12/03/2008

In(v/f)erno sem fim.

Caras plebeias gentes nabantinas, como estão? Mal presumo, decerto como eu, a chorar que nem desalmada!... mas vá, já lá vamos.
Preciso muito de vós, preciso da vossa ajuda. Tereis vós porventura a fineza de me prestar um pequeno pequeno obséquio? Sabereis vós, algum de vós, dizer-me onde paira o canastrão do Conde? Não que me interesse muito aquela inútil criatura, mas é que não sei dele vai para dois meses, e já não tenho saldo em quase nenhum dos meus golden cards.
É o fim do mundo, tenho tanta despesa a aproximar-se e o desgraçado não dá sinal. Já tive que, vejam bem, cancelar hoje a minha massagem de algas e pedras vulcânicas, e sinto já a pele toda áspera! Há mais de uma semana que não compro um par de Givenchy’s ou uma Louis Vitton, e saíram agora umas de alça dourada tão giiiiiras! Digam-me por Deus, como se pode ser Condessa assim, a usar a mesma mala dois dias seguidos?!

O pachola esfumou-se. Ainda pensei que tivesse ido visitar o Príncipe da Alameda, agora que se mudou para terras do Mondego, mas não, naturalmente já falei com ele, que toda a desculpa serve para falar com aquele enviado de Deus, mas ele diz que nada sabia do Conde e nem o queria ver nem que viesse coberto de chocolate belga – e se aquele homem adooooora chocolate belga!
Foi uma catástrofe, como é que consentimos que o esbelto Príncipe se fosse embora?! Naturalmente choro mais por ele que pelo Conde... O que será desta terra, quem agora, evitará que por aí entrem esbaforidas, as demoníacas tropas do progresso?
Na missa de domingo, estavam umas deslavadas sem jeito nem pilhéria, que nem sabem a diferença entre um Gucci e um Valentino, a cochichar que Dom Corvêlo de Sousa era bem capaz de guardar a cidadela das maleitas dessa gentinha pobre que se põe por aí a dizer que também quer ter jeitos de cá morar. Onde é que já se viu, gentinha sem pedigree aqui a dar mau cheiro a isto, a aterrorizar-nos com aqueles trapos comprados aos ciganos ou em lojas sem marca, ou pior, em saldos! Ui, que horrooor, já estou cheia de urticária! Pelo sim pelo não, já prometi doze velas à Nossa Senhora se proteger o senhor e o guiar nessa santa missão. Não deixai Santa Senhora Virgem Mãe que façam mal à nossa terra, ai!

É que também lá diziam à porta da igreja, que os primeiros que o querem levar para o tronco, são os que estão ao lado dele. Diziam mesmo que Dom Carrão, Barão das Freguesias, era o primeiro conspirador, de tal avidez que tem em conquistar o trono. Já se sabe como são estas tramóias da alta nobreza… Mas quem mandou o sujeito andar para aí antes do tempo a dizer que ia chegar a príncipe, se a sucessão ainda não estava decidida? E agora, como é que salva a honra se o concílio dos cardeais decidir que é o Regedor Côrvelo, ilustre Visconde da Passividade, que fica no trono? Giro giro era termos duelo ao pôr-do-sol, um a arrebitar o bigode, o outro a cofiar a barba, enquanto os pajens lhes afiam as lanças, e eles coçam os fundilhos daquelas calças tipo collants que os homens nobres usavam nos bons tempos da fidalguia. Têm os dois figurinha para isso, mas cicia a minha intuição feminina que o homem vai é calar-se bem caladinho, não vá ser desapossado dos títulos - o que é muito bem feito, que é para aprender a não andar para aí metido com o povo, naqueles arrais degradantes a comer coisas nojentas como frango assado e aos saltos sob a chinfrineira duns quaisquer iludidos cuidando que tocam músicas para bailes. Ou então, é como dizem as minhas amigas do bridge, aquela família do Laranjal está como as águas do rio Nabão, por agora correm suaves, mas todos sabemos que mais tarde ou mais cedo vai haver cheia.

E eu desespero, ó se desespero, onde anda o Conde? À direita do Flecheiro está visto que ninguém sabe dele, mas ao lado esquerdo também não vejo luz. Aquela gentinha dos Cavaleiros da Rosa Murcha, andam mais desatinados que eu, tal que me afigura que ainda não meteram na cabeça que as cruzadas já acabaram, e que se o Gualdim fundador cá viesse agora, era corrido mais ligeiro que os discursos do agora nosso Regedor. Diz que nesta terra, o povo é muito sensível ao que fazem lá por Lisboa, e já se sabe que, como quem lá manda agora são esses de rosa, a populaça daqui é bem capaz de não lhes ter grande conta. Ainda ontem comentava uma mestre-escola reformada que ao meu lado fazia a manicura, que nunca mais na vida lhes dá voto.
Nos cafés diz-se que o que os vai levar à batalha é o arquitecto, mas que o projecto vai ser chumbado, porque pairará ainda o espectro do outro, o anafado causídico e o seu grupelho de gastos rebeldes. Ele já cá reinou uns tempos, mas não tem grandes ilusões, dizem os doutos burgueses nas vividas mesas dos mesmos botequins da urbe, que a batalha dele é outra.
Certo, é que nem advogado, nem arquitecto, nenhum deles me sabe dizer onde e com que meretrizes se esconde o sovina do Conde. Amaldiçoado tempo em que, era eu pouco mais que menina e moça, ou praticamente virgem, caí na asneira de ir nos cantos apaixonados do Conde, que me enviava rosas e diamantes do tamanho de nozes. Aí, como o tempo passa…

Mas dizia eu, esse que já foi reinante, Dom Pedro … é que também não tem grandes ilusões, também sabe que o tempo passou, mas consegue levar dois ou três, ouvi eu entre as conversas à hora do chá. Até o velhinho Dias ainda vai fugindo ao lar, a ver se consegue uma destas noites voltar a acompanhar os homens do lixo que, diz o meu cabeleireiro, foi grande proeza por ele conseguida nos seus tempos aúreos.
Lá no salão, chiquííííssimo, onde eu agora só vou três vezes por semana, que tenho que poupar algum enquanto o Conde não der sinais de vida, ouço as mais interessantes conversas sobre as intrigas dos nobiliárquicos flecheirenses, em alguns momentos em que me deixo interessar por isso. Ainda há dias, dizia uma senhora lá da ilustre família do Laranjal, que nem lhes interessa quem seja escolhido no concílio, que o domínio do reino está seguro, que enquanto os rebeldes envolta de Dom Pedro se aguentaram, eles senhores do Laranjal nem precisam de se mexer muito, porque os rebeldes ajudam o povo a esquecer os Cavaleiros da Rosa, e assim mantendo o povo sereno, como se tomando todos três prozac’s pela manhã, mais facilmente os mantendo na sacarina ilusão de que tudo permanecerá na mesma, sem grandes suposições de mudança. E muito bem hajam!

E muito bem fariam se me dissessem do Conde… Enfim, se o virem, digam-lhe por favor para vir até ao Condado, que o palácio está a arder, ou que o querem deitar abaixo para construir um pilar para a ponte ou assim… é que ainda deitam isto abaixo mais depressa que as árvores no outro dia!
E eu, eu ficava nisto toda a tarde, mas tenho ali uns moços a mudar uns móveis, e coitados, eles são muito musculados, mas aquilo cansa-os muito e já devem estar todos suaditos e, a… tenho que ir ver se posso fazer alguma por eles, e… vá, pronto, fui.

Repenicados Cumprimentos da Vossa bela e distinta,
Condessa do Flecheiro

303 comentários:

«O mais antigo   ‹Mais antiga   201 – 303 de 303
Anónimo disse...

Mulher?!
Era preciso ser casado. Estes miúdos nem são capaz disso. Preferem outros prazeres...

Anónimo disse...

Ah, não és casado! Tens medo de mulheres! Dedicaste a prazeres no singular! Tens a estante cheia de revistas e dvd's!
Entendi perfeitamente!!!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Ele anda por aí muita gente a perfilar-se a cargos públicos, bem pagos, porque não tem capacidades para fazer nada prestável nesta vida. Chamam-se parasitas da sociedade. Não passam duns chulecos armados ao pingarelho, vem vestidos, de fatinho e gravata e meias bancas com o pato Donald. Uns verdadeiros bimbos. E acham-se os salvadores da pátria porque pensam que têm o dom da verdade. No fundo o que querem é o dinheirinho ao fim do mês e as benesses que os cargos públicos dão nas reformas...coisa e tal.
Chulos e parasitas!!!

Anónimo disse...

Meu caro (abstenho-me de divulgar o nome para não seres mais gozado),

Fiquei contente por te ver desabafar. Vomitaste o que e vem na alma e isso é muito bom.
Aliás, até aproveitaste para dar gosto à maledicência inata e chamares chulo ao Z#$%$# e parasita ao W&%$#. Ficaste todo contente e agora bem podes retomar a vidinha deprimente além da ponte.
Domingo encontramo-nos na missa em São João Baptista.
Até lá um bom fim-de-semana.

PS - Será que não estás uma certa dor de c... por ainda ninguém te ter convidado para uma lista?

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

O que mais abunda em Tomar é falta de empregos e gente que não quer fazer nada e ter muito como este tótó das 13:06H, que se deita a adivinhar mostrando a lesma que é!
Não dá para mais porque os seus dois neurónios, o Tico e o Teco, nasceram atrofiados. Enfim, se tivesse tido acompanhamento especial na escola talvez se tivesse safado. Poderíamos perder um mau político mas ganho um bom trabalhador. Mass o Tico e o Teco podem ser atrofiados de nascença mas não são parvos de todo.
"Trabalho? Fónix! Então isso não faz calos?", terão dito um para o outro. Vai daí, mandaram o corpo mandriar que alguém o há-de sustentar. Olha!! Rima e é verdade.

Anónimo disse...

Só cachopos.

Pato Donald p'rá direita, Tico e Teco p'rá esquerda. Etc, etc, etc.
Alguém por aqui ainda não soube crescer e despertar para a vida. Talvez por isso dedica-se aos "prazeres no singular".

Infelizmente ainda não foi desta que a Ministra da Educação conseguiu por esta gente a dar as aulas que os nossos filhos merecem. Se assim fosse passariam menos tempo na internet e dedicar-se-iam mais às funções para as quais são pagos com o dinheiro dos nossos impostos.
P
or isso estou de acordo com o anónimo anterior:
"Vai daí, mandaram o corpo mandriar que alguém o há-de sustentar"

Anónimo disse...

Ó rapazito, t'ás a ficar nervoso! Até fizeste parágrafos indevidos. Bebe um copinho de leite morno que isso passa. E já te disse para não fazeres eco do que os outros escrevem/dizem. Fica-te mal dares a perceber o que és: um tótó mal amanhado, mal-cheiroso, mal vestido e mal f*****.

Anónimo disse...

Vou dar-te outro conselho: ao deitar lês uma página da Ilga, depois fechas a luz do candeeiro, ligas as luzes dos patinhos que se projectam no tecto, fechas os olhos, começas a contar políticos até 100. Vais ver que adormeces num instante e tens sonhos cor-de-rosa, de resto a tua cor preferida!
Verás que no dia seguinte acordas mais bem disposto, pronto para mais uma linha...ups, perdão, para mais uma ida ao café! A tua principal actividade diária...

Anónimo disse...

Oh pá, desculpa! Houve aqui um lapso! Ao reler o meu comentário anterior verifiquei que me enganei numa coisa.
Quando escrevi Ilga queria dizer Gina. Estava a pensar numa coisa e escrevi outra. Peço desculpa!
É que vocês, os coça-esquinas são tão parecidos com os outros...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Touché.

Mais um profesor apanhado na net ao invés de estar a dar aulas.

Anónimo disse...

O que vale é que os fiscais do Ministério andam em cima destas situações e qualquer dia começam a chover despedimentos com justa causa nas escolas deste país.
E ainda bem, pode ser que arranjem vagas para alguns professores desempregados que mereçam o ordenado que estes roubam.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Repito:
Só cachopos.

Anónimo disse...

OK. OK.
Leva lá a bicicleta.
Acho que tens razão. São cachopos que só sabem brincar durante a hora de expediente.
O José Gaio é que os topa!

Anónimo disse...

José Gaio?
Isto aqui é território do Conde. Não é o blogue do Templário.

Anónimo disse...

Vai dar ao mesmo.
Afinal são sempre os mesmos.

Anónimo disse...

Isto parece a conversa da treta!
Vão para casa dar banho à minhoca.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

E cá para mim vocês estão sentados ao mesmo computador! Acho o diálogo demasiado fluido...e digo mais: devem estar sentados ao colo um do outro.
Por falar em diálogo fluido, será que não estão a trocar outros fuidos? Vá lá, confessem...não há vergonha em ser maricas...até que é muito "in" nos tempos que correm!!!

Anónimo disse...

Qual de vocês é que tem os discos todos do Alex?

Anónimo disse...

Tanta conversa ou desconversa da treta!
No IPT existem professores que não podem desde 2008 contratados como equiparados a adjuntos pois o próprio regulamento aprovado e em vigor desde 2007 não o permite "só com o grau de Doutor". Foi assinado pelo Presidente. Mas este ano (2008) alguns senhores já foram contratados em urgência de serviço como professores adjuntos! Vão ao DR e leiam. Existe uma clara violação do que se regulamentou ou o mesmo não se aplica a alguns alguns? E contam-se baterias para fazer guias de marcha a outros que sairão em Setembro de 2008.
E quem não dá aulas no IPT e se balda sem compensar as aulas? Uma vergonha pois quem paga a factura é a imagem do IPT ao contrário do que vem em revistas publicitárias. O Templário sendo um jornal frontal não sabe de nada? Sabe tudo mas o seu espaço não é o local próprio. Eu sei, eu sei o director dá lá aulas e está a contrato.
Assim vai o IPT, a Câmara, o Hospital e outras "democracias".
Assim vai o país cheio de "democracia"!
o que terá o sábio João Simões a dizer disto?

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Eu como doutorado até concorria para ensinar no Politécnico mas é impossível pois o júri é da casa ou está feito com um dos candidatos.

O BURRO!

Anónimo disse...

Era interessante que o Benfica ganhasse amanhã ao Porto para a Bwin Liga.
Mas eu também gostava de ser milionário e mandar borrifar as pessoas.
Como não há milagres aqui fica um recado para os tipos que são clubistas ao quadrado: vejam futebol e tenham visão lateral já que só os burros a não têm (penso eu de que). É que há gente que só vê aquilo que quer ver: são os facciosos paranóicos ou sectários apaixonados de uma facção e esses nunca podem ser objectivos em nada na vida :-)

Anónimo disse...

Creio em Deus Pai Todo Poderoso que um dia fará justiça e lançará contra os ímpios o raio da Sua ira...oxalá o raio seja de 100.000 volts e 2300 amperes!!!!!!!!

Anónimo disse...

Senhor, dai-lhes o Céu pois é no Céu o lugar dos tristes, dos imbecis, dos deserdados da inteligência...mas apressai-Vos Senhor, fazei-me a vontade quanto antes, já hoje se possível. Ah, e não Vos esqueceis dos chulos da sociedade, dos imbecis que nos querem governar, ou melhor, que se querem governar à nossa custa. Dai-lhes um lugar no Céu, Senhor, mesmo lá no fundo do lugar mais recôndito do Teu Reino, que eu prometo portar-me bem, comer a sopa, lavar os dentes todos os dias, não cheirar mal dos pés, e pagar uma missa por semana ao Ti Frutuoso em memória dos desaparecidos...nós os mortais que cá ficamos e a cidade de Tomar ficaríamos muito agradecidos.

Anónimo disse...

"Senhor, dai-lhes o Céu pois é no Céu o lugar dos tristes, dos imbecis, dos deserdados da inteligência...mas apressai-Vos Senhor, fazei-me a vontade quanto antes, já hoje se possível. Ah, e não Vos esqueceis dos chulos da sociedade, dos imbecis que nos querem governar, ou melhor, que se querem governar à nossa custa. Dai-lhes um lugar no Céu, Senhor, mesmo lá no fundo do lugar mais recôndito do Teu Reino, que eu prometo portar-me bem, comer a sopa, lavar os dentes todos os dias, não cheirar mal dos pés, e pagar uma missa por semana ao Ti Frutuoso em memória dos desaparecidos...nós os mortais que cá ficamos e a cidade de Tomar ficaríamos muito agradecidos."

Falta o ÁMEN ou AMÉN sua inteligência rara, eheheh!

Anónimo disse...

Vês Senhor, porque te peço que leves para o Teu lado aqueles que Tu sabes bem que merecem o Teu Reino? É o caso do estúpido das 19:04H que não tem ordem para entrar em casa (para isso tem de tirar senha! Também gosta de ver corridas de homens nús e para tal chega mais cedo que o previsto a casa), e por isso gasta o seu tempo a vomitar blasfémias. Ele é useiro e vezeiro nisto, é um tarado, um confuso, uma verdadeira confusão de genes. É um triste e por isso merece mais que muitos subir ao sublime Reino da Tua administração.

Anónimo disse...

Ó burro, tu como doutor só para dar aulas na universidade de carregueiros

Anónimo disse...

Já não é a Universidade de Carregueiros, é a Universidade de Santa Marta.
Ignorantes.

Anónimo disse...

O quê? A universidade de Carregueiros já tem uma sucursal em Santa Marta?
Ena! Ou é a população "estudantil" que está a aumentar, ou então têm mais olhos que barriga!

Anónimo disse...

Carregueiros só tem a faculdade de teologia (influência de Fátima...)

Anónimo disse...

Falando em sucursais, sempre é verdade que a MartAttack vai crescer para Santarém?
- Afinal o Ivo tinha razões para ser amigo do Moita Flores.

Anónimo disse...

???

Anónimo disse...

Os caminhos do Senhor são insondáveis! Vá-se lá saber quem os quer trilhar. Mas Ele só agraciará com a Sua benevolên$$ia aqueles que Nele acreditarem e seguirem os Seus Con$$elhos...

Anónimo disse...

Bem me queria parecer.
Só bocas.
Era bom que para a próxima fundamentasse o que escreve.

Anónimo disse...

Porquê? Sente-se húmido?

Anónimo disse...

O que interessa para onde é que o Ivo vai tentar sacar o dele?

Já tem garantidos 2500€ limpos na Câmara e só precisa de deixar o Casimiro serra continuar a fazer as trapalhadas habituais.

O resto são negociatas, como vem sendo hábito por cá!

Anónimo disse...

O Ivo amigo do Moita Flores? Talvez! Os politiquilhos fazem lembrar os dingos. Passam a vida a cumprimentar-se e a polir o ego unsa dos outros, mas no fundo não se conhecem de lado nenhum. Aquilo não passa de representação. É corporativismo. Na primeira oportunidade lixam-se uns aos outros. A história recente está cheia de casos desses.

...só que os dingos são mais dignos que os politiquilhos! As suas exuberantes manifestações de amizade entre eles serve para reforçar o espírito de grupo. Ao contrário, estas bestas bípedes alardeiam o seu cinismo nos rituais de cumprimentos e elogios com um único objectivo: auto-promover-se e esgadanharem por um lugar para um tachito à custa do erário público!
A eugenia há-de um dia produzir um ser humano capaz de não se envergonhar ao pé dum animal "irracional".

Anónimo disse...

Manuela Ferreira Leite a secretária geral do PSD!!!
Boa escolha não haja dúvida! É a prova mais que provada do vazio de poder no partido mais fascista existente em Portugal, depos do Partido Dito Socialista do gay José Sócrates.
Aliás, Sócrates, o filósofo, não era grego? Nessa época não era de bom tom ser-se gay? Homossexual como se diria na época?
Daí que tudo o que seja poder instalado é gay? Verdade? Certo ? Ou errado? Me liga vai!!! Me diz se estou certo ou estou errado...!!!
Então não anda aí por Tomar bicho careto danadinho por ser político com poder execiutório na Rathaus da Praça da República?? Então político não pode ser gay? Deve ser gay? Ou não tem como se impor se não for gay?

Gay power every time, every day, everywhere...

Anónimo disse...

Manuela F.Leite, a ministra das finanças que se "esqueceu" de declarar no seu IRS a mais-valia decorrente da venda de um imóvel a meias com o seu irmão, o asqueroso Dias Ferreira do não menos asqueroso clube Sporting Clube de Portugal, paladinos da moralidade, guardiões da seriedade político-económica deste país, entregue às "gerações rascas"? Ivo, Pedro, Carrão, Carlinhos, mostrem que apesar de serem rascas não o são tanto quanto a classe pol+itica em gertal neste país deixa transparecer!!
Levantai-vos..erguei-vos e demonstrai que apesar de corruptos ainda vos resta um espaço de seriedade (aldra...!!!)que vos dá o cimento com o qual irão aldrabar o comum cidadão estúpido-etilizado-adormecido tomarense que em vós acreditará, por que sem dúvida tem do mundo a panorâmica que se vê através dum copo de tinto marado, e daí não distingue uma rã dum B-52 do tempo da guerra da Coreia!!!

Anónimo disse...

19 de Abril de 1988. Um jovem deputado do PS pede a palavra no plenário da Assembleia da República. Vai fazer o seu primeiro discurso sobre uma questão nacional (meses antes tinha falado sobre questões orçamentais relativas ao seu círculo eleitoral). O que estava em causa era um projecto-lei dos "Verdes" legalizando a possibilidade da prática do nudismo.
Disse o jovem deputado que "esta prática tem tido um enorme desenvolvimento na Europa e no mundo" dado o "progressivo reconhecimento" das suas "vantagens para a saúde física e mental" e para um "desejável equilíbrio emocional". Além do mais "liberta" as "mentalidades de complexos de moral sexual retrógradas e bloqueadoras".
E, como se isso não bastasse, "acentua a unidade rica e perfeita do corpo e do espírito". Algo, enfim, só ao alcance de pessoas com "elevada consciência cívica e ecológica".
Por causa deste discurso, o jovem deputado em causa - José Sócrates, de seu nome - foi notícia em todos os jornais. O projecto dos "Verdes" que defendera em nome do PS tinha conseguido vencer as resistências da maioria PSD. Foi aprovado. Um dia histórico para o naturismo nacional, ao qual o actual primeiro-ministro viu o seu nome associado, do lado dos que ganharam. Herculano Pombo, na altura deputado dos "Verdes", foi um dos autores do projecto.
Fonte: Diário de Notícias

Anónimo disse...

Então já viu como as pessoas mudam, em nome da "política"?
Nos tempos da Cortina de Ferro, de que eu me lembro muito bem, e porque nesse tempo, contra tudo e contra muita coisa, consegui visitar dois países que, mais que quaisquer outros representavam a essência da "Öest Politik", a RDA e a Bulgária, nos anos de 77 e 79 respectivamente, homens como o sr. Sócrates, "defensores" de uma "ideia de regime", acabaram claudicando sob a "pata" do "new system", perceptível nas entrelinhas do 1984 de George Orwell?
Não acha Sócrates uma espécie de "Apparatchik" ao serviço de uma idealogia que, trancendendo a mera questão partidária, revela uma nova atitude face ao que hoje se convenciona como necessário à governação política da sociedade pretensamente moderna em que hoje vivemos?

Anónimo disse...

Grande buba.

Anónimo disse...

Vejo alguma coerência no discurso e nas atitudes do José Sócrates.
Primeiro defendeu a prática de nudismo, depois o ambiente e os recursos naturais, mais recentemente chegou a primeiro-ministo e vai daí quer pôr o português de tanga.

Anónimo disse...

Então os machões do PSD vão deixar-se governar pelo bacalhau seco da Manuela Ferreira Leite?
Tchhhhhhhhh...

Anónimo disse...

Machões? São florzinhas de estufa. Até parecem do PS.

Anónimo disse...

MINISTRA DA SAÚDE PREOCUPADA COM "FUGA" DOS MÉDICOS PARA O SECTOR PRIVADO

Deixe-se de cinismos minha senhora! Os médicos estão a fazer-lhe um favor sem preço! É intenção do seu patrão, o engenheireiro Sócrates, acabar com o Serviço Nacional de Saúde durante esta legislatura, para entregar o negócio da saúde a dois dos mais poderosos cartéis deste país: as seguradoras e os hospitais e clínicas privados. Este atropelo à Constituição, onde está ainda consignado a acesso da população aos cuidados médicos a cargo do Estado, continua ante a passividade de todos. Todo o cidadão contribuinte é considerado apenas um número mecanográfico, estatístico e acima de tudo um contribuinte líquido para as contas do Estado. Com o avançar da idade e com o aproximar da idade da reforma o cidadão passa a constituir um problema. O Estado terá que cumprir com a sua obrigação concedendo uma reforma mensal por via dos descontos prestados ao longo duma vida de trabalho (estou a falar de verdadeiros trabalhadores, não de políticos e colateriais!!!), e de algumas magras benesses tais como isenções em taxas moderadoras, descontos por velhice em alguns serviços de carácter público tais como transportes, etc.
Como os governos de filosofia liberal que passaram a gerir o país consideram que a partir da idade de reforma todo e qualquer cidadão (e repito que estou a falar apenas dos verdadeiros trabalhadores e não de políticos e colateriais!!!) é visto como um escolho, um encargo, uma despesa, há que dificultar a vida pós-vida activa, atacando naquilo de que as pessoas no inverno da vida mais dependem: a assistência médica. Quanto mais depressa morrermos melhor, é essa a filosofia, menos reformas se pagam, menos despesas haverá no sector da saúde. Não peçam a pessoas que já têm um historial de contribuições de várias décadas para enveredarem agora por sistemas privados de reforma e saúde. E quanto aos mais novos que agora começam a sua vida laboral, a quem a Segurança Social providenciará muito menos do que à geração dos seus pais e avós, não se perpectiva da parte do Estado um alívio na carga fiscal para que possam, aí sim, optar se assim o entenderem por regimes de saúde e reforma alheios ao Estado.

BRONC E OLÍTICO

Anónimo disse...

Cruel mas realista.
Completamente de acordo caro BRONC E OLÍTICO.
Sócrates percebeu que as despesas com a saúde tendem a ser um poço sem fundo. A esperança de vida aumenta, os cuidados de saúde aumentam, as despesas com as reformas tendem em prolongar-se à custa de cuidados de saúde que apenas adiam o inadiável. E os gastos com a saúde tenderão a aumentar na igual proporção das reformas.

Há que cortar este ciclo que tende a aumentar exponencialmente as despesas sociais (através da segurança social e da saúde).

Duque da Sabacheira

Anónimo disse...

Detive-me apenas nas declarações da ministra da saúde e o que expus é a minha perspectiva relativa à situação em concreto.
Mas a montante do problema existe toda uma conjuntura que define o cinismo com que o Estado trata os seus cidadãos.
Tudo começa na dificuldade que os candidatos a cursos de medicina encontram para ingressarem nas universidades pública. As médias para acesso são altíssimas e são definidas ao sabor das estatísticas. Confrontados com esta situação, muitos bons alunos a quem faltam em muitos casos umas míseras décimas, optam por ingressar em universidades da vizinha Espanha onde as notas para ingresso são inferiores. Por lá ficam cumprindo o programa do seu cursozinho e quando finalmente se formam vem o Estado Português dizer-lhes que os acolhe porque reconhece esses cursos de medicina espanhóis. Isto é, esses mesmos estudantes não são competentes em Portugal para frequentar medicina, mas depois de formados em Espanha copm média de entrada "insuficiente" já são competentes para exercer em Portugal. Istyo é cinismo do mais puro que existe. Mas o mesmo se passa em muitas outras áreas onde gente de mauito boa capacidade é desperdiçada neste país, não tendo alternativa senão "fugir" deste rectângulo e tentar ser alguém noutro lado. Coitados daqueles que não tendo meios de sobrevivência para "voar" daqui acabam desistindo, confinando-se a trabalhos não especializados que nada têm a ver com as suas aspirações e com aquilo para que andaram a estudar.
É lamentável que num país dito europeu, haja um empresário (Belmiro de Azevedo) que tenha vinda a uma televisão gabar-se que tem licenciados a cortar fiambre nas suas mercearias gigantes.

Sr. Duque da Sabacheira, há que dar às coisas o verdadeiro nome que têm, e não rodear as questões com exercícios de retórica que só servem para lançar a confusão e desviar atenções.

Anónimo disse...

Não assinei o comentário anterior. Para que não hajam dúvidas sou o BRONC E OLÍTICO

BRONC E OLÍTICO

Anónimo disse...

Pena que muitos continuem a ver no Belmiro de Azevedo um exemplo de conduta e cidadania a quem sucessivos governos portugueses (sejam eles do PS ou do PSD) prestam vassalagem.

Anónimo disse...

O problema é que a "vassalagem" que este e outros governos anteriores têm prestado a empresários como B.Azevedo se traduza em parte e em muitos casos na não aplicação da lei fiscal em muito do seu articulado. As mordomias fiscais aplicadas à banca é no mínimo ultrajante para todos quantos neste país têm de mendigar emprego e salário magro e a quem o Estado impõe o pagamento de impostos a tempo e horas. E quando os patrões não cumprem com as suas obrigações perante a Seg. Social, por exemplo, é sobre os trabalhadores que veêm no seu recibo de ordenado esses valores deduzidos que as entidades oficiais vão agir, cortando-lhes benefícios sociais tais como assistência médica, subssídio de desemprego, etc.

As mordomias oferecidas pelos governos aos grandes "lobbies", que no fundo encobrem pagamento de favores eleitorais e outros, são corporizadas pelos nossos impostos que pelos vistos servem para tudo menos para nos dar cobertura quando deles precisamos.

BRONC E OLÍTICO

Anónimo disse...

ALUNA DE 11 ANOS AGRIDE PROFESSORA A PONTAPÉ.

A professora foi assistida num hospital não porque necessitasse de cuidados médicos, mas sim para poder despoletar o processo judicial que irá decorrer em sede de Tribunal de Menores.
A ministra da educação, colocada perante esta notícia respondeu que não é grave...sem comentários!!!
É a derrocada dos pilares da sociedade baseada nos valores em que se concebe uma sociedade nos tempos que correm.
Escuso-me até de dizer, como é hábito nestas situações, o que é que aconteceria no meu tempo numa situação idêntica! Não acontecia nada porque uma situação destas era impensável até com um aluno de 17 ou 18 anos, quanto mais com um fedelho de 11. É verdade é que nem tudo eram rosas. Estávamos um pouco à mercê de certas arbitrariedades de alguns professores, mas nunca se punha em causa o lugar de cada um dentro da escola, muito menos a disciplina.
O que está por detrás da indisciplina desta aluna de 11 anos? Muito provavelmente a deterioração do ambiente familiar, falta de apoio paterno, demasiadas horas passadas fora de casa, enfim mais um exemplo de crescimento de geração expontânea.
Valores modernaços...
O Ministério da Educação que tem nisto um papel importante a desempenhar limita-se a assobiar para o ar sem dar conta de que está a cavar um ambiente insustentável nos estabelecimentos de ensino em Portugal.
...ou será este seu pretenso desinteresse uma manobra muito bem idealizada para fazer ruir o sistema e ensino oficial?
Bom, não quero ir por aí, para já, não vá estar por aí alguém que me vá acusar de demagogo e arauto da teoria da conspiração!!!

BRONC E OLÍTICO

Anónimo disse...

Parece que afinal é o Sòcrates que vai escolher o próximo presidente do PSD. Santana Lopes é de todos os nomes falados o que melhor garante a permanência do PS de Sócrates no poder durante mais 4anos.
E provavelmente com mais uma maioria absoluta.

Os laranjinhas andam a brincar com isto tudo. Ou então têm medo de governar o país. Isto deve estar bonito...

Anónimo disse...

Alberto Jo ão abandona e regência do bando dos loucos insulares para ingressar na banda dos loucos do contenente.
Mas que grande loucura!
Transfiram a sede do PSD para o Júlio de Matos e a do PS para o Sobral Cid.
Loucos de todo o mundo uni-vos.
Unidos vencerão.

Viva o Palácio da Loucura!

O CORSÁRIO DAS ILHAS AO PODER!!!!!!

Com Santana

P.........s e música! todos os dias, todas as noites, todas as madrugadas vai ser uma rabalbaria!

ZUCA - TRUCA

Anónimo disse...

Vã trabalhar car...

Anónimo disse...

saloiões!

Anónimo disse...

Este patinha antão é um cromo!
O currículo? O gajo tirou o doutoramento e deppois? O sócrates tirou o quê?
E mais quantos artigos em resvistas científicas este patinha, que parece uma anta apesar de ser ponderado, mas é só por fora pois é um hipócrita escreveu em revistas reputadas? E vem agora falar em currículo.
é um tonto e quem mal começa pior acaba. Sou doutorado em economia numa universidade estratngeira, e com quase metade da idade dele já fiz mais que ele pela ciência económica. Se for ao blog do tipo que nem sabe usar software wstarístico é para confrontar o artolas com isto do currículo. Ele quer é atrair competentes para depois escravizá-los. Mentadilidfade de colonialista em que escravizou os pretos de Angola em 1974.

Anónimo disse...

os erros acima são mesmo assim pois tenho os dedos inchados, eheheh!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Cavaco ficou surpreso com a ignorância dos jovens sobre o 25 de Abril de 74?
Isso só mostra que ele é um ignorante também pois vive em carros, livros, banquetes, aviões, viagens... e o resto? O país profundo ou mesmo ao seu lado, é mesmo um maricas e um copo de leite.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Ó Conde, então isso faz-se? Cortar o piu aos iluminados deste vale bafiento?

Anónimo disse...

Ó Conde, então isso faz-se? Cortar o piu aos iluminados deste vale bafiento?

Anónimo disse...

Iluminados?

Anónimo disse...

Só cachopos, mal-educados e pior criados.

Anónimo disse...

Comigo não contem
Qu'eu bou-me pirar
Com o que oubi ontem
Bou de Branco a guiar

A berdade é cume a berdade
Bem ao de cima cumo o azeite
Para botar cum seriedade
Bou botar na Ferreira leite

Porra que vocês metem água
E vinho inté ao joelho
Se querem ter menor mágoa
Botem no Paços Cuelho

Vambada de cubanos
Têm é de botar em mim
Para continuar c'os abanos
Só cu Alberto João Jardim

Iço era o que boçês queriam
Pra jerir inté + não
Boçês têm que aderiam
Cá ó Pitinha então

Eu cá kero é kolinho
Beijinhos, linguados e escalopes
Deiam cá um beijinho
E botem no P Sant'Anna Loppes

E eu que pensaba em mandar
Porque era eu o menezes
E em bez de mandar sempre
Só me deixabam mandar às bezes


O pessoal agita-se e move
Quando eu digo sem mal
Curioso numero 69
Botem cá no Bosco Amaral

Quem goza que nem um nababo
E se ri à boca cheia
É quem faz do outro um nabo
E se chama Angelo Correia

Quem nos outroa põem baselina
Cheia d' areia mas melosa
E fala de voz fina
É o comentador MR de Sóza

E se quiserem mais algum
É só escreverem quem querem
Pois para mais 2 ou mais 1
Cá estemos nós prós lixerem

Anónimo disse...

No cimo daquele outeiro
Mandei plantar uma roseira
Quanto mais a rosa abre
Mais o cume cheira

Anónimo disse...

Com três letras apenas
Se escreve a palavra Mãe
Que sendo das mais pequenas
É do tamanho...do Pai!!!

Anónimo disse...

TOMAR MEXIDA...TOMAR MOVIDA...

De há alguns dias para cá a noite de Tomar tem assumido uns contornos pouco usuais. Desde rallies pelas ruas e vielas da cidade em contramão até assaltos a lojas e pessoas, passando por ofensas corporais e destruição de bens de equipamento, de tudo tem acontecido ante a apatia geral.
Alguns, senão a grande parte destes dasacatos têm sido protagonizados por elementos de etnia cigana, ou melhor dizendo, ciganos residentes no campo do Flecheiro.
Penso que já é altura do sr. chefe da PSP de Tomar tirar o cuzinho da cadeira e sair para a rua com os seus subordinados para zelar pelo bem estar público, pois somos todos nós que lhe pagamos os seus ordenadinhos. Será porque os ciganos, em nome das minorias étnicas e outros factores de que não vale a pena falar aqui, e outros amigos do alheio estão acima da lei?
Nós, a maioria que paga impostos, não tenmos direito ao descanso e a defendê-lo? Ou será que ao sr. chefe da PSP faltam efectivos para certas tarefas, já que os que tem estão assoberbados na caça à multa de trânsito? E mesmo neste capítulo, porque não se vêem ciganos e outra gente mais que suspeita a serem alvo de operações de stop? Porque será que só chateiam quem trabalha?
Será que não temos o direito de sair tranquilamente à rua à noite sem sentirmos insegurança? Será que não temos o direito de ter à porta de nossa casa o nosso carro, pago com língua de palmo, intacto?
Afinal o que anda a fazer a polícia nesta terra?
E as autoridades civis o que têm a dizer sobre isto? Estão à espera que este fenómeno se transforme numa bola de neve e assuma proporções alarmantes?

BRONC E OLÍTICO

Anónimo disse...

Chamem a Polícia!
Chamem a Polícia!
Que anda na caça à multa!
E nós temos de pagar!
Enquanto outros a roubar!
A gamar, a acelerar, a estragar!
E alguns a apreciar, a passear!!!!!!!

Anónimo disse...

Segundo se diz à boca calada existe em Tomar uma estranha simbiose entre a polícia e a comunidade cigana local. A autoridade permite e fecha os olhos a algumas práticas dos ciganos em troca de informações.
A ser verdade seria caso para o Ministério da tutela investigar...

BRONC E OLÍTICO

Anónimo disse...

Então, lá prós lados do laranjal anda tudo em pó de gato!! Parece que vão ter uma generala!!!

Anónimo disse...

JOVEM BALEADO EM BAR DE ALTERNE EM GAIA

Sr. Josué, quando é que se actualiza e promove também umas mortezitas à porta do seu "Três Azinheiras"?
Caramba! Temos que pôr Tomar no mapa, seja por bons, seja por maus motivos!!!

BRONC E OLÍTICO

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

E tu grande malcriadão comes m...................e tens sempre c............ na boca !!!!!!!!!!!
Educação é o que te falta, tens é brutidade a mais.
Vai dar banho ao cágado!
Mergulha no penico cibernético!!!!

Anónimo disse...

Não dê trela a javardos como esse, Se não fôr aqui ninguém lhes dá importância...são uns inúteis, uns parasitas, hão-de ser velhos e ainda irão à sucapa roubar dinheiro aos porta-moedas dos netos!!!

BRONC E OLÍTICO

Anónimo disse...

Foi com orgulho quer li a notícia principal de 1ª página da última edição do semanário "Templário" que realçava a competência da PSP de Tomar em matéria de multas, superando em muito as prestasções das suas congéneres de Santarém, Almeirim, Torres Novas, etc.
Proponho a constituição dum movimento cívico a fim de demonstrar à Presidência da República esta evidência e propor a condecoração de todos os agentes da PSP de Tomar, sem exclusão de patentes, no próximo dia 10 de Junho.
É minha opinião que essa ocasião seria excelente para solicitar às autoridades do governo o reforço de efectivos para a esquadra de Tomar, a fim de dar resposta a outras solicitações tais como assaltos a residências a viaturas e pessoas na via pública, destruição de bens públicos, vandalismo nocturno. Estas são situações a que a PSP de Tomar não tem podido dar resposta por ter todos os seus efectivos concentrados na caça à multa nas estradas do concelho.
Diz-me um amigo meu aqui ao lado que isso é que dá dinheiro. Assaltos a casas, carros, etc, só dão chatices e despesa...mas eu não acredito...!!!

BRONC E OLÍTICO

Anónimo disse...

Também há quem lhes chame a quadrilha fardada de Tomar.

Anónimo disse...

Alguns agentes da PSP de Tomar até chegam ao desplante de infringir os mais elementares códigos da estrada à vista de toda a gente como provocação, só porque são "donos da farda". Alguns até estacionam os seus carros particulares em rotundas só para provocarem. O ministério da administração interna havia de saber destas situações e "apertar" estes agentes.

Anónimo disse...

Vaga para emprego
Chegando lá , vê um cartaz escrito:
PRECISA-SE DE ASSISTENTE DE GINECOLOGISTA
Ele vai ao balcão e pergunta pelo trabalho.
- Pode me dar mais detalhes?
E o funcionário:

- Pois não senhor , o trabalho consiste em preparar as pacientes (faixa etária de 20 a 35 anos , classes média e alta) para o exame. Você deve ajudá-las a se despir e cuidadosamente lavar as suas partes genitais. Depois , você faz a depilação dos pelos pubianos com creme de barbear e um aparelho de barbear. Depois esfrega gentilmente òleo de amêndoas doces , de forma a que elas estejam prontas para o ginecologista.O salário mensal
é de 1.500 euros , mas vai ter de ir até Tavira.

- Bolas, Tavira fica a 60km da minha casa.É lá o emprego?

_ Não,é onde termina a fila de candidatos.

Postado por rosita

Anónimo disse...

Pois é.
Tomar é uma anedota de cidade. E o pior é que ao invés de tentarem resolver os problemas para os quais são alertados quotidianamente, os nossos governantes preferem calar as vozes críticas, comprando-as ou amordaçando-as.
Não é por não se falar nos problemas que eles desaparecem.

Assim não vamos lá!

Anónimo disse...

Bem, você até está a ser muito benemérito ao chamar cidade a Tomar. Isto parece mais uma aldeia grande do que outra coisa.

Anónimo disse...

O CRIME DO PADRE MAX

A recente morte do cónego Melo avivou-me a memória do crime do padre Max, cometido durante os anos de brasa do período pós-revolucionário de uma forma maquiavélica. Sempre se disse à "chucha calada" que este personagem tenebroso agora morto esteve intimamente ligado àquele assassínio. Aliás, não é segredo para ninguém que o cónego Melo, verdadeira encarnação da prepotência e do cunho inquisitorial que o clero sempre teve neste país, nunca escondeu as suas ligações ao MDLP e à vaga de atentados à bomba que varreram aquela época conturbada.
Agora que este assassino desce à cova com honras de quase-estado, ainda há quem o louve e enobreça a sua pessoa "pelas benfeitorias a que dedicou a sua vida".
Simplesmente repugnante!!!

Anónimo disse...

Eram precisos mais um punhado de Cónegos Melo para endireitar este país, erguendo-o do lamaçal onde os oportunistas e chulos o botaram.
Pena é já não se fabricarem homens desses.

Anónimo disse...

Chulo! Facho de merda! A tua mãe é que devia ter sido limpa em vez do Max. Assim já não tinhamos de ouvir a merda que te sai dos cornos! Paneleiro! A ti cozinhava-te em banho maria e dava-te aos porcos!

Anónimo disse...

A ti também te endireitava com um pau como o conde Vlad fez na Transilvânia. Porco de merda! Para quando é que marcaste o teu casamento gay? Qual de vocês é que leva o raminho de laranjeira? Mariconso!

Anónimo disse...

Não se chateiem com o anónimo das 14:54. Pelo "cantar" deve ser ambulância e ler os artigos do Castelo-Branco.

Anónimo disse...

T R E Z E N T O S !

25 DE ABRIL SEMPRE!
FASCISMO E FASCISTAS, NUNCA MAIS!
JAMAIS!!!!!

Anónimo disse...

APOIADO!
E digo mais!!! A pinguita mais barata, e a seguir uma rata! A pinguita mais barata, e a seguir uma rata!!!

Anónimo disse...

Já que estão para aí a falar de ratas, venho aqui louvar a acção do vereador Ivo Santos que logo após a entrada em funções na Câmara Municipal mandou abrir (finalmente!!!) o canil municipal, pondo assim fim a um impasse estúpido que se arrastava há vários anos.
Deste modo deixa de haver motivo para andarem cadelas a vaguear pelas ruas da cidade, sobretudo de noite. Agora já têm um refúgio onde se acoitarem. Isto é extensivo a alguns proeminentes cá do burgo, oriundos da Pedreira, cuja inclinação pela pinguita é sobejamente conhecida.
A zona degradada do Flecheiro e Bairro Industrial vê assim ser dado um pequeno passo para a sua reabilitação vendo partir cães e gatos sem dono geradores dum mau cheiro ao que dizem insuportável e de ninhadas gigantescas de ratos (e ratas...lá está!!!), reabilitação essa que, a avançar ao ritmo que todos presenceiam, deverá estar concluída no séc. XXIII...mas como diz o velho ditado "devagar se vai ao longe".
Força Ivo Santos!!!

BRONC E OLÍTICO

Anónimo disse...

HOMENS vistos pelas mulheres

QUANDO É QUE UM HOMEM MOSTRA PLANOS PARA O FUTURO?
Quando compra 2 caixas de cerveja.

QUAL A DIFERENÇA ENTRE UM HOMEM E UMS MANGA VERDE?
A manga amadurece.

PORQUE É QUE AS PIADAS SOBRE LOIRAS SÃO TÃO CURTAS?
Para que os homens se consigam lembrar delas.

QUANTOS HOMENS SÃO NECSSSÁRIOS PARA TROCAR UM ROLO DE PAPEL HIGIÉNICO?
Não sabemos nunca aconteceu antes!!!

PORQUE AS MULHERES CASADAS SÃO MAIS GORDAS DO QUE AS SOLTEIRAS?
A solteira chega a casa ,vê o que tem no frigorifico e vai para a cama,a casada vê o que tem na cama e vai para o firgorifico.

PORQUE É TÃO DIFÍCIL ACHAR HOMENS BONITOS; SENSIVEIS E CARINHOSOS?
Porque normalmente eles já têm namorados.

COMO SE CHAMA UMA MULHER QUE SABE ONDE ESTÁ O SEU MARIDO TODAS AS NOITES?
Viuva.

COMO OBRIGAR UM HOMEM A FAZER ABDOMINAIS?
Colocando o controle remoto entre os dedos dos pés.

O QUE EXISTE EM COMUM ENTRE OS HOMENS QUE FREQUENTAM BARES DE SOLTEIROS?
Todos são casados.

O HOMEM PERGUNTOU A DEUS:PORQUE FEZ A MULHER TÃO BONITA?
Deus:para que pudesses amá-la.

Homem:MAS PORQUE A FEZ TÃO "BURRA"?
Deus:para que te pudesse amar.

O QUE DISSE DEUS DEPOIS DE CRIAR O HOMEM?
Tenho que ser capaz de fazer coisa melhor.

O QUE DISSE DEPOIS DE CRIAR A MULHER?
A pratica traz a perfeição...

«O mais antigo ‹Mais antiga   201 – 303 de 303   Mais recente› Mais recente»