E SERÁ CONTACTADO POR NÓS COM MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O ESPECTÁCULO.



INFO@CAVALIA.NET



OBRIGADO



A EQUIPA CAVALIA

Anónimo disse...

http://forumbenfica.blogspot.com/2008/09/hulk-o-novo-caso-mateus.html

o clube dos batoteiros sempre activo!!!!!!

Anónimo disse...

NOVIDADES PS

Vai haver novidade no PS de Tomar que é uma coisa nunca vista. Prepara-se uma nova lista, disse-me um pombo da Praça da República, que vão dar brado.

ESTEJA ATENTO. O DOIS QUEIXOS QUE SE CUIDE.

Anónimo disse...

Só "bocas".

Os IdP pensam que destabilizando o PS e o PSD terão mis hipoteses. Desenganem-se. O povo já os conhece de ginjeira. Nem disfarçados de "fatias de Tomar" poderão passar.

Bye Bye amigos!

Anónimo disse...

Só "bocas".

Os boys xuxas pensam que atacando os Independentes (a que agora chamam IdP!) terão mais hipóteses. Desenganem-se. O povo já os conhece de ginjeira (vejam os resultados eleitorais das três última autárquicas em Tomar). Nem disfarçados de "defensores do bezerro de oiro" poderão passar.

Ide Ide camaradas!

Anónimo disse...

O PS não vai a lado nenhum nas próximas eleições autárquicas. E será por culpa própria. Desde que a galitada da JS se apoderou do partido em Tomar começou tudo a ruir.
Dois Queixos, Menina, o Big Mac, o Toca-Flautas que vai entrar em cena (mas isso é para outro dia), os Dalton Mendes, o Rolha Vasconcelos, o projecto-de-arquitecto, o Motard, O ZÉ Sempre Em Pé...é escolher pessoal, é escolher...

Anónimo disse...

...é tudo a três érios...é escolher pessoal!!!

Anónimo disse...

Eles nem disfarçados de "fatias de cá", mas vocês vão de pastéis de bacalhau porque têm a certeza que assim alguém os come.

Anónimo disse...

...começando pelo Menina...

Anónimo disse...

O escritor Prof. Mestre SIR IVA Gigante chega para eles todos.
Aquele rapaz é um iceberg!
E os outros Titanic.

Anónimo disse...

A "RESPUBLICA"

É este o país das "novas oportunidades"? Da "qualificação"? Das "plataformas tecnológicas"? Da "competitividade"? Do "mérito"? O país que anda, há décadas, "no bom caminho"? A "crescer"? Ou, pelo contrário, trata-se de um país mentido, de um embuste permanente? Um país, em que em cada dez, há um analfabeto, não contando com a população universitária? Um país em que o "empreendedorismo" esconde o "chico-espertismo", a trapaça, a facilidade? Um país virtual, "encomendado" aos jornais, às televisões e aos blogues? É esta a "Respublica" do eng. º Sócrates? Que lhe faça bom proveito.

Anónimo disse...

Um analfabeto em cada dez? Concordo! Mas você esqueceu-se doutro factor importante: a iliteracia.
Dos restantes nove pelo menos 6 sofrem desse mal que tão ou mais perigoso que o primeiro.

Anónimo disse...

Gosto desta guerra entre o PS e os IdT.
Continuem que eu aplaudo da bancada!

O laranjinha,

Anónimo disse...

Laranjinha? Olha, outro com vontade que o comam!!!

Anónimo disse...

Depois de visionadas as imagens do jogo Benfica-Porto parece que se conclui que o Cebola Rodriguez também terá agredido o Nuno Gomes. As imagens parecem mostrar isso sem qualquer margem para dúvidas. Só que achei piada ao comentário do representante do FCP que disse: "Numbi!!!"

Cada vez gosto mais desta freguesia de Espanha!

Anónimo disse...

" Gosto desta guerra entre o PS e os IdT.
Continuem que eu aplaudo da bancada!

O laranjinha, "

Não deveria estar assinado por Corvelo de Sousa ?

Anónimo disse...

Laranjinha? Olha, outro com vontade que o comam!!!

- Pensei que preferiam fatias de Tomar ou pastéis de bacalhau, ou galinha fricasé. Deixem os laranjas em paz que estas só servem para sumo. Mas do bom! E não daquela mistela made in spain que nos entra pelo LIDL ou lojas dos trezentos (ou 1,5 €).

Anónimo disse...

Ena, tanta gente oferecida...

Anónimo disse...

O Corvêlo de Sousa! Ora, esse nem para f.... parece prestar!!!

Anónimo disse...

Ó Carlitos Carrão, na festança do inauguramento da ponte Paulino-Polis não desates a encher os bolsos com doces para levar para casa. Mais vale comprares e meteres a despesa à Câmara como despesas de representação, ou então, ainda melhor, finge que perdeste o papel e entra como despesas indocumentadas...
Ora, quem não sabe do negócio fecha a tasca, sempre ouvi dizer!

Anónimo disse...

...lembrei-me agora! carlotyos, pergunra ao Mendes como é que se metem despesas a granel!

Anónimo disse...

O quê? O Corvêlo de Sousa tem esperteza para manobrar neste blogue?
É que nem para vestir o casaco!!!

Anónimo disse...

Isto vai aquecer! A partir do fum do ano as águas vão começar a ficar agitadas. Vai ser só rir! Até o Luis Ferreira já começou a falar contra o seguidismo...ele que não é nada dessas coisas! Ele que não foi assim que rapinou a concelhia!!!
É só rir! É um espectáculo o que se passa nesta terra!!!

Anónimo disse...

Atenção, parasitas da minha terra! Vem aí o Barbichas Toca-Flautas!!!

Anónimo disse...

O Corvelo também anda por aqui?
Que seja muito bem vindo. Estou a ver que resolveu seguir o Ivo...

Anónimo disse...

Tenham calma que o Luis Ferreira anda pela calada a ver se consegue um tacho de deputado. Já tem tudo combinado com o Governador Fonseca. O pior é que só subirá a São Bento se o PS enviar os 6 primeiros da lista para o próximo governo ou outros lugares de estadão. Caso contrário ficará a chuchar no dedo... em vez de chuchar na teta...

Anónimo disse...

O Barbichas Toca-Flautas não andava pelo teatro lá pelas Lisboas?... o que é que ele quer?
Mais um a querer mamar?... tenham dó.

Anónimo disse...

Se o Barbichas Toca-Flautas é quem eu penso, então vai encantar com o som da sua flauta os ratos da cidade e atirá-los ao rio Nabão onde se afogarão. Então, com a cidade limpa de ratos viveremos todos muito felizes forever and ever!

Anónimo disse...

O Dois Queixos a deputado? Dassssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssse!

Anónimo disse...

A chuchar no dedo... estes tipos nunca ficam sem mama! Digo-o eu que já ando há muitos anos nisso.
Nunca vi nenhum à porta do Centro de Desemprego ou a pedir à porta de São João.

Anónimo disse...

Bem, pelo menos uma coisa a cidade ganha se o Dois Queixos for para deputado: melhores ares, porque deixa de cheirar tanto a porco.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Já me chegou aos ouvidos que anda por aí a tentar arrebanhar pessoal...

Anónimo disse...

No PS cá da aldeia fantasma são todos de tal cólidade caté o pessoalzinho do Flecheiro parecem meninos de coro.

Anónimo disse...

CONTRADIÇÕES

Ontem, durante a transmissão do jogo de Sub-21 entre Portugal e a Irlanda, um dos locutores, em face da paupérrima exibição dos jogadores portugueses, não se cansou de dizer quão longe estes jogadores estão da selecção A. Mais adiante, e perante a evidência do resultado (2-2) que atirava a selecção portuguesa para fora do Euro-2009, entrou em gritante contradição ao afirmar que devido à eliminação estes jogadores passariam a estar disponíveis em qualquer data para a selecção principal.
Pergunto eu: para quê? Para darem o mesmo contributo que deram à do seu escalão?
Não haja dúvidas de que a qualidade do jornalismo neste país anda muito por baixo. É como a política que devia ser exercida por entendidos e não pelos bardamerdas que se vê...

Anónimo disse...

EMENTA

SALADA FRIA DE ATUM

Ponha uma panela com água ao lume. Junte ervilhas, cenouras e batatas cortadas em pedaços pequenos, feijão verde e milho. Junte sal.
Noutro recipiente coza ovos q.b. Junte sal.
Depois de tudo cozido escorra os legumes, descasque os ovos, corte-os em pedaços pequenos e misture tudo.
Adicione atum de conserva q.b.
Junte por fim algumas azeitonas sem caroço.
Deite um fio de azeite e algum vinagre. Misture tudo de novo, suavemente com uma espátula.
Sirva frio acompanhado de maionese.
Beba cerveja ou vinho branco, de preferência verde e bem gelado.

BOM APETITE.

Anónimo disse...

Com o apetite com que estou o que ía mesmo era um bife, alto e mal passado, com batatas-fritas...

Anónimo disse...

EMENTA

PÃO COM MANTEIGA E CAFÉ COM LEITE

Deite algum leite num púcaro e ponha ao lume. Quando estiver quente tire do lume e junte-lhe café previamente feito ou em pó q.b. Junte-lhe algum açúcar.
Corte uma fatia de pão e barre-a com manteiga num ou nos dois lados conforme o seu gosto.

BOM APETITE.

Anónimo disse...

Porque é que quando se pede um bife de vaca com batatas fritas e ovo se diz que é ovo a cavalo quando a carne em questão não é de equídeo?

Ele há coisas...Tssssssssssssssss!!!

Anónimo disse...

Porque é que os homens do mar são marujos e os do ar não são araújos?
Ele há coisas...Tsssssssssssssssssss!!!

Anónimo disse...

ANEDOTA

Um dia 2 náufragos foram dar a uma ilha deserta completamente inóspita. Ao fim de 5 dias quase a morrer de fome e sede apareceu-lhes uma fada-madrinha que lhes disse:
- Vou dar-vos 3 ovos a cada um. Cada ovo representa 1 desejo. Para o concretizar têm de atirar o ovo ao chão e formular esse desejo. Mas há uma condição: dividem a ilha ao meio e cada um vive no seu lado!
Eles aquiesceram e a fada deu-lhes os 3 ovos. Separaram-se e um deles caminhou durante 1 hora. Quando finalmente chegou a um local que julgou bom, parou e pegando num ovo atirou-o ao chão e disse:
- Quero uma casa com piscina e um jipe todo-o-terreno.
De repente tudo o que pediu apareceu á sua frente.
De seguida pega noutro ovo, atira-o ao chão e pede:
- Quero a piscina cheia de gajas boas, morenas ruivas e louras.
De imediato viu o seu desejo concretizado.
Por fim pega no último ovo parte-o contra o chão e diz:
- Agora quero a dispensa sempre cheia de comida e bebida para esta malta toda.
De repente a dispensa encheu-se das melhores iguarias, vinhos e licores.
E assim começou o nosso náufrago uma vida de lorde na sua metade da ilha.
Ao fim de um mês lembrou-se do companheiro e decidiu ir procurá-lo. Dirigiu-se ao local onde se lembra de o ter deixado e, qual não é o seu espanto, encontra-o sentado numa pedra, andrajoso, magro, cheio de fome e sede, enfim quase morto.
- Então mas o que é que se passou, pá? Onde é que estão os teus 3 ovos dos desejos?
O outro olha para ele e diz-lhe:
- Ó pá, cala-te lá com a merda os ovos. Logo que tu te foste embora levantei-me com os 3 ovos no regaço mas tropecei numa pedra, deixei cair um ovo que se partiu e disse "caralhos me fodam!!)". Imediatamente isto encheu-se tudo de caralhos a quererem ir-me ao pacote. Depois tive de partir um ovo para dizer "caralhos todos daqui para fora". Por fim tive de partir o último ovo para reaver o meu!!!

Anónimo disse...

Ao anónimo das 13:19H

DIZES QUE ANDAS NISTO HÁ MUITO TEMPO? NO QUÊ? NO NEGÓCIO DO MAMAR? MAMAS EM QUALQUER COISA? NÃO ÉS ESQUISITO? OLHA, TENS AQUI UM AMIGO AO TEU DISPÕR QUANDO PRECISARES DE MAMAR!

Anónimo disse...

A mama

Os que podem mamam,
Os outros aspiram a mamar,
E todos vivemos em função da mama,
Enquanto a mama estiver a dar.
Qualquer dia a vaca seca,
E acaba-se a mama.
Ficando os mamões a rir-se de papo cheio,
Enquanto os outros continuam a sonhar com mamas d'ouro.

Anónimo disse...

Se m'amares como eu t'amo,
E m'achares como eu t'acho,
T'acharás como eu m'acho!

Anónimo disse...

Ó mama, ó que linda mama
Ó mama da Oliveira.
Tu és a mama mais linda
daqui desta terra inteira!

Anónimo disse...

A mamar é que eles se entendem!
Ora agora mama um, ora depois mama o outro e no fim mamam os dois.
E no final o POVO fica mamado até ao tutano.
Toma que é democrático!
Quem se mete om os mamões leva!
É a vida!
Habituem-se!

Anónimo disse...

Especulação
Os que há pouco negavam o papel da especulação na subida vertiginosa dos preços do petróleo, como é que agora explicam a sua não menos vertiginosa descida? O que é que mudou tanto nos fundamentos do mercado internacional do crude para justificar movimentos de preços tão rápidos e de tal amplitude?
[Publicado por Vital Moreira]

Anónimo disse...

Sim. Efectivamente não há nenhuma hipótese. A cidade, se não fosse o IPT, era uma aldeola abandonada com os respectivos aldeões em lutas fratricidas pela posse do poder e da caturrice. Vai bem a desertificação interior. Lutem, dediquem-se e parem de falar mal uns dos outros, senão ficam a falar, e eu também, sózinhos, rodeados de oásis cujas palmeiras pequenas e sem tâmaras, que nos rodeiam já nos fazem sombra. Chega de parolice porra!

Anónimo disse...

Concordo com o comentador anterior. Dada a posição geográfica e as vias de acesso já existentes a que se somam as que estão anunciadas, Tomar está com a faca e o queijo na mão para poder evoluir economicamente se os "cabeças de burro" que nos têm governado fossem minimamente inteligentes e sérios, isto é, se estivessem na política para servir a res publica e não servirem-se dela. Mas perante o cenário facilmente concluímos que não é com esta jumentaria que vamos lá.

Anónimo disse...

Tomar podia ter um centro desportivo de desportos náuticos não poluentes (canoagem, remo, windsurf, etc) em parceria com Ferreira do Zêrere. Talvez a grande parte das pesoas não saiba mas a zona do Zêzere é frequentada pelas selecções de remo da Polónia que ficam parvos com as condições do plano de águas e do clima que lhes permitiria treinar ao ar livre durante praticamente todo o ano. Lá têm de limitar-se a 7 meses e vivó velho. Também já outras equipas nacionais de outros países cá estiveram mas não com a frequência dos polacos. E todos afinam pelo mesmo diapasão: as excelentes condições naturais.
Tomar e Ferreira do Zêzere estão intimamente ligados até por questões históricas de proximidade. Não seria difícil chegar a uma "entente".
Já por várias vezes o disse e volto a repetir. O desporto arrasta consigo muita gente com alguma capacidade financeira. Faz falta a esta zona uma cidade desportiva onde coubessem desportos tão diferentes como os náuticos, uma pista permanente de motocross, um kartódromo. Para dar um exemplo uma prova oficial de karting arrasta em média cerca de 800 pessoas durante pelo menos dois dias e meio. Imaginem o valor que isso representaria em termos de dormidas e refeições, no imediato, e transversalmente para o comércio em geral.
Nunca ninguém pensou em aproveitar a estrada do convento para provas de "downtown" em skate, por exemplo. Isso é prática corrente em muitas cidades de Itália.
Lamentavelmente construiu-se um pavilhão gimnodesportivo que mais parece um armazém para fardos de palha, em vez de se apostar numa estrutura dotada de meios para receber qualquer prova de qualquer desporto "indoor". Estamos no centro do país, podíamos alindar a cidade de forma a torná-la apelativa e fazê-la perdurar na memória dos que nos visitam fazendo com que cá voltem. Este sim, seria na minha opinião uma excelente forma de promover o turismo nesta terra. Não é com Conventos de Cristo nem Castelos de Templários que vamos a algum lado. A maioria dos que visitam esse locais nem à cidade vêm. Chegam de autocarro, visitam e partem como chegaram.
As coisas em Tomar não se fazem porque a mentalidade dos burgessos que cá mandam não dá para mais.
Infelizmente!

Anónimo disse...

Tomar e Ferreira do Zêzere estão intimamente ligados até por questões históricas de proximidade


AINDA HAVEMOS DE TER UM NOVO CONCELHO CHAMADO TOMAR-FERREIRA. TODOS FICARIAM A GANHAR.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Direi mais:

AINDA HAVEMOS DE TER UM NOVO CONCELHO CHAMADO FERREIRA-TOMAR
TODOS FICARIAM A GANHAR.

AINDA HAVEMOS DE TER UM NOVO CONCELHO CHAMADO FERREIRA-TOMAR
TODOS FICARIAM A GANHAR.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Então não seria melhor Tomar passar a freguesia da Barquinha?

Anónimo disse...

NÃO!
Porque a Barquinha podia ficar a perder!!!!!!

Anónimo disse...

Então de Constância!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Fica-lhe mal, muito mal, senhor administrador do blogue censurar as opiniões aqui colocadas.

Deveria saber, se a isso estivesse atento, que quem escreveu sobre o acidente de Pedro Marques, sabe mesmo o que se passa, porque por acaso nessa altura prestava serviço nos Bombeiros de Tomar.

Se estivesse atento saberia por exemplo o nome das pessoas que iam no carro: Pedro Marques, Matias (o falecido), Carlos Silva e Vitor Rodrigues.

Se estivesse atento veria que quem age como esse senhor agiu merecia arder nos quintos dos infernos para todo o sempre.

Quem age assim merecia que Deus nunca mais tivesse dele a mínima misericórdia e pediria todos os dias perdão ao nosso pai criador pelos pecados cometidos. Pela luxúria, pela gula, pela falsidade e pela cobardia.

O senhor só pode ser um dos seus apoiantes, porque parece ter medo que a verdade se saiba. Mas fique sabendo que tal como a família daquele menino da bemposta que o senhor engenheiro Paiva atropelou se não esquece, também eu que vi o estado em que os senhores doutores se encontravam naquele dia, não me esqueço.

Não tente por isso tapar o sol com uma peneira, que não resulta.

Se tiver a coragem de assumir a sua identidade, também eu terei o gosto de lhe ligar, para junto de si lhe dar o testemunho do que vi naquela noite.

AJF

Anónimo disse...

Tudo serve para denegrir o indivíduo.
Tanto insistem que isso só lhe vai dar força.
Vejam o caso "O Diário" versus Sá Carneiro no que deu.
As pessoas não são estúpidas e vão perceber o que motiva esta campanha.
Mas compreende-se que haja gente cheia de medo de que a sua senda de derrota continue e se agrave.
Não aprenderam em 1998, nem em 2005.
E não há duas (burrices) sem três.

Anónimo disse...

É PENA QUE NÃO DIGAM DE UMA VEZ TUDO O QUE SABEM DOS PODRES DESTES GAJOS TODOS.

ESTÁ VISTO QUE A NOSSA TERRA ESTÁ ENTREGUE A UMA CAMBADA DE PARASITAS.

DESMASCAREM-NOS SEM MEDOS.

ONE OF THE SPECIALS

Anónimo disse...

RECEITA

ATUM DE CONSERVA COM OVO E BATATAS COZIDAS.

Ponha uma panela ao lume com água e sal q.b.
Descasque algumas batatas e junte. Junte também alguns ovos.
Depois de cozidos, abra algumas latas de atum, escorra o óleo e coloque o atum numa travessa. à volta coloque as batatas cozidas e os ovos entretanto descascados. Migue uma cebola para cima do atum e uunter-lhe alguma saldsa cortada muito pequena.
Tempere com azeite e vinagre.
Ornamente com azeitonas.

BOM APETITE.

Anónimo disse...

A MALDIÇÃO

Depopis do que se viu, no que respeita aos azares dos nossos ex-presidentes Pedro Marques e Paulino Paiva, sugiro ao Carlos Carrão, se for eleito presidente da Câmara (lembremo-nos que nos dias que correm já não há impossíveis), que a primeira medida que deve tomar deve ser a de contratar um motorista profissional. Neste caso não se olhe a despesas porque a vida humana é mais valiosa.

Anónimo disse...

Depois de na Expo ter nascido a ideia de pintar vacas, e de agora ter aparecido ideia semelhante com cabras numa localidade das Beiras, porque não aqui em Tomar mandarem fazer estátuas de burros, dar-lhes os nomes que toda a gente sabe, e pintá-los. Depois espalhavam-se pela cidade, nas rotundas por exemplo.

Anónimo disse...

RECEITA

CAMARÃO À FERNANDITO DO NOITE E SOL

Verifique se tem dinheiro na carteira. Se não tem dirija-se à caixa multibanco mais próxima e levante a quantia que julga necessária.
Dirija-se à Cervejaria do Fernando situada perto da Nabantina, na rua Silva magalhães.
Escolha uma mesa e sente-se. Chame o Fernandito do Noite e Sol e peça um a travessa com 25 grs de camarão cozido, uma ou mais imperiais consoante vá sozinho ou acompanhado(a). Peça também pã. torrado e manteiga. Atenção: a manteiga é para barrar no pão e não para outros fins...hum!!!!
Comece a degustar quando os camarões chegarem à mesa. Lembre-se que as cascas dos ditos não são para comer.

BOM APETITE

Anónimo disse...

ERRATA

No comentário anterior onde se lê 25 grs deve ler-se 250 grs...obviamente!

Anónimo disse...

Obviamente!
(demito-o)

Anónimo disse...

As cabras pintadas estão expostas em VILA NOVA DE POIARES, capital universal da chanfana.
É a cabra parade.

Anónimo disse...

UMA IDEIA

Que tal, para o novo arranjo da fonte Paulina-cibernética, colocar-se uma manada desses burros pintados encimados por um pórtico com as letras CMT?
O que será inadmissível é não ter por baixo uma legenda com os seguintes dizeres:
"A comunidade pede desculpa aos burros verdadeiros"

Anónimo disse...

Um burro com a albarda pelos ombros.
Um burro muito alto e magro.
Um burro com duplo queixo e malcheiroso.
Um burro magro, pitosga e a dançar.
Um burro grande e gordo.
Um burro pequenino com uma vassousa às costas.
Um burro com uma prancheta.
Uma burra loira com um gravador de espião.
Uma burra muito gorda de pata dada com o burro de duplo queixo e malcheiroso.

Anónimo disse...

Falta o burro-mor, com uma farpela de zulu.

Anónimo disse...

Propaganda e Publicidade
Hoje estou chateado com o Governo. Aliás, penso que estou chateado com o Poder há imensos anos, independentemente de quem o exerce. Com este Governo, implico particularmente, tanto mais que no início, e apesar de não ter votado nele, me deu algumas esperanças.

Passados uns anos cheguei à conclusão que este Governo não é marketing porque é necessário alguma elegância para o fazer, não é publicidade, mas sim, apenas propaganda. Muito sinceramente, não estou para explicar a diferença entre publicidade e propaganda, mas como vocês são grandinhos e inteligentes, numa qualquer busca na Internet saberão distinguir o que é uma e o que é a outra.

Hoje fiquei a saber que o computador Magalhães não passa de uma cópia do Classmate PC, já há muito vendido em todo mundo. Não há qualquer tipo de incorporação de tecnologia portuguesa, e havendo vários fabricantes a produzir portáteis “low cost”, há quem se interrogue se não haverá aqui questões de favorecimento ilícito e milhões de portáteis a serem oferecidos pelo Estado sem a existência de um concurso público.

Na semana passada ficamos a saber que o fabricante de aviões Skylander optou por produzir em França em vez de Portugal, depois do Governo português, há pouco tempo, ter anunciado que a fábrica seria para Évora. Claro que Basílio Horta, veio dizer que afinal a fábrica não interessava ao Estado português porque estava em causa um subsídio de 50 milhões de euros sem garantias de retorno.

Para mim, tudo bem. Há que acautelar os interesses dos contribuintes portugueses, mas porque raio a fábrica foi anunciada quando não estavam acautelados todos os interesses? Mera manobra de propaganda!

E já nem vou falar do carro eléctrico da Nissan-Renault. Triste episódio que há-de marcar para sempre o investimento estrangeiro em Portugal! Disso é mesmo melhor não falar para não nos sentirmos ridicularizados por este Governo.

Os exemplos sucedem-se! Milhares de empregos que são anunciados, call-center em catadupa, e inclusivamente uma refinaria em Sines a ser construída por Patrick Monteiro de Barros.
Não sei o que vos diga mais. Publicidade é colocar um anúncio no jornal dizendo que “Nós Vamos Fazer”; propaganda é colocar os jornalistas escrevendo artigos dizendo “Eles Vão Fazer”.

Manuel da Gaita

Anónimo disse...

Falam em fazer mas o que é certo ninguém faz nada. Apenas o Politécnico faz alguma coisa de util em prol da cidade, o resto é mesmo mera, ignorante, e infeliz paisagem. Incrível numa cidade tão bela com um passado histórico tão esquecido. Depois uns aqui censuram, outros dizem mal sem saber, outros nem sabem do que falam, outros querem falar e não podem, enfim, pergunto eu: é isto que querem que a cidade seja? É assim que querem contribuir? Se é isso que desejam então......carajo!
Viva Tomar (enquanto puder existir condignamente).
JSR

Anónimo disse...

Amigo JSR:

É melhor não falar do passado histórico de Tomar! Desde fidelidade a Espanha passando pelos Cabrais traidores da pátria, de tudo cá tivemos e de pouco nos devemos orgulhar.

Anónimo disse...

Pena não sermos hoje espanhóis. Provavelmente estariamos muito melhor. Ordenados maiores. Casas a preços mais em conta. Gasolina mais barata. Automóveis a metade do preço dos praticados em Portugal. Melhores estradas com menos portagens. Património histórico mais preservado. Centro das cidades mais atrativos. Educação de melhor nível e mais barata - sobretudo no ensino superior. Empresas mais saudáveis e menos dependentes do Estado.

Mas infelizmente temos de viver para satisfazer meia dúzia de famílias priveligiadas. Antes uma nobreza decadente que se apoiou em Afonso Henriques contra a mãe. Depois uma burguesia que sempre viveu das beneces do Estado (veja o caso da família Melo/Marquês de Pombal).

Fomos o primeiro país da europa a bolir a escravatura mas continuamos escravos da nossa mediocridade. É o desígnio Luso.

Anónimo disse...

Caro anónimo anterior, sei muito bem a que se refere, ao nosso vizinho do lado. Pois é nunca aprendemos: o ónus da História é nosso mas o anus da mesma somos nós.É verdade, posso constatar na minha muita (ou pouca) experiencia nesta vida que os portugueses na sua terra são mesquinhos,maus, invejosos, e bloqueadores, e apenas no estrangeiro fazem grandes coisas. Será que é da atmosfera? Talvez. É do clima humano que cá se vive, e lá fora somos bons porque não falamos uns com os outros a nível profissional. Aqui é ver quem lixa o outro para ter mais uns miseros euros no ordenado, e assim o ciclo repete-se, como num galinheiro como já deve ter notado visto vivermos num concelho rural e ex-industrial, e nepia de serviços.
Passe bem meu bom amigo.
Viva Tomar (até que ela aguente).
JSR

Anónimo disse...

Malandros! Renegarem a portugalidade! Deviam era serem escorraçados para Espanha. Aí é que haviam de ver o bom e o bonito. Trabalhar de sol a sol nas herdades dos morangos na Andaluzia, ou nas alfaces de Valência. Ou pensam que iam para lá trabalhar no arzinho condicionado dum escritório?
Iam mas era para a construção civil a trabalhar sem contrato e sem segurança social, a dormir num contentor com mais vinte e respectivo chulé...pensam que Espanha é o paraíso? Andam a ver muitos filmes...

À ATENÇÃO DE QUEM INTERESSA:

Beneces está errado. Escreve-se benesses...e não é preciso ir para Espanha para aprender a escrever correctamente.

Anónimo disse...

Foi por estas e por outras que em Tomar há os do PAU TESO dum lado e os do CÚ ABERTO do outro.

Anónimo disse...

E tu pertences à última categoria, não é? Estás sempre a falar do barco...é porque queres embarcar!

Anónimo disse...

Se vocês se deixassem de espanholices e procurassem ajudar a resolver os nossos problemas sem ter de recorrer a estereótipos vindos de fora ajudariam muito mais o país e acima de tudo contribuiriam para reforçar a nossa identidade. Msas pelos vistos vocês são adeptos da aldeia global onde tudo é igual. Viva o MacDonalds, a Sprite, abaixo a lata de conversas e o copo de tinto!

Anónimo disse...

Aldeia Global?
Prefiro as tradições gastronómicas.
Viva a Paella, os Bocadillos, a Fabada, o Lechazo, o Jamón, o Turrón, o Gazpacho, as Chuletillas, o Cocido, a Tortilla, o Marmitako, a Cidra, a Escudella o queijo de Manchego, o Cava, o Xerez e o tinto de Rioja.

Anónimo disse...

"Deviam era serem escorraçados para Espanha. "
- Há frases que demonstram a educação de quem as profere.

Anónimo disse...

Onde se lê:
"não é preciso ir para Espanha para aprender a escrever correctamente"
dever-se-à ler:
"não é preciso ir para Espanha para aprender a escrever português correctamente"

Anónimo disse...

Como em Tomar estamos em terra de burros o termo correcto devia ser escoucinhados.

Por cá escreve-se bem em qualquer língua...não é necessário especificar este ou aquele idioma.

Para o anónimo das 13:25H devo dizer que disso tudo prefiro Kuh.

Anónimo disse...

O acento em dever-se-á deve ser agudo e não grave...ignorante!

Anónimo disse...

...e há uma grande diferença entre acento e assento, entre concelho e conselho, entre paço e passo...ou não sabes distinguir um prato dum penico?

Anónimo disse...

É pá, está tudo aos coices e aos zurros! Assim é que bonito! Ver a malta de Tomar a entenderem-se uns com os outros.

Anónimo disse...

Para o anónimo das 12:18 aqui vai a resposta:

cú que (assim) arrota pede pixota e se pixota não tem arrota também!

Que te preste a te faça bom serviço, laparoto.

Anónimo disse...

Para o anónimo das 13:55 devo acrescentar que embora gostos não se discutem e cada um é livre de levar onde muito bem quer e de divertir-se com quem bem lhe aprover, não deixa de ser curioso que venha para aqui propagandear comportamentos atípicos ao mesmo tempo que ataca supostos gays.

Sendo a falta de coerência uma característica da demência, aconselhamos a que o tratamento seja rápido para evitar possiveis contágios.

Anónimo disse...

Все это сумасшедший!
Эти люди сумасшедшие!

Anónimo disse...

Já vi que a cidade de Tomar está bem representada pelos asnos anteriores. Zurram que se fartam e escoucinham a torto e a direito. A sua ignorância é demolidora.
Se assim não fosse perceberiam de imediato que Kuh é o termo alemão para vaca, e que os substantivos, no alemão escrito, escrevem-se sempre com maiúscula, mesmo no meio duma frase.
Por aqui se vê, em primeira instância por evidente ignorância, e por fim pelos comentários que mais parecem peidos de burro, que Tomar é a capital da estupidez e da ignorância congénita.
Bem hajam...e bem ajam...se conseguirem...estamos perto de Fátima...pode ser que se faça algum milagre!

Anónimo disse...

PARA O BURRO, PERDÃO, ANÓNIMO DAS 15:14H

Não sabia que a demência se podia propagar por contágio! Onde é que aprendeste isso? Nalguma Universidade de Verão? Ou foi na de Carregueiros?

Anónimo disse...

Então o outro anónimo pôde enunciar uma data de pratos e acepipes em espanhol e eu não posso dizer vaca em alemão?
Não tenho culpa que vocês sejam cabeças de burro! Aliás vê-se por Tomar e o seu desenvolvimento que é zero! Com gado azinino deste...

Anónimo disse...

Com tanto burro à solta em Tomar porque não formar um coro de burros? Uns zurram ih-oh e outros oh-ih. Deve resultar!!
E dada a quantidade deles deve dar para formar 4 naipes.

Anónimo disse...

Também se podia realizar uma mostra anual de burros tomarenses. Faz-se por cá tanta porcaria como a Festa da cerveja, o Congresso da Sopa, dos Feijões, etc., porque não dos orelhudos?
Mas atenção, com número limitado de inscrições. Se todos os burros quiserem entrar não deve haver espaço...

Anónimo disse...

E porque não uma "donkey parade"? Seria fenomenal, com a Sic e a RTP Internacional a transmitirem em directo para todo o mundo...!!! Ficaríamos mais famosos que Pisa com a sua Torre!

A propósito, porque candaidatar Tomar a Património Mundial das Obras Tortas? Termos uma Ponte Marreca e agora outra Torta! Tudo obra de burros...

Anónimo disse...

Dumm-diggy-dumm-diggy-diggy-dumm
Do the diggy-dumm everyone

Dumm-diggy-dumm-diggy-diggy
Diggy-diggy, diggy-diggy dumm-dumm
Dumm-diggy-dumm-diggy-diggy-dumm
Do the diggy-dumm everyone

Throw your hands up in the air
And wave from side to side
Clap your hands and touch your nose
And jump from left to right

One, two, peek-a-boo
We are back in town
Three, four, get on the floor
Come on get on down

CHORUS
Dumm-diggy-dumm-diggy-diggy-dumm
If you wanna have fun do the diggy-dumm
Dumm-diggy-dumm-diggy-diggy-dumm
Do the diggy-dumm everyone

Repeat CHORUS

All the girls in the house say "Woo-woo"
All the guys in the house say "Yeah"
Just throw your hands up in the air
And wave them like you just don't care

Jump up twice and do the slide
And dance out of control
Cross your hands and stomp your feet
And do the rock 'n roll

One, two, peek-a-boo
We are back in town
Three, four, get on the floor
Come on get on down

Repeat CHORUS x2

All the girls in the house say "Woo-woo"
All the guys in the house say "Yeah"
Just throw your hands up in the air
And wave them like you just don't care

Just feel the groove
One, two, three, four
Put your body to the test
Get on the dance floor

Just feel the groove
One, two, three, four
Put your body to the test
Get on the dance floor

Just feel the groove
One, two, three, four

(Ahhhhhh!)

Dumm-diggy-dumm-diggy-diggy-dumm
(Do the dumm-diggy-dumm-diggy-diggy-dumm-dumm, hey!)
Dumm-diggy-dumm-diggy-diggy-dumm (Ho!)
Do the diggy-dumm everyone (Do the diggy-dumm everyone, hey!)

Dumm-diggy-dumm-diggy-diggy (Ho!)
Diggy-diggy, diggy-diggy dumm-dumm
(Do the dumm-diggy-dumm-diggy-diggy-dumm-dumm, hey!)
Dumm-diggy-dumm-diggy-diggy-dumm (Ho!)
Do the diggy-dumm everyone (Do the diggy-dumm everyone, hey!)

Repeat CHORUS x2

Dumm-diggy-dumm-diggy-diggy-dumm

Anónimo disse...

Ih-oh-ih-oh-ih-oh-ih
Oh-ih-oh-ih-oh-ih-oh

Anónimo disse...

http://www.aepga.pt


Burro, Asno, jumento, jegue, onagro, tó, pileca


Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Perissodactyla
Família: Equidae
Género: Equus
Espécie: E. asinus

Nome binomial
Equus asinus

O asno (Equus asinus), chamado ainda de burro, jumento, ou jegue, é um mamífero perissodátilo de tamanho médio, focinho e orelhas compridas, utilizado desde tempos pré-históricos como animal de carga.

Índice [esconder]
1 Origens
2 Etimologia
2.1 Ofensa
3 Ligações externas


Origens
Sua origem está ligada a Abissínia, onde era conhecido como onagro ou burro selvagem. Há séculos que é feito o cruzamento entre burro e cavalo, de que resulta um híbrido denominado muar ou mu, com características de ambas as raças: robustez, capacidade de adaptação a caminhos acidentados e a meio ambiente adverso, docilidade; pernas mais longas e, portanto, maior velocidade, maior facilidade de treino.

O macho (ou mulo) é o indivíduo do sexo masculino resultante do cruzamento de um burro com uma égua, Equus caballus. O animal fêmea resultante do mesmo cruzamento é chamado mula. Entretanto, o cruzamento das mesmas espécies porém invertidos os sexos (portanto cavalo e jumenta), dá origem a um animal diferente, o bardoto. Estes híbridos são quase sempre estéreis devido ao fato do cavalo possuir 64 cromossomos, enquanto que o jumento possui 62, resultando em 63 cromossomos. São raros os casos em que uma mula tenha parido, com efeito, desde 1527, data em que os casos começaram a ser arquivados, apenas 60 casos foram registrados.

Resultantes de cruzamento com zebras podem encontrar-se outros híbridos, conhecidos como zebróides ou zebrasnos.

O burro é, desde tempos remotos, simultaneamente utilizado no meio rural para auxiliar nas tarefas agrícolas e para transporte.


Etimologia
Burro (fêmea) amamentando filhoteBurro: Seu nome veio do latim burrus, que quer dizer vermelho. Acredita-se que foi daí que surgiu a crença de que burros são pouco inteligentes, pois, antigamente, os dicionários tinham capas vermelhas, dando a idéia de que os burros eram sedentos de saber. Outra história diz que numa moeda antiga tinha a imagem de um rei com uma cabeça enorme que não era esperto, que se associou com a cabeça resistente do burro. Porém, também pode ter surgido da lenda grega do rei Midas, que foi tolo ao ponto de contradizer a irrevogável palavra do deus Apolo, que foi castigado pelo deus, recebendo orelhas de burro.
Jegue: Veio do inglês Jackass, burro. Jackass foi formado de duas palavras: (1) jack - aqui servindo apenas para indicar o sexo masculino do animal( Jack é apelido de John e serve para designar um homem qualquer); (2) ass, burro. Fonte: "A Casa da Mãe Joana" de Reinaldo Pimenta, editora Campus.

Ofensa
Em Portugal, tal como no Brasil, chamar burro a alguém é uma ofensa. Um indivíduo burro é um indivíduo pouco inteligente, estúpido, teimoso, ignorante, com pouco entendimento, sem conhecimento geral/criatividade.
(in Wikipédia)

Anónimo disse...

Fica-lhe mal, muito mal, senhor administrador do blogue censurar as opiniões aqui colocadas.

Deveria saber, se a isso estivesse atento, que quem escreveu sobre o acidente de Pedro Marques, sabe mesmo o que se passa, porque por acaso nessa altura prestava serviço nos Bombeiros de Tomar.

Se estivesse atento saberia por exemplo o nome das pessoas que iam no carro: Pedro Marques, Matias (o falecido), Carlos Silva e Vitor Rodrigues.

Se estivesse atento veria que quem age como esse senhor agiu merecia arder nos quintos dos infernos para todo o sempre.

Quem age assim merecia que Deus nunca mais tivesse dele a mínima misericórdia e pediria todos os dias perdão ao nosso pai criador pelos pecados cometidos. Pela luxúria, pela gula, pela falsidade e pela cobardia.

O senhor só pode ser um dos seus apoiantes, porque parece ter medo que a verdade se saiba. Mas fique sabendo que tal como a família daquele menino da bemposta que o senhor engenheiro Paiva atropelou se não esquece, também eu que vi o estado em que os senhores doutores se encontravam naquele dia, não me esqueço.

Não tente por isso tapar o sol com uma peneira, que não resulta.

Se tiver a coragem de assumir a sua identidade, também eu terei o gosto de lhe ligar, para junto de si lhe dar o testemunho do que vi naquela noite.

AJF
14/9/08 20:36


Uma vergonha! Ignomínia! Dê a cara seu fascista! Venha ao meu escritório dizer-me isso na cara, que eu trato de si.

Anónimo disse...

Terça-feira, Setembro 16, 2008
Balanço a um ano de eleições: o ensino



Todos os portugueses sabem que o ensino em Portugal estava mal, que a gestão dos recursos humanos do sector visava mais o bem-estar dos profissionais do sector do que os resultados do sistema, que a gestão de muitas escolas é feita à margem do interesse dos alunos. Apesar desta realidade reformar o sistema educativo é uma tarefa quase impossível, no ensino é gerido como se fosse uma imensa comuna onde todos são iguais, a única regra admitida para diferenciar professores era a antiguidade, um professor de matemática do 12.º ano dá o mesmo número de aulas e ganha o mesmo que o que lecciona o 5.º ano. É um sistema absurdo onde a colocação de professores está cheia de regras para assegurar a sua igualdade e parte do princípio de que o melhor professor é aquele que tem mais anos de serviço.

Mudar tudo isto sem a oposição dos professores e sem a oposição dos sindicatos é impossível. Escolher os melhores professores? Nem pensar, para a Fenprof e para o PCP os professores são todos iguais.

Uma reforma do ensino teria que passar pela avaliação dos professores, pela introdução de critérios de selecção para além das notas finais, pela estabilidade das colocações e um sem fim de medidas, algumas das quais afectando o estilo de vida dos profissionais do ensino.

Mas a maioria dos professores são bons professores e profissionais dedicados e tão ou mais empenhados na qualidade das escolas quanto qualquer ministro da Educação. Os professores são-no por vocação e opção de vida enquanto a maioria dos ministros da Educação só o são por acaso, alguns só sabem que o vão ser na véspera de tomar posse. A desconfiança e a resistência à mudança não explicam a forma como os professores se divorciaram das políticas para o sector, explicar desta forma a resistência dos professores é tentar esconder os erros.

Não só a reforma foi muitas vezes apresentada como se visasse os professores como foram cometidos erros graves como o concurso dos professores titulares foi uma injustiça que ofendeu centenas de professores exemplares com décadas de dedicação ao ensino.

É fácil ter boas ideias para um sector onde os males são evidentes, mas é impossível lançar reformas como se fosse vagas de assalto contra um exército formado pelos professores. O debate público em vez de se centrar sobre as questões do ensino (quantos alunos deve ter uma turma? A carga horária de um professor do 12.º deve ser a mesma de um professor do 5.º ano? Qual o modelo de gestão mais adequado para uma escola? Quais os critérios que devem presidir à formação das turmas? Etc.) foi orientado de forma a que qualquer oposição por parte dos professores fosse entendida como uma resposta à perda de mordomias, a reforma foi apresentada como um instrumento para repor os professores na linha.

A equipa do ministério da Educação conseguiu o impossível, unir toda a classe dos professores em torno de um membro do CC do PCP, levando muitos a comportamentos eticamente reprováveis como os apupos e ofensas nas esperas a Sócrates ou as manifestações falsamente espontâneas à porta do PS. Conseguiu-o porque foi incapaz de promover as reformas sem as apresentar como um gesto hostil contra os professores.

Resta esperar que neste ano volte o bom senso e que os responsáveis do ministério sejam capazes de reconhecer os erros e corrigir as injustiças que cometeram em relação a muitos professores que no plano dos princípios até estavam disponíveis para a mudança do sistema de ensino.

O Jumento

Anónimo disse...

Isto vai bonito, vai! Não tarda nada ainda alguém declara Tomar zona de calamidade!

Anónimo disse...

As únicas calamidades desta terra são o manga de alpaca do Dr.Corvelo, que é teleguiado de Coimbra e do Dr.Pedro que esta semana lá preparou mais um trabalhinho para a reunião de Câmara com o seu amigo EngºCarlos da Conzel.

Anónimo disse...

E não esqueça o monte de esterco mal cheiroso do Luis Ferreira, o seu menina e o resto da escumalha que o acompanha.

Anónimo disse...

OBRIGADO BARCELONA!!!

UM LAMPIÃO RECONHECIDO.

Anónimo disse...

RECEITA

PÊRAS BÊBEDAS

Dirija-se ao futuro ex-Mercado Municipal e compre um quilo de pêras.
Apanhe um dos irmãos Dalton Mendes, de preferência o António, e leve-o para casa.
Prepare as pêras colocando-as num tabuleiro, esprema o Dalton António para cima delas e leve ao forno, durante 25 minutos.

BOM APETITE.

Anónimo disse...

Não se precebe nada do que dizem e cada vez mais Tomar vai-se afundando. Excelentes opiniões mas a meu ver mal encaminhadas e mal traduzidas. Apelo ao esforço de todos nós cidadãos tomarenses expressar aqui ideias positivas e úteis para o Concelho. Basta um esforço.
Cumprimentos a todos.
JSR

Anónimo disse...

A nossa língua

Em linguagem popular diz-se:
'Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho carpinteiro'
O mais correcto seria: 'Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro'

'Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão.'
Enquanto o correcto é: ' Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão.'

'Cor de burro quando foge.'
O correcto é:
'Corro de burro quando foge!'

'Quem tem boca vai a Roma.'
O correcto será:
'Quem tem boca vaia Roma.' (isso mesmo, do verbo vaiar).

'Cuspido e escarrado' - quando alguém quer dizer que é muito parecido com outra pessoa.
O correcto é:
'Esculpido em Carrara.' (Carrara é um tipo de mármore)

'Quem não tem cão, caça com gato.'
O correcto é:
'Quem não tem cão, caça como gato... ou seja, sozinho!'

Profº Pasquale Cipro Neto

Anónimo disse...

Balanço a um ano de eleições: a reforma do Estado

Há muito que o diagnóstico do funcionamento da Administração Pública estava feito, funcionários a mais, organismos e lugares de chefias criados à medida dos afilhados, baixa produtividade e má gestão dos recursos. Só que ninguém parecia interessado em mudar, uma boa parte das famílias depende directa ou indirectamente do Estado, os sindicatos viviam em grande parte da militância dos funcionários públicos e das benesses orçamentais (muitos dos funcionários dos sindicatos e do PCP são funcionários públicos que há muito são pagos pelo Estado), os partidos usavam a Administração Pública para empregar a sua militância.

A reforma da Administração Pública era tão necessária quanto impossível, mudar este estado de coisas seria cada vez mais traumatizante, nenhum governo teve a coragem de o fazer e uma boa parte deles ainda agravaram a situação. Cavaco Silva ainda falou no tema mas desistiu e na hora das eleições optava por dar mais algumas benesses e aumentos de pensões, com António Guterres foi o que se viu, Manuela Ferreira Leite atribuiu aos funcionários públicos todos os males do país mas não teve coragem para fazer a mais pequena mudança.

A reforma que o actual Governo iniciou era bem-vinda, apesar de ter gerado alguma desconfiança não gerou grande oposição, os cortes de algumas mordomias corporativas até foi aceite e compreendida. Só que acabou por virar toda a Função Pública contra as medidas adoptadas.

O PRACE não passou de um “desbaste” de serviços feito depois de longos meses de complexos estudos durante os quais muitos serviços paralisaram, acabando do dar os primeiros sinais de que algo estava mal. Eliminaram-se muitos serviços mas foi evidente que em muitos casos os critérios foram muito pouco “científicos”, em numerosas situações preservaram-se os serviços chefiados por amigos e companheiros.

Depois vieram todas as normas sobre o regime da Função Pública e o resultado foi a descrença e desmotivação generalizada, muitos funcionários que davam o máximo sem exigir promoções ou prémios viam-se agora confrontados com um sistema de avaliação que os despromove pois toda a gente sabe quem em cada serviço vai fazer parte do grupo dos 5% de excepcionais que vão ganhar um prémio que vale tanto como as medalhas de “herói do trabalho” da antiga União Soviética.

O Governo proletarizou toda a Função Pública e agora promete uma cenoura incerta aos que derem o coiro e o cabelo para caírem nas graças das chefias, as tais que foram escolhidas por critérios de confiança pessoal e política. Melhor sorte teve o secretário de Estado da Administração Pública que se deixou de políticas e foi para “juiz”, mudou-se do Terreiro do Paço para o Tribunal de Contas, livrou-se das regras que ele próprio criou e ainda ficou a ganhar um subsídio de residência atribuído aos juízes, um subsídio que além de absurdo está livre de impostos.

Sócrates pode estar convencido de que foi um reformador e até pode ouvir os elogios de Cavaco Silva, principalmente quando o Presidente está em viagens oficiais e longe do país porque isto de fazer reformas nos tempos de hoje é mais difícil do que era ganhar batalhas na Grande Guerra. Mas conta com a desconfiança de muitos funcionários públicos que viram a sua carreira profissional ser prolongada pró vários anos, os vencimentos foram reduzidos e passaram a ter uma profissão sem quaisquer incentivos.

Sócrates tem um ano para identificar e corrigir os erros cometidos, erros que se vão fazer sentir na qualidade dos serviços públicos e que não deixarão de ter expressão eleitoral.

O Jumento

Anónimo disse...

VÍRGULA

Vírgula pode ser uma pausa..... ou não.
Não, espere.
Não espere.

Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.
2,34.

Pode ser autoritária.
Aceito, obrigado.
Aceito obrigado.

Pode criar heróis.
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.

E vilões.
Esse, juiz, é corrupto.
Esse juiz é corrupto.

Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber.
Não, queremos saber.

Uma vírgula muda tudo.
SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE JOELHOS À SUA PROCURA.

Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de MULHER.
Se você for homem, de certeza que colocou a vírgula depois de TEM.
Postado por Zé do Telhado

Anónimo disse...

BOMBA EM TOMAR!!!

Ena, Tomar nas notícias! Claro, não pelas melhores razões, como é óbvio! Mas depressa um burro cantará o Nessun Dorma que Tomar aparecerá nas parangonas por alguma boa razão! Nas conversas de café diz-se que há uma casa de meninas naquele prédio onde ocorreu a explosão. Pudera!! O que mais se vê por aí é meninas brasileiras a fazer pela vida!
Já em tempos houve uma expolsaão num prédio na Rua dos Construtores Civis, mais propriamente no bloco onde esteve durante alguns anos a Casa do Benfica. Aí, valha a verdade, não foi por ci«ulpa de brasileiras mas sim de portuguesas, mas o negócio era o mesmo.
Em Tomar o que está a dar é alugar casas a estudantes do politécnico ou a putas.

Anónimo disse...

E o pessoal que vive em andares que se cuide sempre que um andar ficar para alugar. É ter olho vivo e pé ligeiro, quando não mal se dá por isso têm uma carrada de putas à porta de casa. E depois acontecem coisas destas e lá se vai o dinheirinho. E sabem que em muitos casos os seguros não cobrem actos de vandalismo?

Anónimo disse...

Portugal visto de Espanha.
AS VERDADES OCULTAS EM PORTUGAL

LISBOA, 21 sep (IPS) - Indicadores económicos y sociales periódicamente
divulgados por la Unión Europea (UE) colocan a Portugal en niveles de
pobreza e injusticia social inadmisibles para un país que integra desde 1986
el 'club de los ricos' del continente.
Pero el golpe de gracia lo dio la evaluación de la Organización para la
Cooperación y el Desarrollo Económicos (OCDE): en los próximos años Portugal
se distanciará aún más de los países avanzados.
La productividad más baja de la UE, la escasa innovación y vitalidad del
sector empresarial, educación y formación profesional deficientes, mal uso
de fondos públicos, con gastos excesivos y resultados magros son los datos
señalados por el informe anual sobre Portugal de la OCDE, que reúne a 30
países industriales.
A diferencia de España, Grecia e Irlanda (que hicieron también parte del
'grupo de los pobres' de la UE), Portugal no supo aprovechar para su
desarrollo los cuantiosos fondos comunitarios que fluyeron sin cesar desde
Bruselas durante casi dos décadas, coinciden analistas políticos y
económicos.
En 1986, Madrid y Lisboa ingresaron a la entonces Comunidad Económica
Europea con índices similares de desarrollo relativo, y sólo una década
atrás, Portugal ocupaba un lugar superior al de Grecia e Irlanda en el
ranking de la UE. Pero en 2001, fue cómodamente superado por esos dos
países, mientras España ya se ubica a poca distancia del promedio del
bloque.
'La convergencia de la economía portuguesa con las más avanzadas de la OCE
pareció detenerse en los últimos años, dejando una brecha significativa en
los ingresos por persona', afirma la organización.
En el sector privado, 'los bienes de capital no siempre se utilizan o se
ubican con eficacia y las nuevas tecnologías no son rápidamente adoptadas',
afirma la OCDE.
'La fuerza laboral portuguesa cuenta con menos educación formal que los
trabajadores de otros países de la UE, inclusive los de los nuevos miembros
de Europa central y oriental', señala el documento.
Todos los análisis sobre las cifras invertidas coinciden en que el problema
central no está en los montos, sino en los métodos para distribuirlos.
Portugal gasta más que la gran mayoría de los países de la UE en
remuneración de empleados públicos respecto de su producto interno bruto,
pero no logra mejorar significativamente la calidad y eficiencia de los
servicios.
Con más profesores por cantidad de alumnos que la mayor parte de los
miembros de la OCDE, tampoco consigue dar una educación y formación
profesional competitivas con el resto de los países industrializados.
En los últimos 18 años, Portugal fue el país que recibió más beneficios por
habitante en asistencia comunitaria. Sin embargo, tras nueve años de
acercarse a los niveles de la UE, en 1995 comenzó a caer y las perspectivas
hoy indican mayor distancia.
Dónde fueron a parar los fondos comunitarios?, es la pregunta insistente en
debates televisados y en columnas de opinión de los principales periódicos
del país. La respuesta más frecuente es que el dinero engordó la billetera
de quienes ya tenían más.
Los números indican que Portugal es el país de la UE con mayor desigualdad
social y con los salarios mínimos y medios más bajos del bloque, al menos
hasta el 1 de mayo, cuando éste se amplió de 15 a 25 naciones.
También es el país del bloque en el que los administradores de empresas
públicas tienen los sueldos más altos.
El argumento más frecuente de los ejecutivos indica que 'el mercado decide
los salarios'. Consultado por IPS, el ex ministro de Obras Públicas
(1995-2002) y actual diputado socialista João Cravinho desmintió esta
teoría. 'Son los propios administradores quienes fijan sus salarios,
cargando las culpas al mercado', dijo.
En las empresas privadas con participación estatal o en las estatales con
accionistas minoritarios privados, 'los ejecutivos fijan sus sueldos
astronómicos (algunos llegan a los 90.000 dólares mensuales, incluyendo
bonos y regalías) con la complicidad de los accionistas de referencia',
explicó Cravinho.
Estos mismos grandes accionistas, 'son a la vez altos ejecutivos, y todo
este sistema, en el fondo, es en desmedro del pequeño accionista, que ve
como una gruesa tajada de los lucros va a parar a cuentas bancarias de los
directivos', lamentó el ex ministro.
La crisis económica que estancó el crecimiento portugués en los últimos dos
años 'está siendo pagada por las clases menos favorecidas', dijo.
Esta situación de desigualdad aflora cada día con los ejemplos más variados.
El último es el de la crisis del sector automotriz.
Los comerciantes se quejan de una caída de casi 20 por ciento en las ventas
de automóviles de baja cilindrada, con precios de entre 15.000 y 20.000
dólares.
Pero los representantes de marcas de lujo como Ferrari, Porsche,
Lamborghini, Maserati y Lotus (vehículos que valen más de 200.000 dólares),
lamentan no dar abasto a todos los pedidos, ante un aumento de 36 por ciento
en la demanda. Estudios sobre la tradicional industria textil lusa, que fue
una de las más modernas y de más calidad del mundo, demuestran su
estancamiento, pues sus empresarios no realizaron los necesarios ajustes
para actualizarla.
Pero la zona norte donde se concentra el sector textil, tiene más autos
Ferrari por metro cuadrado que Italia.
Un ejecutivo español de la informática, Javier Felipe, dijo a IPS que según
su experiencia con empresarios portugueses, éstos 'están más interesados en
la imagen que proyectan que en el resultado de su trabajo'.
Para muchos 'es más importante el automóvil que conducen, el tipo de tarjeta
de crédito que pueden lucir al pagar una cuenta o el modelo del teléfono
celular, que la eficiencia de su gestión', dijo Felipe, aclarando que hay
excepciones.
Todo esto va modelando una mentalidad que, a fin de cuentas, afecta al
desarrollo de un país', opinó.
La evasión fiscal impune es otro aspecto que ha castrado inversiones del
sector público con potenciales efectos positivos en la superación de la
crisis económica y el desempleo, que este año llegó a 7,3 por ciento de la
población económicamente activa.
Los únicos contribuyentes a cabalidad de las arcas del Estado son los
trabajadores contratados, que descuentan en la fuente laboral. En los
últimos dos años, el gobierno decidió cargar la mano fiscal sobre esas
cabezas, manteniendo situaciones 'obscenas' y 'escandalosas', según el
economista y comentarista de televisión Antonio Pérez Metello.
'En lugar de anunciar progresos en la recuperación de los impuestos de
aquellos que continúan riéndose en la cara del fisco, el gobierno
(conservador) decide sacar una tajada aun mayor de esos que ya pagan lo que
es debido, y deja incólume la nebulosa de los fugitivos fiscales, sin
coherencia ideológica, sin visión de futuro', criticó Metello.
La prueba está explicada en una columna de opinión de José Vitor Malheiros,
aparecida este martes en el diario Público de Lisboa, que fustiga la falta
de honestidad en la declaración de impuestos de los lamados profesionales
liberales.
Según esos documentos entregados al fisco, médicos y dentistas declararons), los arquitectos d
ingresos anuales promedio de 17.680 euros (21.750 dólares), los abogados de
10.864 (13.365 dólaree 9.277 (11.410 dólares) y los
ingenieros de 8.382 (10.310 dólares).
Estos números indican que por cada seis euros que pagan al fisco, 'le roban
nueve a la comunidad', pues estos profesionales no dependientes deberían
contribuir con 15 por ciento del total del impuesto al ingreso por trabajo
singular y sólo tributan seis por ciento, dijo Malheiros.
Con la devolución de impuestos al cerrar un ejercicio fiscal, éstos 'roban
más de lo que pagan, como si un carnicero nos vendiese 400 gramos de bife y
nos hiciese pagar un kilogramo, y existen 180.000 de estos profesionales
liberales que, en promedio, nos roban 600 gramos por kilo', comentó con
sarcasmo.
Si un país 'permite que un profesional liberal con dos casas y dos
automóviles de lujo declare ingresos de 600 euros (738 dólares) por mes, año
tras año, sin ser cuestionado en lo más mínimo por el fisco, y encima recibe
un subsidio del Estado para ayudar a pagar el colegio privado de sus hijos,
significa que el sistema no tiene ninguna moralidad', sentenció.

Anónimo disse...

PROPONHO O SEGUINTE:

Que a Câmara mande colocar contentores no antigo parque de campismo que devem ser alugados a quem queira exercer a actividade da prostituição em Tomar. Assim, aquele espaço serviria de Bebedódromo (Festa da Cerveja) e Fodódromo (prostituição). São actividades que se podem complementar uma à outra porque no fundo têm a mesma motivação: a satisfação dos sentidos!!!

Assim evitar-se-iam situações que podem lesar terceiros que não têm nada a ver com a actividade da prostituição implantada em larga escala em Tomar com o conhecimento das autoridades.
Neste caso particular da explosão desta madrugada, as mulheres em questão já estavam referenciadas pela polícia há algum tempo, pois já tinha sido solicitada a intervenção policial noutro prédio onde habitavam e exerciam prostituição. Por sinal na mesma zona!

Anónimo disse...

"Em Tomar o que está a dar é alugar casas a estudantes do politécnico ou a putas."

- Sem mais palavras!

Anónimo disse...

AO ANÓNIMO DAS 10:46h

É fácil explicar o falhanço deste país e onde foram parar as verbas astronómicas que pingaram da CE!
Procure em "off-shores" nas contas duma certa quantidade de gente ligada aos partidos políticos e aos sucessivos governos que nos roubaram e encontrará aí a resposta!
E o pior é que a grande maioria das pessoas em Portugal não faz uma ideia do estado de degradação da economia porque vivemos num "guetto" informativo onde a informação com origem no exterior não chega e a interna é manipulada.
Infelizmente estamos emparedados entre Espanha e o mar, longe da fronteira com outros países, e por isso com acesso dificultado a outras fontes de informação. Por enquanto ainda vamos tendo a internet até que um governo decida também intervir aí bloqueando o que não interessa que chegue ao conhecimento das pessoas.
Por outro lado o sistema de ensino está a criar uma sociedade de gente embrutecida, sem capacidade de pensar, de discutir, de pôr em causa seja o que fôr...
O acesso ao emprego e a condições de vida razoáveis e com alguma dignidade está a transformar a nossa sociedade numa sociedade de bufos, yesmen e egocêntricos.
Aqui tem tudo o que é preciso para transformar aquilo que podia ser um país num feudo para meia dúzia viveram à tripa-forra!

Anónimo disse...

Para o das 11:02.

Às vezes há proprietários que acertam e fazem o dois em um.

Anónimo disse...

Já houve as mulheres de Bragança.
Com a sua profícua actuação os bares de alterne foram para Espanha e, talvez, os maridos também.
Será que agora há as mulheres de Tomar?
Ou serão os maus pagadores, ou os que não querem pagar, ou ainda os que foram enganados com o produto.
As p.....s estão em crise.
O negócio estava em crise e cada vez é pior.
Tudo começou com a abertura do novo troço do IC3 que retirou o trânsito da Atalaia, depois foi a bomba na caixa do correio do prédio na Estrada da Serra, depois novo bomba no prédio ao pé do Bonjardim, agora isto!
Estão pior que a crise no mercado bolsista.
Valha-lhes Deus, que os humanos não são capazes!!!!!!

Anónimo disse...

AO COMENTADOR ANTERIOR:

Ao que me constou, quando se deu a crise de Bragança, muitas das prostitutas vieram para o Alentejo e Ribatejo. Por isso se explica o "boom" que houve dessa gente em Tomar a partir de determinada altura. E sabe que melhor forma de aferir isso? Quando do último mundial de futebol bastava dar uma volta à cidade e ver bandeiras brasileiras penduradas das janelas e varandas!

Anónimo disse...

Brasileiras?!
Eu cá prefiro as ucranianas!

Anónimo disse...

Se calhar tem razão.
Isto não passa de uma guerra de gangs, entre chulos.
Foi uma das mafias do leste a querer combater a concorrência brasileira.

Anónimo disse...

EW a polícia a assistir de cadeira. Se fossem assuntos de trânsito...

Anónimo disse...

Se calhar os polícias também são clientes.

Anónimo disse...

O que não vale ser ladrão!!! Até já aparece com nome e tudo no IOL!!!
Vai lá, vai!!!

Anónimo disse...

Passeando pelas novas obras da Ponte Paulina-Polis e respectivos acessos, verifica-se que no passeio onde antes estava um velho prédio com uma padaria foi colocado um semáforo. Até aqui tudo bem! Só que o dito foi "plantado" mesmo no meio do passeio que é estreito, adivinhando-se que será impossível alguém ali transitar de cadeira de rodas. Até mesmo alguém com canadianas terá dificuldade em passar.

TEM CABEÇA DE BURRO NO ASSUNTO!!!

Anónimo disse...

Até mesmo uma pessoa sem dificuldades motoras mas que ali passe com dois sacos de compras, um em cada mão, terá de ir para a estrada.
Então não é bom de ver que se o semáforo tem mesmo de estar naquela zona o mais lógico seria colocá-lo encostado ao prédio até se arranjar outra solução?

NÃO HÁ DÚVIDA QUE TEM MESMO CABEÇA DE BURRO METIDA NO ASSUNTO...OU NÃO ESTIVÉSSEMOS NÓS EM TOMAR!!!

Anónimo disse...

TOMAR, CIDADE CIGANA, CIDADE TEMPLEIRA!!!

Anónimo disse...

Cidade de Burros e Asnos.
Exemplo de cidade Lusa.

Anónimo disse...

TOMA QUE È DEMOCRÁTICO E VAI-TE ASSOAR

SR. HUGO CRISTOVÃO

SÓ LHE RESPONDO HOJE, POR SÓ HOJE TER TOMADO CONHECIMENTO POR MERO ACASO DA SUA INSINUAÇÃO.
QUERO APENAS E SÓ DIZER-LHE QUE NÃO LHE ADMITO QUALQUER COMENTÁRIO SOBRE A MINHA PESSOA OU FAMILIAR.
PORQUE A SUA INSINUAÇÃO É FALSA!
NUNCA ESCREVI ANONIMAMENTE EM QUAQUER BLOGUE A SEU RESPEITO OU DE QUALQUER OUTRA PESSOA.
COMO DIZ, FUI SEU PROFESSOR E GARANTIDAMENTE, QUE O ENSINEI A SER FRONTAL, HONESTO E DEVER SER RESPONSÁVEL PELOS SEUS ACTOS.
NA MINHA VIDA, TALVEZ POR DEFEITO, FUI SEMPRE FRONTAL, HONESTO E RESPONSÁVEL PELOS MEUS. ASSINANDO SEMPRE QUALQUER ESCRITO QUE TENHA FEITO.
DEI SEMPRE A CARA!
SOU MILITANTE SOCIALISTA MAS COM PRINCIPIOS MAIS SOCIALISTAS, NA MINHA OPINIÃO, OBVIAMENTE.
COMO DEVE SABER, NO MOMENTO EM QUE DECIDI APOIAR O DR. PEDRO MARQUES, PEDI A SUSPENSÃO DE MILITANTE DO PARTIDO. VEJA A MINHA VERTICALIDADE.
SEJA-O TAMBÉM! QUANDO FIZER AFIRMAÇÕES, CERTIFIQUE-SE ANTES DO QUE AFIRMA.
FINALMENTE, PENSEI NÃO LHE RESPONDER, PORQUE POR PRINCIPIO, NÃO BAIXO AO MESMO NIVEL, MAS REPENSANDO,ENTENDI FAZÊ-LO, PARA ESCLARECIMENTO E PELO RESPEITO QUE, AGORA SIM, ALGUMAS PESSOAS ANÓNIMAS, POSSAM MERECER, QUE LERAM O SEU ESCRITO E QUE EVENTUALMENTE, POSSAM TER ACREDITADO NA AFIRMAÇÃO QUE FAZ.
SEJAMOS ADULTOS!
PONTO FINAL.

José Neto

Anónimo disse...

AO JOSÉ NETO

Caro amigo, não te desgastes em guerras de palavras com quem não merece um segundo de atenção. O "establishment" actual do PS de Tomar é reviralho do mais baixo que possas imaginar. Mantem-te fiel aos teus princípios e deixa os cães ladrar. Lembra-te que por vezes certos insultos, vindos de onde vêm, são medalhas.

UM ABRAÇO

Anónimo disse...

Ontem dei por mim a ver os noticiários das 20:00h nos canais de TV, e vi o Ivo Santos a faladrar com um sorriso de orelha a orelha sobre as incidências da explosão no prédio onde se situa a casa de meninas. Pudera! Não é todos os dias que se aparece na televisão. Espero que o Ivo tenha mandado gravar para mostrar aos filhos.
Ocorre-me agora o seguinte: a câmara devia homenagear e medalhar o bombista no próximo dia da cidade em 2009, porque a sua acção fae com que Tomar fosse notícia nacional, ainda que breve.
Agora que perdemos o espectáculo das cheias por via do novo Muro de Berlim que empareda o rio e o rouba à nossa visão, a que se junta o estádio do botellón, vamos aproveitando o pouco que aparece...

Anónimo disse...

"Agora que perdemos o espectáculo das cheias por via do novo Muro de Berlim que empareda o rio"

Meu caro, se acha que aquela intervenção irá resolver o problema das cheias do Nabão, nomeadamente nos locais mais usuais (levada e rotunda) está bem enganado.

Anónimo disse...

É claro que não vai resolver definitivamente as cheias! Isso eu sei. De qualquer modo obrigado por ter realçado essa questão.
Mas certamente sabe que não é isso que pensam os responsáveis pela obra, e por isso a desproporcionada volumetria da construção. Quanto a mim seria mais útil investir na limpeza programada do rio e da vala do que naquela megalomania.

Anónimo disse...

Zé Neto

O anónimo das 8,45 tem toda a razão. Não te prostituas descendo ao nível do Hugo Cristóvão. Aquilo é escumalha sem préstimo. Aliás no PS de Tomar quem é que vês que valha alguma coisa. Não percas tempo com inúteis que por o serem querem fazer carreira na política. São uns abortos e uns parasitas, sobretudo esse híbrido HC.
Releva e manda-os levar onde levam as galinhas.

Anónimo disse...

Disseram-me que o muro era assim para evitar que as crianças pudessem cair ao rio. Mas acho que será mais para evitar que o pessoal que sai das dicotecase bares não vá mijar aos peixes.

Anónimo disse...

Estamos em Portugal. É tudo da garganta para fora. Afinal somos portugueses. Conhecidos pelo nosso comodismo. Conformismo. Paciência e saloismo.

Mas afinal o que é ser Português?

Alguém se dedicou a enumerar as nossas características:

- Levar arroz de frango para a praia.
- Guardar aquelas cuecas velhas, para polir o carro.
- Ter o colete reflector no banco do passageiro.
- Lavar o carro na rua, ao domingo.
- Ter pelo menos duas camisas traficadas da Lacoste e uma da Tommy (de cor amarelo-canário e azul-cueca).
- Passar o domingo no shopping.
- No restaurante, largar o puto de 4 anos aos berros e a correr como um louco, a incomodar os restantes Tugas.
- Tirar a cera dos ouvidos com a chave do carro ou com a tampa da
esferográfica.
- Receber visitas e ir logo mostrar a casa toda.
- Enfeitar as estantes da sala com as prendas do casamento.
- Exigir que lhe chamem 'Doutor'.
- Exigir que o tratem por Sr. Engenheiro.
- Axaxinar o Portuguex ao eskrever.
- Gastar 50 mil euros no Mercedes C220 cdi, mas não comprar o
kitmãos-livres, porque 'é caro'.
- Já ter 'ido à bruxa'.
- Filhos baptizados e de catecismo na mão, mas nunca pôr os pés na
igreja.
- Não ser racista, mas abrir uma excepção com os ciganos.
- Ir de carro para todo o lado, aconteça o que acontecer, e, pelo menos, a 500 metros de casa.
- Dar os máximos durante 10 km, para avisar os outros condutores da
polícia adiante.
- Conduzir sempre pela faixa da esquerda da auto-estrada (a da direita é para os camiões).
- Cometer 3 infracções ao código da estrada, por quilómetro percorrido!
- Ter três telemóveis.
- Gastar uma fortuna no telemóvel mas pensar duas vezes antes de ir ao dentista.
- Ir à bola, comprar 'prá geral' e saltar 'prá central'.
- Gravar os 'donos da bola'.
- Ter diariamente, pelo menos 8 telenovelas brasileiras e 2 imitações rascas da TVI na televisão.
- Ser mal atendido num serviço, ficar lixado da vida, mas não reclamar por escrito 'porque não se quer aborrecer'.
- Criticar o governo local, mas jamais se queixar oficialmente.
- Falar mal do Governo eleito e esquecer-se que votou nele.

Parece que acertou em quase todas.

Anónimo disse...

Mas tu, anónimo anterior, foges à regra, está-se a ver não é? És um produto de alta "finesse", os defeitos são só dos outros. Tu estás acima dessa mediocridade. És um eleito...

Anónimo disse...

Será mesmo?
Afinal ele até escreveu na primeira pessoa do plural:
- "Alguém se dedicou a enumerar as NOSSAS características."

Anónimo disse...

Alguém me pode dizer a que horas é o autocarro para Alpalhão?

Anónimo disse...

Alguém me pode dizer a que horas é o autocarro para Alpalhão?

Anónimo disse...

Depende do autocarro.
Há o que transporta gado e o da carreira de luxo. Só para iluminados.

Anónimo disse...

Gado não é transportado em autocarro mas sim em camião. Continuas a não distinguir um prato dum penico!

Anónimo disse...

RECEITA

CAFÉ COM CHEIRINHO

Dirija-se a um dos cafés de Tomar.
Agarre no telemóvel,ligue para o Luis Ferreira e peça-lhe para comparecer no sítio onde você está.
Entretanto sente-se à mesa e diga ao empregado que está à espera duma pessoa.
Quando o Luis Ferreira chegar peça uma bica.
Faça o Luis Ferreira sentar-se bem ao seu lado.
Adoce a bica, mexa com a colher e beba-a.
Não nota o cheirinho a porco sobrepondo-se ao do café?

BOM APETITE

Anónimo disse...

"Gado não é transportado em autocarro mas sim em camião. Continuas a não distinguir um prato dum penico!"

Já vi muitos asnos como tu a andar de autocarro (mesmo que não tenham licença de transporte de gado), acomodados ao lado de pessoas. Claro que ficaria mais contente se fossem em camiões de caixa aberta, mas como é sabido o mundo não é perfeito...

Anónimo disse...

Alguém sabe o preço dos fardos de palha? Sei de um asno que está parece estar faminto.

Anónimo disse...

Por falar em palha e em asnos, alguém sabe o que é que o Paiva anda a tramar com o Corvelo e o Relvas?
Desde que os vi a comer juntos fiquei com uma pulga atrás da orelha...

Anónimo disse...

"Já vi muitos asnos como tu a andar de autocarro (mesmo que não tenham licença de transporte de gado), acomodados ao lado de pessoas. Claro que ficaria mais contente se fossem em camiões de caixa aberta, mas como é sabido o mundo não é perfeito..."

Pois é, ó monco, e a prova provadinha disso é o erro da natureza que tu és. Deves ser filho único. Os teus pais juraram não tentar segunda vez...de certeza!!!

Anónimo disse...

Ó cavalgadura, não são os asnos que têm de ter licença de transporte de gado mas sim quem os transporta...és mesmo uma alimária!!!

Anónimo disse...

PS e PSD dão milhões aos advogados

As empresas detidas directa ou indirectamente pelo Estado têm sido utilizadas para pagar aos advogados que os sucessivos governos contratam para lhes realizarem pareceres ou prestarem apoio jurídico.

As contratações são feitas por ajuste directo, por montantes elevados, e envolvem sempre as mesmas grandes sociedades de advogados, desconhecendo-se a que critérios obedeceram.

Serviços de milhões

O SOL consultou no Ministério da Economia o dossiê relativo aos advogados contratados pelo Estado para a reestruturação do sector energético, entre 2003 e 2006. O dossiê é o exemplo vivo de todos os problemas acima colocados.

Em 2006, o ministro da Economia, Manuel Pinho, e o seu secretário de Estado-adjunto, Castro Guerra, ordenaram à sociedade PLMJ (António Maria Pereira, Sáragga Leal, Oliveira Martins, Júdice e Associados) que facturasse à REN, EDP e Parpública (holding que gere as participações do Estado) serviços jurídicos de um milhão de euros que lhe tinham sido prestados em 2005 e 2006."
O SOL

O bloco Central no seu melhor!!!
O Zé aperta o cinto!
Paga Zé!

Anónimo disse...

NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA

O Outono começa hopje às 16:44H. Para mais informações ligue o 249393395 ou dirija-se ao Gabinete de Apoio ao Cidadão da Câmara Municipal de Tomar.

Anónimo disse...

AVISO

Avisam-se todos os tomarenses que o Outono vai chegar hoje. A Protecção Civil, pela voz do ladrão da caixa, decretou alerta amarelo para todo o concelho, pelo que as pessoas devem recolher todos os seus bens dentro de casa, fechar bem janelas e portas, tirar a roupa do arame, chamar o tareco e o bobby.
Solicita-se às pessoas que mantenham a calma.

Anónimo disse...

Prevêem-se ventos ciclónicos de 20 Kms/hora soprando de cima para baixo durante a tarde de ontem e manhã de logo à noite. A Protecção Civil e as autoridades camarárias estão atentas.

Anónimo disse...

O Barbicha Toca-Flautas já anda a fazer campanha! Era vê-lo no futuro ex-mercado no sábado a distribuir sorrisos e cumprimentos acompanhado da sua excelentíssima.
É um espectáculo!!!

Anónimo disse...

Parábola

Era uma vez uma mula e um cavalo que pastavam juntos numa quinta. De repente o cavalo cai a um poço. Ele grita para a mula:
- Socorro, ajuda-me. Vai chamar o agricultor! Ajuda-me!
A mula vai a correr chamar o agricultor mas não o encontra. Então tem uma ideia brilhante. Pega no BMW do agricultor, guia-o até à beira do poço, ata-lhe uma corda que atira ao cavalo. Depois, guiando em marcha-atrás, salva o cavalo do poço.
O Cavalo diz: - Obrigado, obrigado, devo-te a minha vida.

Alguns dias mais tarde, estando novamente a pastar, é a vez, infelizmente, da mula cair ao poço.
Ela grita para o cavalo: - Socorro, ajuda-me. Vai chamar o agricultor!!!!!
Mas o cavalo diz: - Calma, acho que consigo de outra forma mais rápida.
Então o cavalo estica-se todo para dentro do poço e diz à mula:
- Agarra-te ao meu pénis!
A mula prontamente obedece e o cavalo, recuando, salva assim a mula.

Moral da História:
Se tiverem o pénis de um cavalo não precisam de BMW's para apanhar mulas.

Anónimo disse...

RESSENSSIAMENTO

Cegundo o último ssenssus, ezistem no rio Nabão 2.750.628 peixes de várias marcas. Aguarda-se entretanto o nascimento de mais 526.120 animais logo que os ovos espludão.

PS - Por falar em nascimento, aquele assunto do Nascimento Costa já está resolvido ou foi "abafado".
Agradeço resposta neste local.
Muito agradecido.

Anónimo disse...

1- GUIA PRÁTICO DA CIÊNCIA MODERNA:

1. Se mexer, pertence à Biologia.
2. Se feder, pertence à Química.
3. Se não funciona, pertence à Física.
4. Se ninguém entende, é Matemática.
5. Se não faz sentido, é Economia ou Psicologia.
6. Se mexer, feder, não funcionar, ninguém entender e não fizer sentido, é
INFORMÁTICA.

2- LEI DA PROCURA INDIRECTA:

1. O modo mais rápido de se encontrar uma coisa é procurar outra.
2. Você encontra sempre aquilo que não está procurando.

3- LEI DA TELEFONIA:

1. Quando lhe ligam: se você tem caneta, não tem papel. Se tiver papel, não tem caneta. Se tiver ambos, ninguém liga.
2. Quando você liga para números errados de telefone, eles nunca estão ocupados.
Parágrafo único: Todo o corpo mergulhado numa banheira ou debaixo do chuveiro faz tocar o telefone.

4- LEI DAS UNIDADES DE MEDIDA:

Se estiver escrito 'Tamanho Único', é porque não serve em ninguém, muito menos em você...

5- LEI DA GRAVIDADE:

Se você consegue manter a cabeça enquanto à sua volta todos estão perdendo, provavelmente você não está entendendo a gravidade da situação.

6- LEI DOS CURSOS, PROVAS E AFINS:

80% da prova final será baseada na única aula a que você não compareceu, baseada no único livro que você não leu.

7- LEI DA QUEDA LIVRE:

1. Qualquer esforço para se agarrar um objecto em queda, provoca mais destruição do que se o deixássemos cair naturalmente.
2. A probabilidade de o pão cair com o lado da manteiga virado para baixo é proporcional ao valor do carpete.

8- LEI DAS FILAS E DOS ENGARRAFAMENTOS:

A fila do lado anda sempre mais rápido.
Parágrafo único: Não adianta mudar de fila. A outra é sempre mais rápida.

9- LEI DA RELATIVIDADE DOCUMENTADA:

Nada é tão fácil quanto parece, nem tão difícil quanto a explicação do manual.

11- LEI DA VIDA:

1. Uma pessoa saudável é aquela que não foi suficientemente examinada.
2. Tudo que é bom na vida é ilegal, imoral, engorda ou engravida.

12- LEI DA ATRAÇÃO DE PARTÍCULAS:

Toda partícula que voa encontra sempre um olho aberto.

Anónimo disse...

Qual Nascimento Costa? Aquele das motas...coisital, protecção civil...???

Anónimo disse...

Brrrruuummmm!
Brruuuummmm!
Vai até de quod quando pode e leva o garrafão de viski consigo!

Anónimo disse...

É verdade! Ele também é dos que lhe chega bem! O PS está bem fornecido de b~ebedos! Vai concerteza mandar uma boa representação quando fôr inaugurado o Estádio do Botellón.

Anónimo disse...

E tão amigo que ele é do Zé mendes! Enfim...afinidades!!!

Anónimo disse...

Mete ao bolso, Costinha, mete ao bolso...
Onde é que eu já ouvi esta música mas com outro artista?

Anónimo disse...

ÚLTIMA NOTÍCIAS

Segundo notícia no IOL a crise já está a carregar nas famílias espanholas. Convém lembrar que a Espanha é o nosso melhor cliente. É fácil perceber que num futuro imediato vai haver retacção nesse nicho de mercado!

Lá se vai a minha ideia do Botellón em Tomar por água abaixo!
Espera! Por água abaixo? Mas como é isso possível com um Muro de Berlim de 3 mts de altura? Espera! Já sei!

LÁ SE VAI A MINHA IDEIA DO BOTELLÓN EM TOMAR ESFUMAR-SE NO AR!!!
OH INCLEMÊNCIA...!!!

Anónimo disse...

Não é retacção mas sim retracção.

NOTA DO AUTOR

Anónimo disse...

Dois leões fugiram do Jardim Zoológico.
Na fuga, cada um tomou um rumo diferente. Um foi para a mata, o outro para a cidade.
Procuraram os leões por todo o lado, mas ninguém os encontrou.
Depois de um mês, para surpresa geral, o leão que voltou foi justamente o que fugira para a mata. Voltou magro, faminto, alquebrado. Assim, o leão foi reconduzido a sua jaula.
Passaram-se oito meses e ninguém mais se lembrou do leão que fugira para o centro da cidade, quando, um dia, o bicho foi recapturado. E voltou ao Jardim Zoológico gordo, sadio, vendendo saúde.
Mal ficaram juntos de novo, o leão que fugira para a floresta perguntou ao colega:
- Como é que conseguiste ficar na cidade esse tempo todo e ainda voltar com saúde? Eu, que fugi para a mata, tive que voltar, porque quase não encontrava o que comer... !!!
O outro leão então explicou:
- Enchi-me de coragem e fui esconder-me numa repartição pública. Cada dia comia um funcionário e ninguém dava por falta dele.
- E por que voltaste então para cá? Tinham acabado os funcionários?
- Nada disso. Funcionário público é coisa que nunca se acaba. É que eu cometi um erro gravíssimo.
Tinha comido o director-geral, dois superintendentes, cinco adjuntos, três coordenadores, dez assessores, doze chefes de secção, quinze chefes de divisão, várias secretárias, dezenas de funcionários e ninguém deu por falta deles!
Mas, no dia em que eu comi o que servia o cafézinho... Estraguei tudo!!!

Anónimo disse...

"Perante a catástrofe iminente, aqueles mesmos que reclamavam, há poucos meses, menos Estado, mais privatizações, recorrem agora ao Estado, com total desfaçatez, isto é: ao dinheiro dos contribuintes. Privatizam-se os lucros e socializam-se os prejuízos - essa parece ser agora a regra."
Mário Soares, "Diário de Notícias", 23-09-2008

Anónimo disse...

Ó chefe, ponha o leãozinho 4 dias a yogurtes e a seguir largue-o na Praça da República.

Anónimo disse...

Coitado do leão, morria logo envenenado.

Anónimo disse...

Antes disso era agarrado pela malta do Sporting e ficava na varanda da sede a fazer reclame com o painel do ainversário.
Daí via tudo e não comia ninguém!!!!!!

Anónimo disse...

O QUE EU GOSTO DE COMER

- Galinha de caril.
- Arroz de pato.
- Cozido à portuguesa.
- Sarapatel
- Alheira de Mirandela

O QUE EU GOSTAVA DE COMER

- Judite de Sousa.
- Sarah Palin (de óculos, lábios de vermelho flamejante e meias pretas até lá acima).
- Naomi Watts

O QUE EU NUNCA COMERIA

- A paquidérmica do Centro de Emprego (até porque nem sequer tenho curso de alpinismo).
- Teresa Guilherme
- Maria Vieira.
- Lili Caneças
- Bolo podre.

Anónimo disse...

A recente reviravolta que a câmara deu relativamente ao local destinado à Feira de Santa Iria de 2008 pareceu-me um acto de reflexão bem dirigido, embora tenha estranhado tal atitude. Não é frequente, ou melhor, é raro esta câmara tomar decisões acertadas.
Afinal a minha desconfiança tinha razão de ser. O que terá motivado o recuo da câmara foi a nega que a EDP lhe deu ao declinar a colocação do sistema eléctrico em Marmelais por se tratar de domínio privado. Isto é, forças maiores obrigaram a câmara a assumir a feira de novo no seu local tradicional.
Os cabeças de burro com Ivo Santos à frente mais uma vez deram provas da sua "competência" e "bom senso". Lamentavelmente a burrice deste senhor em particular é directamente proporcional à sua altura.

Anónimo disse...

Quando alguns se põem em bicos de pés para ter protagonismo, ou quando tentam jogadas de antecipação sem terem o controle da situação, dá isto.
O Ivo foi obrigado a dar dois passos atrás para poder dar um para a frente.
Vá Carlos Silva aproveita na 3ª feira para vires cantar vitória e para zurzir na coligação que a tua imaginação prodigiosa inventou.

Anónimo disse...

Vem o semanário O Mirante, na sua última publicação, evidenciar com um artigo algo extenso as reiteradas explosões que têm assolado os prédios de Tomar. Quem não é de cá e não souber do que se trata julgará poder tratar-se de deficiências na rede de gás ou outras. Não!!! Não se trata de nenhum problema estrutural nos prédios de Tomar! Trata-se tão somente de negócio de putas que em Tomar tem vindo a crescer a par do negócio da droga que, não lhe sendo necessariamente conexo, é um fenómeno que eclode por arrasto.
Como sempre Tomar aparece nas parangonas pelas piores razões.
É A TOMAR CIGANA, CIDADE TEMPLEIRA!!!

Anónimo disse...

LEITE COM RAZÃO

A indignação tomou conta da generala do PSD. De facto a festa/comício do PS na cidade mãe de todos os nossos desgostos foi, segundo a casta diva, opulenta, insultuosamente opulenta face à situação económica do país.
Devia saber a vetusta senhora que as festas gay são generosas e inebiantes de brilho e côr.

Anónimo disse...

Se sou dos primeiros a criticar quando entendo haver motivo, e por isso levo de vez em quando nas orelhas, também sou o primeiro a aplaudir aquilo que na minha opinião merece ser aplaudido.
E neste último caso está a pavimentação da rua Gil Avô e vielas anexas que trouxeram àquelas artérias uma imagem completamente diferente da decrepitude a que estavam votadas. Toda a envolvente tem agora melhor aspecto, e mesmo as casas mais degradadas parecem agora um pouco menos definhadas.
Com isto não mudo em nada a opinião desfavorável que tenho da nova ponte Paulino-Polis e sobretudo do Muro de Berlim à beira-Nabão, futuro bebedódromo vocacionado ao Botellón semanal.
Infelizmente este Polis do Flecheiro vai ficar negativamente marcado por esse muro, disforme, monstruoso, desproporcionado, que vai roubar aos tomarenses a fruição do rio que era um dos cavalos de batalha da campanha pró-Polis.
Os tomarenses têm razão em sentir-se enganados!!!

Anónimo disse...

Um caso de mau resultado na transformação duma rua em zona pedonal foi o da Corredoura. Aí deveria ter-se sempre mantido o trânsito que ao chegar à esquina da Igreja de S.João deveria flectir à direita para a Silva Magalhães, preservando-se assim a Praça da República como espaço exclusivamente pedonal.
A tudo isto acresce o facto de o arranjo da Corredoura ter sido um autêntico desastre...

Anónimo disse...

Sempre que ocorre um aumento do preço do petróleo nos mercados internacionais, as petrolíferas respondem com um imediato aumento do preço dos combustíveis. Mas num cenário de descida, aquelas mantêm discricionariamente os preços.
A DECO dando voz à crescente indignação demonstrada pelas largas centenas de reclamações/denúncias que tem recebido, incita todos os consumidores a realizarem uma Jornada Nacional de Protesto, no próximo dia 27, sábado, pedindo-lhes que não abasteçam os seus veículos durante todo o dia.

PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS: ASSIM NÃO
SÁBADO 27: NÃO SE ESQUEÇA, NÃO ABASTEÇA!

ADIRAM E DIVULGUEM
Há 2 meses, o preço do barril de petróleo bateu no tecto e atingiu o seu máximo histórico, a barreira dos $150 foi completamente pulverizada! O preço dos combustíveis foi por aí acima e sufocou os portugueses. 2008 fica para os anais da história como o da mais profunda crise no sector energético. E quando há crise no petróleo há crise nos combustíveis e na vida de todos. O Governo não satisfeito aplica uma catraifada de impostos aumentando o preço final em mais de 50%. MAS AGORA QUE O PETRÓLEO DESCEU MAIS DE 50% os combustíveis descem apenas 5%?????? E VAMOS AO DESCARAMENTO DA BP AUMENTAR NA SEMANA PASSADA UM CÊNTIMO NA GASOLINA... e o Estado a facturar pelos impostos não diz népia! Alguém dá alguma credibilidade ao M da Economia?? E os Espanhóis que querem descer o preço dos combustíveis em cerca de 10 cêntimos???? MAS O QUE É QUE ESTAMOS À ESPERA? E AINDA POR CIMA ESTAMOS APERTADOS COM AS DESPESAS DE UM NOVO ANO ESCOLAR???? São as gasolineiras a abusar, o Estado a gozar e nós a sufocar. Espera aí que já te digo. É QU'É JÁ A SEGUIR!!!

Anónimo disse...

COMERCIANTE DESFALCADO

Só neste país uma história deste tipo se podia passar.
Um comerciante desta cidade forneceu à Câmara Municipal 3 chaves no valor total de 4,50 euros com iva à taxa de 20% incluído. Sucede que para apresentar factura na câmara tem de requerer nas finanças um papelzito que lhe irá custar quase o dobro. "São exigências da lei" disseram-lhe na cãmara...só que não lho disseram antes do serviço prestado.
Deste modo o logista para ver paga a factura terá de dispender mais do que o valor da mesma.
Claro está que a culpa é do comerciante. Nos dias de hoje ninguém presta serviços a crédito dum valor tão baixo. Serviço prestado, Venda a Dinheiro emitida e dinheiro na caixa, assim é que as coisas funcionam.
Este comerciante, a avaliar pela fotografia do documento exibida no Cidade de Tomar desta semana, ainda deve viver em termos de organização da empresa nos anos 50 do século passado. É um mal que afecta muitos senão a grande parte dos comerciantes tomarenses que ainda vão memorizando os calotes no livrinho, etc, etc.
Comigo esta cãmara estava servida "for good"! Não faria mais qualquer trabalho fosse de que tipo fosse para esta entidade.
Se o problema é da burocracia então mude-se a burocracia.

Anónimo disse...

O comerciante está em condições de recusar fazer serviço para a câmara. Poderá executá-lo de facto mas emitindo Venda a Dinheiro em nome da pessoa que lhe solicita o serviço indicando o nr. de contribuinte dessa pessoa. Assim descarta-se do problema e quem quiser que se entenda com a câmara.

Anónimo disse...

Duelo de palavras: Paulo Bentoinha VS Quique Flores
Na conferência de imprensa desta tarde, o Paulo Bentoinha tinha destacado o facto de nunca ter perdido um jogo com o Benfica no seu estádio.

Quique Flores respondeu-lhe assim:

«Posso dizer o que penso como treinador. Quando as coisas vão bem, o que parece muito é capaz de ser pouco. Pode-se pensar que já está tudo feito. Eu prefiro o caminho da humildade do que andar de peito feito. Quando se anda de peito feito, as coisas podem não sair bem depois. Cada treinador tem a sua forma de ver as coisas. A mim as estatísticas não me dizem nada. Estou cansado de quebrar as estatísticas. Como sabem, as estatísticas são para se quebrar. Amanhã vamos ter uma oportunidade para isso»


LINDO! Este homem é um Senhor!

Anónimo disse...

Um muro ao pé da ponte, com mercado, feira, transito em redor, muitas mijadelas ir-se-ão fazer, coitado de quem morar perto...

Anónimo disse...

...e mijadelas com cheiro a cerveja. Vai ser um espectáculo! Veja-se o que sucede na viela do Paraíso! A coisa agora está melhor mas mesmo assim, do lado da rua de São João cheira que tresanda...

Anónimo disse...

Sim, de há alguns anos a esta parte o Quique Flores é o primeiro treinador, nacional ou estrangeiro, que tem um discurso que vai para além da mera retórica futebolística. Acho que é mal empregado para este campeonato e para o fraco nível dos agentes desportivos deste país, sobretudo os ligados ao futebol.
Estou convencido que próprio irá dar-se conta disso, e não ficará por cá muito tempo, sobretudo quando lhe doerem na alma os resultados fabricados fora das quatro linhas, tendo como beneficiário principalmente o FCPorto.

Anónimo disse...

DICIONÁRIO DE DIALECTO DO PORTO - PORTUGUÊS

Numbi - Não vi
Numbeijo - Não vejo
Numbou - Não vou
Voi - Boi
Baca - Vaca
Bimbêlo - Vim vê-lo
Vailinho - Bailinho
Bela - Vela
Vela - Bela

Anónimo disse...

Em Jerusalém há o muro das lamentações. Aqui em Tomar vai haver o muro das mijações.
É um espectáculo!
TOMAR, CIDADE CIGANA, CIDADE TEMPLEIRA.

Anónimo disse...

Caro Conde, está na hora de mais um post.
Embora saibamos que agora, com a escrita regular na CT, o tempo lhe escasseia, a malta agradecia mais uma prova do seu afecto por nós.

Anónimo disse...

E qual o tema? Tomar é assunto em algum lado? Não há dúvida, esta terra só tem gente com um umbigo muito grande.

«O mais antigo ‹Mais antiga   201 – 400 de 484   Mais recente› Mais recente»